Neil Gorsuch

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Neil Gorsuch
Neil Gorsuch
Juiz Associado à Suprema Corte dos Estados Unidos
Mandato: 10 de abril de 2017
até a atualidade
Nomeação por: Donald Trump
Antecessor(a): Antonin Scalia
Juiz da Corte de Apelações da Décima Região dos Estados Unidos
Mandato: 8 de agosto de 2006
até 9 de abril de 2017
Nomeação por: George W. Bush
Antecessor(a): David M. Ebel
Dados pessoais
Nascimento: 29 de agosto de 1967 (50 anos)
Denver, Colorado, Estados Unidos
Alma mater: Universidade Columbia
Universidade Harvard
Religião: Epsicopalismo

Neil McGill Gorsuch (29 de agosto de 1967) é um juiz americano, membro da Suprema Corte dos Estados Unidos. Anteriormente, foi juiz da Corte de Apelações da Décima Região.[1]

Em 1º de fevereiro de 2017, o presidente Donald Trump indicou Gorsuch para a Suprema Corte, preenchendo a vaga aberta pela morte do juiz Antonin Scalia onze meses antes.[2] Na sexta-feira, 7 de abril de 2017, o magistrado foi confirmado para o cargo de juiz associado à Suprema Corte. O senado americano o aprovou com 54 votos contra 45 votos contrários, após uma mudança de regra acerca da aprovação da indicação para as nomeações.[3] Tomou posse na segunda-feira, 10 de abril, primeiramente na Suprema Corte ante seu presidente, John Roberts. Em seguida, fez seu juramento junto ao presidente Trump.

Gorsuch é um defensor do textualismo na interpretação das leis, originalismo na interpretação da Constituição dos Estados Unidos e é um defensor da filosofia do direito natural, tendo sido orientado em seu doutorado na Universidade de Oxford pelo teórico jusnaturalista John Finnis.[4]

Referências

´