Massimo Bonini

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Massimo Bonini
Massimo Bonini
Informações pessoais
Nome completo Massimo Bonini
Data de nasc. 13 de outubro de 1959 (61 anos)
Local de nasc. Cidade de San Marino, San Marino
Nacionalidade são-marinhense / italiano
Altura 1,78 m
Apelido Maratoneta, Pulmões de Platini
Informações profissionais
Equipa atual San Marino San Marino Calcio
Posição Diretor-técnico (Ex-volante)
Clubes de juventude
1973–1977 San Marino Juvenes
Clubes profissionais1
Anos Clubes Jogos (golos)
1977–1978
1978–1979
1979–1981
1981–1988
1988–1993
1994
1995
1995–1997
Itália Bellaria Igea
Itália Forlì
Itália Cesena
Itália Juventus
Itália Bologna
San Marino Juvenes
San Marino San Marino Calcio
San Marino Juvenes
33 (0)
23 (1)
60 (5)
290 (6)
112 (5)


Seleção nacional
1980–1983
1990–1995
Flag of Italy.svg Itália Sub-21
Flag of San Marino.svg San Marino
9 (0)
19 (0)
Times/Equipas que treinou
1996–1998
1998–2000
2000–2002
2002–2005
2017–
Flag of San Marino.svg San Marino
Itália Cesena (categorias de base)
Itália Cesena (diretor-técnico)
Estados Unidos Oakland University
San Marino San Marino Calcio (diretor-técnico)




Massimo Bonini (Cidade de San Marino, 13 de outubro de 1959) é um ex-futebolista e treinador de futebol são-marinense.

É considerado o melhor esportista do pequeno país-enclave[1][2], e foi lembrado nos Prêmios do Jubileu da UEFA, em que foi escolhido o melhor jogador de San Marino dos 50 anos do órgão[1][2]. Isso deve-se primordialmente às sete temporadas em que passou na Juventus, onde jogou ao lado de Michel Platini (com quem formou uma dupla bem-sucedida), Zbigniew Boniek, Gaetano Scirea, Paolo Rossi, dentre muitos outros.

Na Vecchia Signora, Bonini participou da conquista de três Scudetti, uma Copa da Itália, uma Taça dos Clubes Vencedores de Taças, uma Copa dos Campeões da UEFA e um Mundial Interclubes - foi o único samarinês a conquistar um troféu europeu e, ao lado do motociclista Manuel Poggiali, único a ganhar um mundial. Antes da Juve, Bonini passou por Bellaria Igea, Forlì e Cesena.

Assinou em 1988 com o Bologna, onde atuou por 5 temporadas - foi também o capitão na campanha que terminou com o rebaixamento à Série B - mesmo tendo chegado às quartas-de-final da Copa da UEFA (atual Liga Europa). Sendo o único destaque de uma equipe que amargou a queda para a terceira divisão nacional, Bonini encerrou a carreira profissional, porém continuou atuando entre 1994 e 1997, por Juvenes (onde atuara na base) e San Marino Calcio.

Seleção (ões)[editar | editar código-fonte]

Bonini chegou a atuar pela Seleção Italiana sub-21, pois como San Marino não era afiliado à FIFA, seus jogadores eram considerados italianos. Entretanto, preferiu não atuar pela equipe principal da Itália, esperando até 1990, quando seu país enfim filiou-se à entidade. Estreou pela Seleção Samarinesa já aos 31 anos[3], e continuou a jogar por ela mesmo após ter parado de jogar profissionalmente por clubes.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Juventus
Serie A
  • 1981-82, 1983-84, 1985-86
  • Coppa Italia: 1982-83
  • European Cup Winners' Cup: 1983-84
  • Copa Europa: 1984-85
  • Super Copa Europeia: 1984
  • Copa Intercontinental: 1985

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «MASSIMO BONINI» (em italiano). Storie di Calcio. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  2. a b «Il Pallone Racconta: Massimo Bonini» (em italiano). Il Pallone Racconta. Consultado em 14 de janeiro de 2015 
  3. «Bonini, San Marino's unsung hero». UEFA.com. Consultado em 14 de janeiro de 2015