Morro Grande

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura por algum outro significado do nome Morro Grande, veja Morro Grande (desambiguação).
Município de Morro Grande
"MG City"
Bandeira de Morro Grande
Brasão desconhecido
Bandeira Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 30 de março
Fundação 30 de março de 1992 (24 anos)
Gentílico morrograndense[1]
Prefeito(a) Valdionir Rocha (PSD)
(2013–2016)
Localização
Localização de Morro Grande
Localização de Morro Grande em Santa Catarina
Morro Grande está localizado em: Brasil
Morro Grande
Localização de Morro Grande no Brasil
28° 48' 03" S 49° 43' 15" O28° 48' 03" S 49° 43' 15" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Sul Catarinense IBGE/2008 [2]
Microrregião Araranguá IBGE/2008 [2]
Municípios limítrofes Nova Veneza, Meleiro, Turvo, Timbé do Sul e São José dos Ausentes (RS)
Distância até a capital 250 km
Características geográficas
Área 256,468 km² [3]
População 2 890 hab. Censo IBGE/2010[4]
Densidade 11,27 hab./km²
Altitude 90 m
Clima subtropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,790 alto PNUD/2000 [5]
PIB R$ 56 064,627 mil IBGE/2008[6]
PIB per capita R$ 20 094,85 IBGE/2008[6]
Página oficial

Morro Grande é um município no estado de Santa Catarina.

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros habitantes do município de Morro Grande chegaram ao local por volta de 1918. Ao derrubarem as primeiras árvores, para dar início as plantações, constataram que o local era cercado de morros, planaltos e planícies, por isso nomearam de Morro Grande.

As famílias das quais se tem registro na participação do nascimento da cidade são as de Jacinto, João e Paulo Biff; Primo, Vitório e Hérico Daniel; Pedro Dal Toé e de Torquato Feliciano Bitencourt. Eles eram descendentes de italianos que vieram de cidades próximas como Morro da Fumaça, Urussanga, Içara e Criciúma.

Educação[editar | editar código-fonte]

Apesar da simplicidade das casas e do modo de vida, a população se preocupava com a educação das crianças. A primeira escola municipal surgiu em 1919. Tinha como primeira professora Cesarina Machado, filha de Nicolau Machado de Souza, funcionando com muita precariedade numa casa particular. Sentindo a necessidade de um maior ensinamento às crianças, em 1974 o grupo escolar Ana Machado Dal Toé tornou-se verdadeiramente uma escola, que ensinava até o 1º grau. Só em 1994 foi criado o 2º grau e passou a ser o colégio estadual da região.

Religião[editar | editar código-fonte]

A religiosidade é algo forte no município, e a maioria da população é da religião católica, sendo assim, a primeira igreja foi construída em 1938, era uma estrutura simples, de madeira, no local onde hoje é a praça do município. Com o aumento populacional, no mesmo local, foi construída uma nova capela de alvenaria, em 1952. Mais tarde em 1964 foi fundada a atual igreja, chamada Capela Santa Cruz, por ser a padroeira da cidade. Existem capelas outras capelas pelo município, normalmente uma católica em cada comunidade, contudo existe lugar para cultos de outras religiões.

Economia[editar | editar código-fonte]

Hoje a maioria da população vive na zona rural e trabalha na agricultura. A economia é baseada na produção de arroz, fumo, milho, madeira e também se destaca na produção de corte de frango.

Turismo[editar | editar código-fonte]

As Furnas das Três Barras, a Serra do Pilão e o Morro do Realengo são ideais para quem gosta de praticar trekking. As grutas indígenas escavadas pelos índios Xokleng são curiosidades arqueológicas, e as cachoeiras do Risco (60 m) e Bizungo (110 m) são visitas obrigatórias. 

Referências

  1. História de Morro Grande no site do IBGE
  2. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  3. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010. 
  4. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010. 
  5. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008. 
  6. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010. 

Ver também[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.