Lin Biao

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Lin Biao
Lin Biao.jpg
Funções
Vice-presidente do Partido Comunista da China
-
Vice-premier do Conselho de Estado da República Popular da China (en)
-
Ministro da Defesa Nacional da República Popular da China (d)
-
Vice-presidente do Partido Comunista da China
-
Vice-presidente do Partido Comunista da China
-
Vice-premier do Conselho de Estado da República Popular da China (en)
-
Biografia
Nascimento
Morte
Nome nativo
林彪Visualizar e editar dados no Wikidata
Nome no idioma nativo
林彪Visualizar e editar dados no Wikidata
Nomes artísticos
育容
育榮
尤勇Visualizar e editar dados no Wikidata
Cidadania
Alma mater
Academia Militar de Whampoa (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Atividades
Político, militarVisualizar e editar dados no Wikidata
Cônjuges
Zhang Mei (d) (a partir de )
Ye Qun (en) (de a )Visualizar e editar dados no Wikidata
Descendentes
Lin Liguo (en)
Lin Liheng (en)
Lin Xiaolin (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Outras informações
Partido político
Grau militar
Yuan shuai (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Conflitos
Revolta de Nanchang
Campanha Liaoshen (en)
Batalha de Pingxingguan (en)
Grande Marcha
Campanha Pingjin (en)Visualizar e editar dados no Wikidata
Distinção
Primeira Classe da Medalha da Estrela Vermelha (d)Visualizar e editar dados no Wikidata
Causa da morte
Queda (d)Visualizar e editar dados no Wikidata

Lin Biao (Changsha, 5 de dezembro de 1907Öndörkhaan, 13 de setembro de 1971) foi um militar e político chinês.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Membro do Partido Comunista da China, participou da Longa Marcha. Dirigiu a luta contra os japoneses na Manchúria e da ofensiva em 1949, que derrotou definitivamente os nacionalistas de Chiang Kai-shek. Participou na Guerra da Coreia comandando um exército de revolucionários chineses.

Ocupou os cargos de membro do Politburo, vice-presidente (1958) e Ministro da Defesa (1959) durante o governo de Mao Zedong. Mediante uma série de medidas revolucionárias (preparação especial para a luta guerrilheira, abolição das hierarquias, etc.), transformou o exército em una força política cujo papel foi muito importante no processo da Revolução Cultural (1966). Ascendeu neste mesmo ano ao segundo lugar no escalão do partido, tendo sido nomeado pelo IX Congresso do Partido Comunista Chinês como o sucessor oficial de Mao.

Todavia, caiu em desgraça em 1970. Segundo se disse, ao pressentir sua queda, decidiu participar em um golpe de Estado com ajuda soviética e morreu em condições ainda não de todo claras, em um acidente de avião enquanto sobrevoava a Mongólia, quando tentava fugir do país, rumo à União Soviética, em 13 de setembro de 1971.