Miguel Rosenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miguel Rosenberg
Nome completo Miguel Rosenberg
Nascimento 27 de abril de 1926
Rio de Janeiro
Nacionalidade brasileiro
Morte 6 de maio de 2016 (90 anos)
Rio de Janeiro
Ocupação Dublador
Ator

Miguel Rosenberg (Rio de Janeiro, 27 de abril de 1926 - Rio de Janeiro, 6 de maio de 2016)[1][2] foi um ator e dublador brasileiro. Um dos pioneiros da dublagem,[3] começou sua carreira na Rádio Tupi do Rio de Janeiro. Posteriormente, passou a atuar no cinema, tendo participado de seu primeiro filme em 1954: Rio, 40 Graus; em 1962, fez um papel de maior destaque em O Assalto ao Trem Pagador. Cinco anos mais tarde, participou de Redenção, da TV Excelsior, e em 1972 de Selva de Pedra, da Rede Globo, ambas novelas.[4] Atuou ainda em Jerônimo, o Herói do Sertão. No teatro, atuou em A Revolta dos Brinquedos, de Pernambuco de Oliveira. Em 2008, foi o protagonista em A Espera, filme de Fernanda Teixeira que participou do Festival de Cannes.[5].

Entre os vários trabalhos como dublador no currículo, estão: Zé Colmeia na versão dublada pela Herbert Richers de Zé Colmeia Show,[6] A Turma do Zé Colmeia[7] e Os Ho-ho-límpicos , Sr. Finkerton em Grande Polegar: Detetive Particular, Gorok em O Vale dos Dinossauros, Sherlocão em Clue Club,[8] a segunda voz de Chefe Q.Q. em Esquilo Sem Grilo,[6] Anjo do Espaço, Ben Cartwright (Lorne Greene) em Bonanza, A Escuna do Diabo, Martin Peyton (George Macready) na série Peyton Place, James Tolkan e Pat Buttram em De Volta Para o Futuro III (Avião e DVD), Mitch Ryan em O Mentiroso (DVD), Christopher Lloyd em Pagemaster, David Kelly em A Fantástica Fábrica de Chocolate, Vincent em Os Sem-Floresta, Coelho ou Abel em As Novas Aventuras do Ursinho Puff e A Maior Aventura do Ursinho Puff, Vesemir no jogo The Witcher 3: Wild Hunt, Laurens Prins no jogo Assassin's Creed IV: Black Flag, Doutor Youssef Salim no jogo Call of Duty: Black Ops III, Big Mouth Koopa em Super Mario World, Tio Chuck em Sonic SatAM e Sonic Underground, Consertador em Toy Story 2, Robert Hardy em Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o Cálice de Fogo e Harry Potter e a Ordem da Fênix, Gepeto em Shrek, Dr. Selig em Projeto Zeta, Sábio Ham em Hamtaro, Mestre dos Magos em Caverna do Dragão (segunda dublagem), e Sr. Burns em Os Simpsons (2ª e 6ª dublagem).

Morte[editar | editar código-fonte]

Rosenberg morreu em 6 de maio de 2016, após um AVC, que o internou uma semana antes da morte.[1]

Referências

  1. a b «Morre aos 90 anos Miguel Rosenberg, dublador de Zé Colmeia». Uol. Consultado em 6 de maio de 2016 
  2. «Miguel Rosenberg, dublador de Zé Colmeia, morre no Rio aos 90 anos». G1. Consultado em 6 de maio de 2016 
  3. Leonardo, Hugo (5 de maio de 2004). «A história da dublagem - Parte 1». ohaYO!. Consultado em 8 de março de 2013 
  4. «Dramaturgia > Novelas > Selva de Pedra - 1ª Versão». Memória Globo. Consultado em 9 de março de 2013 
  5. Fonseca, Rodrigo (19 de maio de 2008). «'A espera': dolorosa reflexão sobre a velhice». O Globo. Consultado em 9 de março de 2013. Cópia arquivada em 2 de fevereiro de 2014 
  6. a b «Dublagem: Desenhos Hanna-Barbera – Parte 1». RetroTV. 22 de janeiro de 2012. Consultado em 8 de março de 2013 
  7. «Dubladores Hanna-Barbera » 1972-1973». RetroTV. Consultado em 8 de março de 2013. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2009 
  8. «Dublagem: Desenhos Hanna-Barbera – Parte 2». RetroTV. 22 de janeiro de 2012. Consultado em 8 de março de 2013 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) dublador(a), integrado ao projeto sobre dublagem é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.