Hakan Şükür

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Hakan Şükür
Hakan Şükür
Şükür atuando pelo Galatasaray em 2006
Informações pessoais
Nome completo Hakan Şükür
Data de nasc. 1 de setembro de 1971 (50 anos)
Local de nasc. Sacaria, Turquia
Altura 1,91 m
destro
Informações profissionais
Clube atual aposentado
Posição centroavante
Clubes profissionais
Anos Clubes
1987–1990
1990–1992
1992–1995
1995
1995–2000
2000–2002
2002
2002–2003
2003–2008
Sakaryaspor
Bursaspor
Galatasaray
Torino
Galatasaray
Internazionale
Parma
Blackburn Rovers
Galatasaray
Seleção nacional
1987–1988
1988–1990
1990–1993
1992–2007
Turquia Sub-16
Turquia Sub-18
Turquia Sub-21
Turquia

Hakan Şükür (Sacaria, 1 de setembro de 1971) é um ex-futebolista turco que atuava como centroavante.

Um dos maiores ídolos da história do Galatasaray, é considerado por muitos o maior jogador turcos de todos os tempos. Centroavante clássico e de grande porte físico, tinha como características a excelente finalização, o bom posicionamento, faro de gol e excelente cabeceio.[1]

Ganhou fama por ser um dos atacantes mais prolíficos da década de 1990. Rivalizou gol a gol com Ronaldo e Jardel na briga pela Chuteira de Ouro de 1996 a 99, prêmio dado ao maior artilheiro do futebol europeu. Está no Guiness Book como autor do gol mais rápido em Copas do Mundo FIFA, marcado em 2002.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atuou na maior parte de sua carreira pelo Galatasaray, sendo três vezes Gol Krali (prêmio dado ao artilheiro anual da Süper Lig), tendo três passagens pelo clube e 14 títulos conquistados. É o maior artilheiro da história do Galatasaray, da história do Campeonato Turco e o maior artilheiro turco na Liga dos Campeões da UEFA.[3]

Ao longo de duas décadas, Şükür foi somando recordes a serviço da sua Seleção. Conquistou tal popularidade na Turquia que o seu casamento foi televisionado ao vivo.

Şükür foi por bastante tempo o nome no topo da lista de melhores marcadores de jogos oficiais de seleções organizados pela UEFA, com 22 gols, um registo que inclui jogos de apuramento e de fases finais, lugar agora ocupado pelo português Cristiano Ronaldo.

Seleção Nacional[editar | editar código-fonte]

É o maior goleador da Seleção Turca, com 51 gols em 112 partidas. Na Copa do Mundo FIFA de 2002, realizada no Japão e na Coreia, anotou o gol mais rápido da história das Copas: levou impressionantes 10,8 segundos para violar as redes da anfitriã Coreia do Sul, na disputa do terceiro lugar. A Turquia venceu por 3 a 2.[4]

Dois anos antes, fez parte da Seleção Turca que chegou às quartas de final da Eurocopa de 2000. Posteriormente, aos 35 anos, marcou quatro gols numa partida contra a Moldávia, válida pelas Eliminatórias da Eurocopa de 2008.[5]

Política e atualidade[editar | editar código-fonte]

Nas eleições gerais de 2011, foi eleito deputado pelo círculo de Istambul pelo partido AKP, do presidente Recep Erdogan. No entanto, alvo de investigação por corrupção, deixou o cargo e o partido dois anos depois, em 2013. Em 2015, por supostas críticas feitas ao presidente turco no Twitter, teve que fugir do país natal.[6]

“O Erdogan tirou tudo de mim. Meu direito à liberdade, o direito de me explicar, de me expressar, de trabalhar. Não tenho mais nada”, conta Sükur, que diz ter tido todos os bens confiscados e o pai preso quando fugiu para os Estados Unidos. “Todas as pessoas ligadas a mim passam por dificuldades financeiras”

Morando nos Estados Unidos desde 2015, Şükür adaptou-se ao país e passou a ganhar a vida como motorista de aplicativo.[7][8]

Gols pela Seleção[editar | editar código-fonte]

Títulos[editar | editar código-fonte]

Sakaryaspor
Galatasaray
Parma

Prêmios individuais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Nelson Oliveira. «Hakan Şükür: do flop na Itália ao golpe na Turquia». Calciopédia. Consultado em 29 de julho de 2021 
  2. «Curiosidades das Copas: Turco fez o gol mais rápido dos Mundiais». Terra. 3 de maio de 2018. Consultado em 29 de julho de 2021 
  3. Henrique Munhos (17 de maio de 2020). «Lendas romenas, 3 brasileiros e recordista em Copa do Mundo; o Galatasaray que conquistou a Europa além de Taffarel». ESPN.com.br. Consultado em 29 de julho de 2021 
  4. «Turquia fica com o terceiro lugar da Copa de 2002». UOL. 29 de junho de 2002. Consultado em 29 de julho de 2021 
  5. «Grécia e Turquia goleiam no grupo C das eliminatórias da Euro». UOL. 11 de outubro de 2006. Consultado em 29 de julho de 2021 
  6. «Craque da Turquia na Copa de 2002 pode ser preso por xingar presidente». GloboEsporte.com. 24 de fevereiro de 2016. Consultado em 29 de julho de 2021 
  7. «Autor do gol mais rápido em Copas do Mundo hoje é motorista de Uber nos EUA». UOL. 13 de janeiro de 2020. Consultado em 29 de julho de 2021 
  8. Julio Filho (14 de janeiro de 2020). «Autor do gol mais rápido das Copas, lenda turca teve que fugir do país e agora é Uber nos EUA». Gazeta do Povo. Consultado em 29 de julho de 2021 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]