Pandita Ramabai

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Pandita Ramabai
Pandita Ramabai
Nascimento 23 de abril de 1858
Mangalor (Índia britânica)
Morte 5 de abril de 1922 (63 anos)
Pune (Índia britânica)
Cidadania Índia britânica
Ocupação autobiógrafo, lista de tradutores da Bíblia, tradutora

Pandita Ramabai (1858–1922) foi uma defensora dos direitos humanos na Índia, uma das primeiras mulheres indianas a casar-se com um homem de outra casta, contrariando assim o sistema hindu de castas e karma. Quando foi morar na Inglaterra converteu-se ao Cristianismo. Ramabai guiou um pequeno, porém renovado grupo à experiencia do batismo no Espírito Santo no início de 1900. A história do pentecostalismo na Índia começou com o ministério desta mulher brâmane.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]