Palhoça (construção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Palhoça do Cebreiro

Palhoça (em galego: Palloza) é uma construção tradicional da Serra dos Ancares, na Galiza.[1] Consiste numa construção de plano circular, oval ou elíptico de grandes dimensões, com paredes de alvenaria de granito, com menos de dois metros de altura e poucos vãos que servem de porta e pequenas janelas. Tem teto elevado feito de palha de centeio, tendendo à forma cônica com uma inclinação entre 40 e 60º, suportado por uma moldura de madeira, que repousa sobre uma estrutura baseada em um ou dois pilares verticais de seis a oito metros de altura, em madeira de castanheiro e carvalho, sem utilização de materiais metálicos, que repousam no chão habitação, e que também servem como suporte para outras vigas que começam nas paredes e outras que são apoiadas nas anteriores.[2]

Referências

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Suárez, Manuel Caamaño (1999). A casa popular. Santiago de Compostela: Museu do Povo Galego 
  • Vázquez-Rodríguez, Alexandre Luis; Valcárcel, Marcos (2017). «Un hábitat de montaña: El caso de Piornedo, un asentamiento en la Serra dos Ancares (Noroeste de la Península Ibérica)». Antrope: 50-68 
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Palhoça (construção)