Mujeres asesinas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Mujeres Asesinas)
Ir para: navegação, pesquisa
Mujeres Asesinas
Mulheres Assassinas (BR)
Informação geral
Formato Série
Género Drama
Crime
Suspense
Duração 43-46 minutos
Idioma original Espanhol
Produção
Produtor(es) Pedro Torres
Tema de abertura Que emane, Gloria Trevi
Un alma perdida, Ana Barbara
Con las manos atadas, Yuri
Exibição
Emissora de televisão original México TVC, Cablevisión, Megacable, AXN, Canal 5
Estados Unidos Univision
N.º de temporadas 3
N.º de episódios 40

Mujeres Asesinas (no Brasil, Mulheres Assassinas) foi uma série mexicana produzida por Pedro Torres.

A série apresentava em cada episódio, uma mulher que cometia um assassinato, a razão de tal ato e a sentença final pelo crime.

Trata-se de uma adaptação da série argentina de mesmo nome, que por sua vez foi baseada na trilogia de livros Mujeres Asesinas de Marisa Grinstein, na qual documenta histórias reais de homicídios cometidos por mulheres.

Os episódios foram dirigidos por: Mafer Suárez, Carlos García Agraz, Álvaro Curiel, Mariana Chenillo, Chava Cartas e Pepe Castro.

No Brasil, a CNT exibiu entre 2010 e 2011 a primeira e a segunda temporada. A primeira teve início na emissora no dia 15 de Julho de 2010, com o episódio Jéssica, Tóxica.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Mujeres Asesinas é uma série que apresenta o lado negro das mulheres que, tendo sido submetidas a maus-tratos, abusos e que acabam tornando-se assassinas. Trata-se uma investigação psicológica sobre as formas em que a violência e a morte se apropria à mente feminina.

O DIEM (Departamento de Investigação Especial de Mulheres) é encarregado de encontrar respostas, compreender e ajudar estas mulheres que são culpadas ou simplesmente vítimas de seu destino. Cada episódio mostra um caso diferente, onde uma mulher torna-se uma assassina. As mulheres que vão para o DIEM, após extensa pesquisa, são as que mataram, que tem consciência que merecem castigo, porém tiveram razões e motivações diferentes para chegar a matar. Os assassinos de mulheres, em última instância, são responsabilizados. São as mulheres assassinas que finalmente terão que acertar suas contas com a Justiça.

DIEM[editar | editar código-fonte]

O Departamento de Investigações Especiais da Mulher (DIEM), é uma instituição de alta tecnologia e profissionalismo com políciais capacitados de combater e solucionar crimes em que a assassina também foi uma vítima.

Primeira temporada[editar | editar código-fonte]

Segunda e Terceira temporada[editar | editar código-fonte]

Assassinas[editar | editar código-fonte]

Primeira temporada[editar | editar código-fonte]

Segunda temporada[editar | editar código-fonte]

Terceira temporada[editar | editar código-fonte]

Aberturas[editar | editar código-fonte]

  • Primeira Temporada - Instrumental
  • Segunda Temporada - (Que Emane - Gloria Trevi)
  • Terceira Temporada - (Alma Perdida - Ana Barbara)
  • Terceira Temporada - (Con Las Manos Atadas - Yuri)

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Versões[editar | editar código-fonte]

  • Mujeres Asesinas (Argentina) (2005-2008) - Versão Original
  • Mujeres Asesinas (México) (2008-2010)
  • Mujeres Asesinas (Colômbia) (2007-2009)
  • Mujeres Asesinas (Equador) (2009)
  • Donne Assassine (Itália) (2009)
  • Mujeres Asesinas (República Dominicana) (2012)
  • Killer Women (EUA) (2014)

Referências

Ligaçoês Externas[editar | editar código-fonte]