Khoren Oganesyan

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Xoren Hovhannisyan
Խորեն Հովհաննիսյան
Informações pessoais
Data de nasc. 10 de janeiro de 1955
Local de nasc. Erevan, Flag of the Soviet Union (1936-1955).svg União Soviética
Altura 1.70 m
Informações profissionais
Posição Meia (aposentado)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)
1974–1985
1986–1988
1989–1991
1992–1993
Flag of the Soviet Union.svg Ararat Erevan
Flag of the Soviet Union.svg Arabkir Erevan
Flag of the Soviet Union.svg Paxtakor Tashkent
Arménia Homenetmen Erevan
295 (93)
? (?)
46 (9)
? (?)
Seleção nacional
1979–1984 Flag of the Soviet Union.svg União Soviética 34 (6)
Times/Equipas que treinou
1991
1994-1995
1996-1997
2000-2006
Flag of the Soviet Union.svg Tavriya Simferopol
Arménia Pyunik Erevan
Arménia Armênia
Arménia Pyunik Erevan
Medalhas
Jogos Olímpicos
Bronze Moscou 1980 Futebol

Khoren Georgievich Oganesyan ou simplesmente Xoren Hovhannisyan - respectivamente, em russo, Хорен Георгиевич Оганесян e, em armênio, Խորեն Հովհաննիսյան (Erevan, 10 de janeiro de 1955) - é um ex-futebolista armênio, medalhista olímpico.[1]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ararat[editar | editar código-fonte]

Iniciou a carreira em 1975 no principal clube de sua cidade e da então RSS da Armênia, o Ararat Erevan, que conquistara recentemente o único título de um clube armênio no campeonato soviético, mas a tempo de conquistar em seu primeiro ano o título de uma Copa da União Soviética e ser vice do mesmo no ano seguinte.

Com a URSS na Copa de 1982[editar | editar código-fonte]

Em meio a ucranianos, georgianos e russos, foi à Copa do Mundo de 1982, tornando-se o único armênio nativo a disputar um mundial pela Seleção Soviética (pela qual já jogava desde 1979) - Mkrtych Simonyan e Edoward Margaryan jogaram, respectivamente nos de 1958 e 1966, mas nasceram fora de território armênio.

A URSS passou à segunda fase, caindo no grupo que continha Bélgica e Polônia, derrotando os belgas pelo placar mínimo com um gol seu. Entretanto, empataria sem gols com os poloneses, que passaram às semifinais por terem maior saldo de gols - resultado da vitória destes contra os belgas por 3 a 1, na primeira partida do grupo.

Final da Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1985, aos 30 anos, saiu do Ararat e jogaria por clubes menores armenos, além do Paxtakor Tashkent, da RSS do Uzbequistão, até encerrar a carreira, em 1993 - antes disso, chegou a treinar o Tavriya Simferopol, clube ucraniano. Como técnico, dirigiu a Seleção da Armênia recém-independente, em 1996 e 1997.

Nos Prêmios do Jubileu da UEFA, foi escolhido o melhor jogador armênio dos 50 anos da entidade.

Referências

  1. «Perfil na Sports Reference». Consultado em 13 de fevereiro de 2016 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Artigo da UEFA sobre o premiado armênio dos Prêmios do Jubileu