Izolda Cela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Izolda Cela
Izolda Cela assume como 1ª governadora do Ceará
60.ª Governadora do Ceará
Período 2 de abril de 2022
até a atualidade
Vice-governador Nenhum
Antecessor(a) Camilo Santana
18.ª Vice-governadora do Ceará
Período 1 de janeiro de 2015
até 2 de abril de 2022
Governador Camilo Santana
Antecessor(a) Domingos Filho
39.ª Secretária de Educação do Ceará
Período 1 de janeiro de 2007
até 4 de abril de 2014
Governador Cid Gomes
Primeira-dama de Sobral
Período 1 de janeiro de 2011
até 1 de janeiro de 2017
Prefeito Veveu Arruda
Antecessor(a) Esther Frota Cristino
Sucessor(a) Viviam Ferreira Gomes
Dados pessoais
Nome completo Maria Izolda Cela de Arruda Coelho
Nascimento 9 de maio de 1960 (62 anos)
Sobral, Ceará
Nacionalidade Brasil Brasileira
Alma mater Universidade Federal do Ceará
Cônjuge Veveu Arruda
Parentesco Raimundo Cela (sobrinha-neta)
Partido PT (2001-2013)
PROS (2013-2016)
PDT (2016-2022)
sem partido (2022-presente)
Profissão professora e psicóloga
Assinatura Assinatura de Izolda Cela

Maria Izolda Cela de Arruda Coelho (Sobral, 9 de maio de 1960) é uma professora, psicóloga e política brasileira, sendo a 60.ª e atual governadora do Ceará e a primeira mulher na história a assumir o governo do estado. Foi filiada ao Partido dos Trabalhadores (PT), Partido Republicano da Ordem Social (PROS) e Partido Democrático Trabalhista (PDT). É ex-vice-governadora do Ceará, assumindo o cargo após a renúncia do titular, Camilo Santana.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Natural do município de Sobral, no Ceará, Izolda Cela é a segunda de uma família de cinco irmãos, frutos do relacionamento entre Maria Helena Cela (1928-2001), professora de Ensino Fundamental natural de Camocim, e Afonso Walter Magalhães Pinto (1916-1969), médico cardiologista de Santa Quitéria.[2][3]

Formada em psicologia pela Universidade Federal do Ceará, especializou-se em Educação infantil pela Universidade Estadual do Ceará e em Gestão Pública pela Universidade Estadual Vale do Acaraú, onde se tornou professora do curso de pedagogia anos depois. Mestre em Gestão e Avaliação da Educação Pública pela Universidade Federal de Juiz de Fora, em Minas Gerais, antes de ingressar na vida pública Izolda atuou como psicóloga escolar no Colégio Sobralense (1986 e 1988), integrou a diretoria pedagógica da Escola Arco-íris (1989), e adquiriu experiência clínica no atendimento à crianças ao atuar na Clínica de Desenvolvimento Integrado (1991 e 1995), todos no município de Sobral.[2]

Na universidade, exerceu o cargo de pró-reitora adjunta de extensão e coordenou o Programa Alfabetização Solidária desde a sua implantação, em 1997, até dezembro de 2000. Também entre 1995 e 1997, integrou a equipe de apoio pedagógico ao CAIC, escola municipal de ensino infantil e fundamental vinculada ao curso de pedagogia, onde exerceu a função de orientadora de professoras de 1ª série na área da Psicogênese da Língua Escrita.[2]

Além disso, Izolda Cela é sobrinha-neta do pintor Raimundo Cela, e é casada há mais de 30 anos com o advogado e ex-prefeito de Sobral, José Clodoveu de Arruda Coelho Neto (PT), com quem tem quatro filhos: Hilda, Luisa, Clara e Pedro.[4][2]

Trajetória política[editar | editar código-fonte]

Filiada ao PT, Izolda Cela iniciou sua trajetória política em 2001 ao assumir o cargo de Subsecretária de Desenvolvimento da Educação na gestão municipal de Sobral, no Ceará, cargo em que permaneceu até 2004. Também entre 2005 e 2006, atuou como Secretária de Educação do município e, entre 2007 e 2014, como Secretária de Educação do Estado do Ceará.[2]

Nas eleições estaduais de 2014, Izolda disputou pela primeira vez um cargo eletivo ao candidatar-se, estando filiada ao PROS, ao cargo de vice-governadora do Estado do Ceará na chapa encabeçada por Camilo Santana (PT) pela coligação Para o Ceará Seguir Mudando. Alcançando a soma de 2.039.233 votos no 1° turno, 47,81% dos votos válidos, e 2.417.668 votos no 2° turno, 53,35% dos votos válidos, a chapa venceu a disputa eleitoral e Izolda foi eleita a primeira mulher vice-governadora do estado do Ceará.[5][6] Já em 14 de agosto de 2015, Izolda foi considerada a primeira mulher a assumir o governo do Ceará, em virtude de viagem oficial do governador Camilo durante uma semana.[7][8]

Nas eleições estaduais de 2018, Izolda concorreu novamente ao cargo de vice-governadora do Estado do Ceará na chapa do governador Camilo Santana. Concorrendo agora no PDT pela coligação Por um Ceará cada vez mais forte, [9] a chapa angariou 3.457.556 votos (o equivalente a 79,96% dos votos válidos), vencendo a disputa já no 1° turno das eleições.[10][6][11]

Aos 2 dias do mês de abril de 2022, Camilo Santana renunciou ao cargo de governador para concorrer ao Senado Federal, fazendo de Izolda Cela a nova governadora e primeira mulher na história a comandar o Executivo Estadual do Ceará.[12] Izolda pretendia disputar reeleição nas eleições estaduais de 2022, mas o escolhido do PDT foi Roberto Cláudio, após uma votação interna na qual o ex-prefeito de Fortaleza saiu vitorioso.[13] Izolda anunciou sua desfiliação do PDT dias depois.[14]

Desempenho em eleições[editar | editar código-fonte]

Ano Eleição Candidato a Coligação Partido Chapa Votos % Resultado
2014 Estadual no Ceará Vice-governadora Para o Ceará Seguir Mudando

(PROS,PT,PRB,PP,PDT,PTB,PSL,PRTB,PHS,PMN,

PTC,PV,PEN,PPL,PSD,PCdoB,PTdoB,SD)

PROS Camilo Santana

(PT)

2.039.233

(1º - Primeiro turno)

2.417.668

(1º - Segundo turno)

47,81

(Primeiro turno)

53,35

(Segundo turno)

Eleita[5]
2018 Estadual no Ceará Por Um Ceará Cada Vez Mais Forte

(PT,PDT,PP,PSB,PR,PTB,DEM,PCdoB,PPS,

PRP,PV,PMN,PPL,PATRI,PRTB,PMB)

PDT 3.457.556

(1º - Turno único)

79,96 (Turno único) Eleita[10]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Domingos Filho
Vice-Governadora do Estado do Ceará
20152022
Sucedido por
-
Precedido por
Camilo Santana
Governador do Ceará
2022 – presente
Sucedido por
-


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.