Vasilis Chatzipanagis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vasilis Chatzipanagis
Βασίλης Χατζηπαναγής
Василис Хадзипанагис
Vasilis Chatzipanagis Βασίλης Χατζηπαναγής Василис Хадзипанагис
Informações pessoais
Nome completo Vasilis Chatzipanagis
Vasilis Kiryakos Khadzipanagis
Data de nasc. 26 de outubro de 1954 (64 anos)
Local de nasc. Tashkent, Flag of the Soviet Union (1924–1955).svg União Soviética
Nacionalidade usbeque / grego
Apelido Vasia
Informações profissionais
Clube atual Aposentado
Posição Meia-atacante
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1972–1975
1975–1991
Flag of the Soviet Union (dark version).svg Pakhtakor Tashkent
Grécia Iraklis
96 (22)
281 (62)
Seleção nacional
1975
1976–1999
Flag of the Soviet Union (dark version).svg União Soviética (olímpica)
Flag of Greece (1822-1978).svg/Grécia Grécia
4 (1)
2 (0)

Vasilis Chatzipanagis ou Vasilis Kiryakos Khadzipanagis - respectivamente, em grego, Βασίλης Χατζηπαναγής e, em russo, Василис Кирьякос Хадзипанагис (Tashkent, 26 de outubro de 1954) - é um ex-futebolista grego, nascido no Uzbequistão.

Promessa uzbeque[editar | editar código-fonte]

Nascido na capital da então RSS do Uzbequistão, é filho de imigrantes políticos gregos. Teve seu potencial descoberto pelo principal clube da cidade e da república, o Pakhtakor Tashkent. Para poder jogar no campeonato soviético, entretanto, Chatzipanagis teria que requisitar a cidadania soviética, obtida após pressão dos dirigentes do clube em seus pais.

O meia-atacante estreou pelo Pakhtakor aos 17 anos e aos 18 já era considerado a segunda maior promessa do país na posição, atrás do ucraniano Oleh Blokhin, dois anos mais velho. Foi logo chamado para a equipe sub-19 da Seleção Soviética, sendo chamado para a olímpica durante as Eliminatórias para as Olimpíadas de 1976.

"Desertando" para a Grécia[editar | editar código-fonte]

Não chegou a jogar pela equipe principal da URSS, entretanto - em 1975, mudou-se para a terra de seus pais, assinando com o Iraklis, de Tessalônica. Em seu auge, interessou a Arsenal, Lazio, Porto e Stuttgart, mas acabou permanecendo no Iraklis - na época, o mercado era bem mais fechado para jogadores de ligas menores da Europa - até o final da carreira, em 1991, quando fez seu último jogo no dia de seu 37º aniversário, em amistoso contra o Valencia. Marcara 62 gols em 281 jogos no Campeonato Grego.

Reconhecimento[editar | editar código-fonte]

Jogou apenas um jogo oficial pela Grécia, em amistoso de 1976 contra a Polônia. Na época, mesmo quem só tinha atuado apenas nas seleções inferiores de um país não podia defender outro em jogos oficiais, pelas regras da FIFA. Chatzipanagis, lamentando um reconhecimento internacional menor do que poderia ter, diria que teria agido diferentemente no passado para poder jogar normalmente pela Seleção Grega, o que poderia lhe trazer maior vitrine na Europa.

Jogou em 1984 pelo Resto do Mundo em amistoso contra o New York Cosmos, ao lado de Franz Beckenbauer, Mario Kempes, Kevin Keegan e Dominique Rocheteau. E, a despeito de ter jogado uma única partida oficial pela seleção, foi escolhido pela Federação Helênica de Futebol o melhor futebolista grego dos 50 anos da UEFA, para os Prêmios do Jubileu da entidade.

Em dezembro de 1999, aos 45 anos, foi homenageado pela Federação Helênica de Futebol em um amistoso, contra Gana, como forma de agradecimento por suas contribuições ao futebol grego.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]