Joseph Fiennes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Joseph Fiennes
Joseph Fiennes
Nome completo Joseph Alberic Twisleton-Wykeham-Fiennes
Nascimento 27 de maio de 1970 (45 anos)
Salisbury, Inglaterra
 Reino Unido
Nacionalidade Inglaterra Inglesa
Ocupação Ator
Atividade 1993 - presente
Prémios Screen Actors Guild
Melhor Elenco
1999 - Shakespeare in Love
IMDb: (inglês)

Joseph Alberic Twisleton-Wykeham-Fiennes (Salisbury, 27 de maio de 1970) é um ator inglês. Ele é mais conhecido por seus papéis de William Shakespeare no filme Shakespeare in Love, Robert Dudley em Elizabeth, como Comissário Danilov em Enemy at the Gates, como o monsenhor Timothy Howard em American Horror Story: Asylum e como Lutero no filme Luther .

Início da vida[editar | editar código-fonte]

Filho do fotógrafo Mark Fiennes e da romancista Jennifer Lash, é o mais novo de seis irmãos. Seus irmãos mais velhos são o ator Ralph Fiennes, as cineastas Sophie Fiennes e Martha Fiennes, o compositor Magnus Fiennes, conservacionista Jacob Fiennes, seu irmão gêmeo; e um irmão adotivo Mike Emery, um arqueólogo.

É primo em terceiro grau do explorador Ranulph Fiennes e em oitavo grau de Carlos, Príncipe de Gales[1] .

Fiennes foi brevemente educado na Irlanda e depois na Swan School for Boys, em Salisbury, e mais tarde na Bishop Wordsworth's School, também em Salisbury. Quando terminou o ensino secundário, estudou Belas Artes na universidade durante um ano antes de participar no Young Vic Youth Theatre.</ref>.

Joseph concluiu em 1993 um curso de representação de três anos na Guildhall School of Music and Drama.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Teatro e Cinema[editar | editar código-fonte]

Joseph Fiennes estreou-se no teatro com a peça The Woman in Black no West End de Londres. Pouco depois entrou na peça A Month in the Country, também no West End, onde contracenou com Helen Mirren. Depois juntou-se à companhia de teatro Royal Shakespeare Company durante duas temporadas.

O seu primeiro papel num filme surgiu em 1996 em Stealing Beauty, onde contracenou com Liv Tyler. Em 1998 participou em dois filmes que foram nomeados para o Óscar de Melhor Filme desse ano, Elizabeth, onde fez o papel de Robert Dudley e Shakespeare in Love que protagonizou no papel de William Shakespeare. A sua prestação valeu-lhe uma nomeação na categoria de Melhor Ator Principal nos prémios BAFTA.

Outros papéis de destaque na sua carreira incluem o de Commisar Danilov em Enemy at the Gates, onde contracenou com Jude Law; de Adam Tallis em Killing Me Softly; de Martinho Lutero em Luther; de Bassanio na versão para o cinema de O Mercador de Veneza, onde também participam Al Pacino e Jeremy Irons; de James Gregory, um supremacista branco e guarda prisional cuja vida muda ao passar 20 anos na prisão com Nelson Mandela em Goodbye Bafana. Em 2014 participou no filme Hercules no papel de Euristeu.

Após algum sucesso no cinema, Joseph regressou ao teatro em 2006 com a peça Unicorns, Almost. Fiennes era o único ator na peça que se baseava na vida do poeta Keith Douglas.

Televisão[editar | editar código-fonte]

Joseph protagonizou a série de ficção científica da ABC, FlashForward, transmitida entre 24 de setembro de 2009 e 27 de maio de 2010. Participou na série de 10 episódios Camelot com o papel de Merlin.

Em 2012 participou na segunda temporada da série American Horror Story no papel de Monsenhor Timothy Howard.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Joseph Fiennes casou-se com María Dolores Diéguez, uma modelo suíça numa cerimónia católica na Toscana em agosto de 2009[2] . O casal tem duas filhas.

Em maio de 2014, Fiennes e outras celebridades, incluindo Tom Hiddleston, Benedict Cumberbatch e E. L. James, desenharam e assinaram postais que foram colocados à venda no eBay e cujas receitas reverteram a favor da instituição de caridade britânica Thomas Coram Foundation[3] .

Filmografia[editar | editar código-fonte]

Filmes[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
1995 The Vacillations of Poppy Carew Willy Baseado no romance de mesmo nome por Mary Wesley
1996 Stealing Beauty Christopher
1998 Martha, Meet Frank, Daniel and Laurence Laurence
1998 Elizabeth Robert Dudley Indicado ao Critics' Choice Movie Award
1998 Shakespeare in Love William Shakespeare Vencedor de 7 prêmios
1998 Animated Epics: Beowulf Beowulf Voz
1999 Forever Mine Manuel Esquema/Alan Riply
2000 Rancid Aluminium Sean Denny Baseado no romance de mesmo nome por James Hawes
2001 Enemy at the Gates Comissário Danilov
2001 Dust Elijah
2002 Leo Stephen
2003 Killing Me Softly Adam Tallis
2003 Sinbad: Legend of the Seven Seas Proteus Voz
2003 Luther Martinho Lutero
2004 The Merchant of Venice Bassanio Indicado ao Satellite Award de melhor ator coadjuvante no cinema
2005 The Great Raid Major Gibson
2005 Man to Man Jamie Dodd
2006 Running with Scissors Neil Bookman
2006 The Darwin Awards Michael Burrows Baseado nos Prémios Darwin
2007 Goodbye Banana James Gregory
2008 The Escapist Lenny Drake
2008 Der Rote Baron Arthur Roy Brown Filme biográfico
2008 You Me and Captain Longbridge Narrador
2008 Spring 1941 Artur Planck
2009 Against The Current Paul Thompson
2010 A Lost and Found Box of Human Sensation Garoto Voz
2014 The Games Maker Morodian
2014 Hercules Rei Euristeu
2015 Strangerland Matthew Parker
2015 Psy Homem americano
2016 Risen[4] Clavius
2016 The Last Race Eric Liddell

Televisão[editar | editar código-fonte]

Ano Título Papel Notas
2008 Pretty/Handsome Bob Fitzpayne Não foi ao ar
2009 - 2010 FlashForward Mark Benford 22 episódios
2011 Camelot Merlin 10 episódios
2012 - 2013 American Horror Story: Asylum Monsenhor Timothy Howard 10 episódios

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • Recebeu uma indicação ao BAFTA de melhor ator, por Shakespeare Apaixonado (1998).
  • Recebeu uma indicação ao MTV Movie Awards de melhor revelação masculina, por Shakespeare Apaixonado (1998).
  • Ganhou o MTV Movie Awards de melhor beijo, por Shakespeare Apaixonado (1998).[5]

Referências

  1. Peter Aspden (31 de janeiro de 2014). «Ralph Fiennes». FT Magazine. Consultado em 19 de março de 2015. 
  2. Mail on Sunday Reporter (6 de setembro de 2009). «Joseph Fiennes 'utterly thrilled' as he reveals he is to become a father for the first time». The Daily Mail. Consultado em 19 de março de 2015. 
  3. Rebecca Pocklington (6 de maio de 2014). «Benedict Cumberbatch, Tom Hiddleston, Jo Brand and more celebrities design and sign cards for UK's first children's charity». Mirror. Consultado em 19 de março de 2015. 
  4. «Ressurreição». Adoro Cinema. Consultado em 29-3-16. 
  5. «Joseph Fiennes» (em inglês). TVGuide. Consultado em 24 de setembro de 2014. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]