Miguel Rosenberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Miguel Rosenberg
Nome completo Miguel Rosenberg
Nascimento 27 de abril de 1926
Rio de Janeiro, RJ
Nacionalidade brasileiro
Morte 6 de maio de 2016 (90 anos)
Rio de Janeiro, RJ
Ocupação Ator e dublador
Atividade 1960-2016

Miguel Rosenberg (Rio de Janeiro, 27 de abril de 1926 - Rio de Janeiro, 6 de maio de 2016)[1][2] foi um ator e dublador brasileiro. Um dos pioneiros da dublagem,[3] começou sua carreira na Rádio Tupi do Rio de Janeiro. Posteriormente, passou a atuar no cinema, tendo participado de seu primeiro filme em 1954: Rio, 40 Graus; em 1962, fez um papel de maior destaque em O Assalto ao Trem Pagador. Cinco anos mais tarde, participou de Redenção, da TV Excelsior, e em 1972 de Selva de Pedra, da Rede Globo, ambas novelas.[4] Atuou ainda em Jerônimo, o Herói do Sertão. No teatro, atuou em A Revolta dos Brinquedos, de Pernambuco de Oliveira. Em 2008, foi o protagonista em A Espera, filme de Fernanda Teixeira que participou do Festival de Cannes.[5].

Entre os vários trabalhos como dublador no currículo, estão: Zé Colmeia na versão dublada pela Herbert Richers de Zé Colmeia Show,[6] A Turma do Zé Colmeia[7] e Os Ho-ho-límpicos , Sr. Finkerton em Grande Polegar: Detetive Particular, Gorok em O Vale dos Dinossauros, Sherlocão em Clue Club,[8] a segunda voz de Chefe Q.Q. em Esquilo Sem Grilo,[6] Anjo do Espaço, Ben Cartwright (Lorne Greene) em Bonanza, A Escuna do Diabo, Martin Peyton (George Macready) na série Peyton Place, James Tolkan e Pat Buttram em De Volta Para o Futuro III (Avião e DVD), Mitch Ryan em O Mentiroso (DVD), Christopher Lloyd em Pagemaster, David Kelly em A Fantástica Fábrica de Chocolate, Vincent em Os Sem-Floresta, Coelho ou Abel em As Novas Aventuras do Ursinho Puff e A Maior Aventura do Ursinho Puff, Vesemir no jogo The Witcher 3: Wild Hunt, Laurens Prins no jogo Assassin's Creed IV: Black Flag, Doutor Youssef Salim no jogo Call of Duty: Black Ops III, Big Mouth Koopa em Super Mario World, Tio Chuck em Sonic SatAM e Sonic Underground, Consertador em Toy Story 2, Robert Hardy em Harry Potter e a Câmara Secreta, Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban, Harry Potter e o Cálice de Fogo e Harry Potter e a Ordem da Fênix, Gepeto em Shrek, Dr. Selig em Projeto Zeta, Sábio Ham em Hamtaro, Mestre dos Magos em Caverna do Dragão (segunda dublagem), e Sr. Burns em Os Simpsons (2ª e 6ª dublagem).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Miguel Rosenberg nasceu em 27/04/1926, na cidade do Rio de Janeiro. Com 14 anos, por volta de 1940, trabalhava com pedras preciosas, e conheceu atores pelo trabalho, que o levaram ao teatro, e ele deixou a lapidação, para virar ator. Aos 19 anos, já como ator, foi convidado por colegas a Rádio Tupi, e ele foi, ingressando lá, em 1945. Em 1950, Miguel, aos 24 anos, foi convidado para o Rádio Teatro, para trabalhar com atuação e Rádio. Por volta de 1955, Miguel, foi para São Paulo, aos 29 anos, para trabalhar na Rádio Excelsior, pois o convidaram. Na dublagem Rosenberg ingressou em 1958, em São Paulo, na GravaSon, que viraria a AIC, ele chegou pelas mãos de colegas. Miguel casou-se nos anos 1960, e teve um filho, Renato Rosenberg, e uma filha adotiva. Miguel Rosenberg ficou um período de 14 anos na AIC, até 1972, quando ele voltou para o Rio de Janeiro, também voltando a dublagem, na Herbert Richers. Por volta de 1976, Miguel entrou na Dublasom Guanabara. Em meados de 1980 Rosenberg ingressou na Peri Filmes. Em 1984 ele passou a dublar na Telecine. Na VTI, ele entrou em 1990. Por volta de 1994, Miguel entrou na Delart. Sua entrada na Cinevideo ocorreu por volta 1998. Em meados de 2002 Miguel ingressou na Wan Macher. No ano de 2006, ele decidiu sair da Herbert Richers, junto do filho, Renato Rosenberg, que também era dublador, após alguns problemas. Em 2010 Miguel saiu da Delart, mas ainda dublava principalmente na Wan Macher, na Cinevideo, Audio Corp, Audio News e Som de Vera Cruz. A saída de Rosenberg da Wan Macher ocorreu de 2014, e ele passou a dublar mais principalmente na Cinevideo. Miguel Rosenberg morreu em 6 de maio de 2016, após um AVC, que o internou uma semana antes da morte.

Referências[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) dublador(a), integrado ao projeto sobre dublagem é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. «Morre aos 90 anos Miguel Rosenberg, dublador de Zé Colmeia». Uol. Consultado em 6 de maio de 2016 
  2. «Miguel Rosenberg, dublador de Zé Colmeia, morre no Rio aos 90 anos». G1. Consultado em 6 de maio de 2016 
  3. Leonardo, Hugo (5 de maio de 2004). «A história da dublagem - Parte 1». ohaYO!. Consultado em 8 de março de 2013 
  4. «Dramaturgia > Novelas > Selva de Pedra - 1ª Versão». Memória Globo. Consultado em 9 de março de 2013 
  5. Fonseca, Rodrigo (19 de maio de 2008). «'A espera': dolorosa reflexão sobre a velhice». O Globo. Consultado em 9 de março de 2013. Cópia arquivada em 2 de fevereiro de 2014 
  6. a b «Dublagem: Desenhos Hanna-Barbera – Parte 1». RetroTV. 22 de janeiro de 2012. Consultado em 8 de março de 2013 
  7. «Dubladores Hanna-Barbera » 1972-1973». RetroTV. Consultado em 8 de março de 2013. Cópia arquivada em 4 de fevereiro de 2009 
  8. «Dublagem: Desenhos Hanna-Barbera – Parte 2». RetroTV. 22 de janeiro de 2012. Consultado em 8 de março de 2013