Igreja Episcopal dos Estados Unidos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anglican Communion rose.svg

Igreja
Anglicana
WashingtonNationalCathedralHighsmith15393v.jpg
Catedral Nacional de Washington
Flag of the United States.svg
Tradição: Anglo-Católica e Anglo-reformada
Anglicanos: 1,835,931 batizados (2018)[1]
País: Estados Unidos da América
Paróquias: 6,921 (2018)
Bispos: 97
Catedrais: 97[2]
Primaz: Michael Bruce Curry
Página Oficial: https://www.episcopalchurch.org/

A Igreja Episcopal dos Estados Unidos da América é uma província eclesiástica da Comunhão Anglicana que abrange todo o território dos Estados Unidos da América, Honduras, Formosa, Colômbia, Equador, Haiti, República Dominicana, Venezuela, Ilhas Virgens Britânicas e partes da Europa.[3][4][5]

Esta Igreja foi organizada pouco depois da Revolução Americana quando foi forçada a separar-se da Igreja de Inglaterra pelo fato de os clérigos desta última serem obrigados a jurar fidelidade ao monarca Britânico.[6] Tornou-se, nas palavras do relatório de 1990 pelo Grupo do Episcopado do Arcebispo de Cantuária, "a primeira Província Anglicana fora das Ilhas Britânicas".[7] Hoje em dia está dividida em nove províncias e tem dioceses fora dos E.U.A.

Continuando a tradição e teologia Anglicana, a Igreja Episcopal considera-se uma via media, entre o Catolicismo Romano e o Protestantismo.[8]

A Igreja Episcopal tem sido ativa na Evangelização Social dos finais do século dezenove e desde os anos 1960s e 1970s tem tomado um papel de relevo no movimento progressista e em temáticas políticas relacionadas. Por exemplo, a Igreja Episcopal tomou posição sobre a pena de morte e apoiou o Movimento de Direitos Civis e Ação Afirmativa. Alguns dos seus dirigentes e pastores marcharam em demonstrações de direitos civis. A igreja reivindica a total igualdade civil para pessoas homossexuais. Desde julho de 2015, o matrimônio entre pessoas do mesmo passou a ser autorizado, sendo celebrado segundo o Livro de Oração Comum[9].

No que toca à questão do aborto, a igreja tem tomado uma posição mais suave. Sobre todas estas temáticas, membros individuais e clérigos podem, e frequentemente o fazem, discordar das posições oficiais da igreja.

A Igreja Episcopal também ordena mulheres para serem diáconas, presbíteras e bispas. Atualmente o Bispo Presidente da Igreja Episcopal é o Reverendíssimo Michael Curry.

A Igreja Episcopal dos Estados Unidos é considerada a Igreja Mãe da Igreja Episcopal Anglicana do Brasil, quando, em 1890, aportaram no Brasil, missionários da Igreja americana para realizar cultos em português e converter brasileiros. A IEAB foi um distrito missionário da Igreja Episcopal americana por 74 anos, obtendo sua autonomia eclesiástica em 1965, quando se tornou a décima-nona província da Comunhão Anglicana. Sua Igreja Mãe foi, e ainda é, a principal influência do Anglicanismo no Brasil.

Brasão da Igreja Episcopal.

Fiéis[editar | editar código-fonte]

O número total de membros ativos batizados em 2007 nos E.U.A. era de 2.154.572, de acordo com o relatório nacional de 2008, o que representa um decréscimo de 4,15% em relação ao número de 2006. Relativamente à Igreja Episcopal em 2005 havia 2.205.376 nos E.U.A. e 2.369.477 no mundo de acordo com relatórios das próprias paróquias.[10]

Catedral Episcopal em Washington, e a sexta maior catedral do mundo.[11][12]

Referências

  1. Table of Statistics of the Episcopal Church (2018)
  2. https://www.episcopalchurch.org/browse/cathedral/gmap
  3. edited by F. L. Cross.; F. L. Cross (Editor), E. A. Livingstone (Editor) (13 de março de 1997). The Oxford Dictionary of the Christian Church, 3rd edition. USA: Oxford University Press. p. 554. ISBN 0-19-211655-X 
  4. «Episcopal Church». The Columbia Encyclopedia, Sixth Edition. Columbia University Press. Maio de 2001. Consultado em 9 de setembro de 2007. Arquivado do original em 5 de dezembro de 2008 
  5. «Episcopal Church USA». Encyclopædia Britannica. Encyclopædia Britannica, Inc. Consultado em 9 de setembro de 2007 
  6. Hein, David; Gardiner H. Shattuck, Jr. (2004). The Episcopalians. New York: Church Publishing. ISBN 0898694973 
  7. Episcopal Ministry: The Report of the Archbishops' Group... [S.l.]: Church House Publishing. 1990. p. 123. ISBN 0715137360  |coautores= requer |autor= (ajuda)
  8. «What makes us Anglican? Hallmarks of the Episcopal Church». Episcopalchurch.org. Consultado em 16 de novembro de 2008. Arquivado do original em 12 de junho de 2011 
  9. «USA: Episcopal General Convention approves marriage equality». www.anglicannews.org (em inglês). Consultado em 30 de novembro de 2018 
  10. «From 2005 Parochial Reports. Source: The General Convention Office as of January 2007 Retrieved October 25, 2007» (PDF). Arquivado do original (PDF) em 13 de novembro de 2008 
  11. «National Cathedral: Cathedral Figures». National Cathedral. Consultado em 27 de abril de 2015. Arquivado do original em 11 de agosto de 2011 
  12. «What is the tallest building in Washington, D.C.?». DC Like a Local. 17 de agosto de 2009. Consultado em 27 de abril de 2015. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
Ícone de esboço Este artigo sobre construção civil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.