Luiz Davidovich

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Luiz Davidovich
Nascimento 25 de junho de 1946 (74 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Cidadania Brasil
Alma mater Universidade de Rochester
Ocupação físico
Instituições Universidade Federal do Rio de Janeiro
Campo(s) física
Durante a pandemia de covid-19, como presidente da Academia Brasileira de Ciências, Davidovich trata da importância dos líderes políticos atuarem em consonância com a ciência e com a Organização Mundial de Saúde

Luiz Davidovich (Rio de Janeiro, 25 de junho de 1946) é um físico brasileiro. É professor do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Formação[editar | editar código-fonte]

Filho de Paschoal Davidovich e Fany Rachel Davidovich (pioneira da pesquisa científica em Geografia no Brasil), graduou-se em física, em 1968, pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro e obteve seu doutorado, em 1976, pela Universidade de Rochester, nos Estados Unidos, sob a orientação de Herch Moysés Nussenzveig.[1]

É especializado em óptica quântica, ramo da física que investiga a interação da luz com a matéria na escala do infinitamente pequeno.

Carreira acadêmica[editar | editar código-fonte]

Em março de 2016, tomou posse como presidente da Academia Brasileira de Ciências (ABC).[2] Em novembro de 2018, durante a 28ª Reunião Geral da Academia Mundial de Ciências, realizado em Trieste, Itália, foi eleito secretário-geral daquela instituição para o mandato 2019-2022.

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Em 2010, foi agraciado com o Prêmio Almirante Álvaro Alberto, o mais importante da ciência brasileira.[3] Tinha 89 artigos publicados em periódicos indexados até julho de 2011.[4]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Luiz Davidovich». Academia Brasileira de Ciências (ABC). Consultado em 17 de dezembro de 2018 
  2. «Diretoria e Conselho Fiscal da ABC para o triênio 2016-2019 são definidos». Academia Brasileira de Ciências (ABC). 23 de março de 2016. Consultado em 2 de novembro de 2018 
  3. «Luiz Davidovich ganha Prêmio Almirante Álvaro Alberto». FAPESP. 30 de março de 2010. Consultado em 19 de setembro de 2016 
  4. «Currículo Lattes de Luiz Davidovich» 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Jacob Palis
Presidente da Academia Brasileira de Ciências
2016 – atualidade
Sucedido por


Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.