Mato Rico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Município de Mato Rico
Bandeira indisponível
Brasão indisponível
Bandeira indisponível Brasão indisponível
Hino
Fundação 1993 (26 anos)
Gentílico mato riquense
Prefeito(a) Marcel Jayre Mendes dos Santos (PP)
(2017 – 2020)
Localização
Localização de Mato Rico
Localização de Mato Rico no Paraná
Mato Rico está localizado em: Brasil
Mato Rico
Localização de Mato Rico no Brasil
24° 42' 18" S 52° 08' 45" O24° 42' 18" S 52° 08' 45" O
Unidade federativa Paraná
Mesorregião Centro-Sul Paranaense IBGE/2008[1]
Microrregião Pitanga IBGE/2008[1]
Municípios limítrofes Pitanga, Palmital e Roncador.
Distância até a capital 300 km
Características geográficas
Área 394,533 km² [2]
População 3 822 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 9,69 hab./km²
Altitude 700 m
Clima Subtropical Cfb
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,64 médio PNUD/2000[4]
PIB R$ 35 362,301 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 8 350,01 IBGE/2008[5]

Mato Rico é um município brasileiro do estado do Paraná.

História[editar | editar código-fonte]

A partir de 1940, as terras da região do atual município de Mato Rico começaram a serem ocupadas, cedidas pelo governo estadual, através de títulos e posses, a aventureiros que geralmente migravam para a região, com o objetivo de adquirir terras de custo baixo e se iniciavam no plantio de lavouras de subsistência.

O povoamento cresceu e se desenvolveu a partir de 1941 quando os moradores começaram a se estabelecer ao longo da estrada que dava acesso à cidade. Em 1942 foi implantado o cemitério e a primeira escola por volta de 1945. Vieram para a região, descendentes de poloneses, ucranianos, italianos e portugueses, além de indígenas e de afro-descendentes originários do sudeste e nordeste do Brasil.

Muitos posseiros não se fixaram nas áreas cedidas ou não se adaptavam com o clima, dificuldades financeiras, condições geográficas ou mesmo por terem adquiridos áreas de terras para fins especulativos. Mas, muitas famílias se fixaram na região e permanecem até hoje, através de seus descendentes, e continuam trabalhando e transformando a região tanto econômica ou geograficamente.

Criado através da Lei Estadual n° 9.563 de 31 de janeiro de 1991 foi desmembrado de Pitanga.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Possui uma área é de 394,533 km² representando 0,1979 % do estado, 0,07 % da região e 0,0046 % de todo o território brasileiro. Localiza-se a uma latitude 24°42'18" sul e a uma longitude 52°08'45" oeste, estando a uma altitude de 700 m. Sua população estimada em 2005 era de 3.462 habitantes.[carece de fontes?]

Demografia[editar | editar código-fonte]

Dados do Censo - 2000

População Total: 4.496

  • Urbana: 652
  • Rural: 3.844
  • Homens: 2.404
  • Mulheres: 2.092

Índice de Desenvolvimento Humano (IDH-M): 0,640

  • IDH-M Renda: 0,548
  • IDH-M Longevidade: 0,594
  • IDH-M Educação: 0,778

Clima[editar | editar código-fonte]

Segundo a classificação de Köppen, o clima é do tipo Cfb – subtropical úmido mesotérmico, cuja temperatura média anual é de 20°C, com média superior a 22°C nos meses mais quentes e inferior a 18°C nos meses mais frios. Os verões são quentes e invernos com ocorrência de geadas entre Maio a Agosto. A precipitação pluviométrica normal é em torno de 1700 a 1900 mm/ano e a umidade relativa do ar é de aproximadamente 80%.

Administração[editar | editar código-fonte]

Economia[editar | editar código-fonte]

A base da econômica do município de Mato Rico é a agropecuária. O município está dividido basicamente em pequenas propriedades, com áreas médias de 22,4 Ha, sendo então 82% de pequenos agricultores familiares (proprietários, meeiros, arrendatários e posseiros) e caracteriza-se pela baixa ou até média tecnologia com mão de obra familiar.[carece de fontes?]

A principal cultura é o milho, para consumo próprio e comercial, juntamente com a pecuária de corte, feijão, arroz, algodão, pecuária mista, soja e tendo como atividades emergentes, a apicultura e sericicultura e com grande potencial para o turismo rural e ecoturismo.

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.