Macaca cyclopis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaMacaca cyclopis
Formosan macaque.jpg

Estado de conservação
Espécie pouco preocupante
Pouco preocupante
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Sub-reino: Eumetazoa
Superfilo: Deuterostomia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Infrafilo: Gnathostomata
Superclasse: Tetrapoda
Classe: Mammalia
Subclasse: Theria
Infraclasse: Placentalia
Ordem: Primates
Subordem: Haplorrhini
Infraordem: Simiiformes
Superfamília: Cercopithecoidea
Família: Cercopithecidae
Subfamília: Cercopithecinae
Tribo: Papionini
Género: Macaca
Espécie: M. cyclopis
Nome binomial
Macaca cyclopis
(Swinhoe, 1862]])
Distribuição geográfica
Macaca cyclopis(azul — espécie nativa, vermelho — introduzida
Macaca cyclopis
(azul — espécie nativa, vermelho — introduzida

Macaca cyclopis é uma espécie do gênero Macaca.

Macaca cyclopis, ou Macaco de Taiwan, é uma espécie de macaco endêmica da ilha de Taiwan e que foi introduzida no Japão. Além dos humanos, esta é a única espécie de primatas nativos vivendo em Taiwan.

Características[editar | editar código-fonte]

Indivíduos dessa espécie medem de 50 a 60 cm e pesam de 5 a 12 kg, sendo as fêmeas são geralmente menores. Suas caudas são relativamente longas, medindo de 26 a 45 cm. Apresentam coloração marrom ou acinzentada e possuem bochechas com bolsas para armazenamento temporário de comida.

Vida e comportamento[editar | editar código-fonte]

M. cyclopis

Dentre as espécies do gênero Macaca - que são encontradas no Sul e Leste asiáticos, bem como no noroeste da África - esta é endêmica da ilha de Taiwan (área: 36,000 km2).

Os indivíduos desta espécie vivem em florestas coníferas e temperadas, bem como em áreas de bambu e pradarias a 100-3600 m. A estrutura social do grupo é normalmente caracterizada por largos grupos com múltiplos indivíduos machos e fêmeas.[1] De acordo com os estudos de Hsu and Lin,[1] a média geral da razão sexual é de aproximadamente 1 para 1, sendo de cerca de 0,53 quando considerados os adultos somente. Machos adultos solitários contam 5% de toda a população e são vistos interagindo com grupos especialmente durante os períodos de acasalamento.

São animais diurnos de hábitos mais arbóreos do que terrestres. Sua dieta consiste de frutas, folhas, brotos, grama, insetos, caracóis e ovos de pássaros. Preferem descansar em florestas e forragens das pradarias.

Reprodução[editar | editar código-fonte]

As fêmeas desta espécie dão à luz um só filhote por vez, durante a primavera e o verão, e são as responsáveis por cuidar da cria. O período de acasalamento ocorre de outubro a janeiro e a gestação pode durar até cinco meses e meio. Os filhotes mais novos são carregados nos braços da mãe por um período de 2 a 3 meses e somente se separam a partir de um ano de vida.

Ameaças[editar | editar código-fonte]

Macacos cyclopis são caçados por sua carne e por causarem danos a plantações. Também são caçados para serem exportados para uso médico-experimental.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. a b Hsu, Minna J.; Lin, Jin-Fu (2001). «Troop size and structure in free-ranging Formosan Macaques (Macaca cyclopis) at Mt. Longevity, Taiwan» (PDF). Zoological Studies. 40 (1): 49-60 

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Macacos do Velho Mundo ou Hominoidea, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.