Planejamento familiar natural

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O planejamento familiar natural é um método de planejamento familiar que exclui o uso de contraceptivos químicos e mecânicos, como a pílula, a esterilização e o preservativo. Os principais métodos naturais para a prevenção da gravidez são a infertilidade causada pelo aleitamento e a abstinência sexual periódica: esta última, com o auxílio de vários métodos de monitorização da fertilidade, tais como o método de Billings, o método sintotérmico, o método rítmico e o método da temperatura corporal basal.

Monitorização da fertilidade[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Monitorização da fertilidade

A monitorização da fertilidade não chega propriamente a ser um método contraceptivo mas um meio de identificação dos períodos férteis ou inférteis da mulher para se tentar obter ou evitar a gravidez. Se uma mulher não quiser engravidar, então abstém-se de ter relações sexuais durante o seu período fértil.[1] Atualmente, existem, ainda, equipamentos auxiliares, tais como os monitores eletrónicos de fertilidade, que facilitam muito a monitorização da fertilidade. Estes monitores analisam, de forma automática, mudanças da concentração de certas hormonas na urina, da temperatura corporal basal e da composição dos fluidos vaginais. Estima-se que as taxas de falhas reais destes monitores, se forem usados corretamente, variam entre 0,6% (marca LadyComp) e 6% (marca Persona).[2] [3]

Eficácia[editar | editar código-fonte]

Segundo um relatório da Organização Mundial de Saúde publicado em 2004, os métodos naturais baseados na monitorização da fertilidade, se forem usados correta e consistentemente, são eficazes e as suas taxas de falha em um ano de uso são entre 1% a 9%. Para alcançar estes valores, é preciso o envolvimento, motivação, obediência e participação do casal e um especialista/instrutor experiente e especificamente treinado.[4] O método sintotérmico, se usado corretamente, pode evitar a gravidez em 97,2% dos casos[5] e o método de Billings entre 96,8% e 99,5% dos casos.[6] [1] Em relação à infertilidade causada pelo aleitamento, a sua taxa de falhas em um ano varia entre 0,5% e 2%. Mas este método acaba com o fim do aleitamento do recém-nascido.[4]

Porém, a eficácia real dos métodos naturais pode ser significativamente mais baixa do que a eficácia do método em si - alguns estudos encontraram taxas de falhas reais de 25% por ano.[7] [8] [9] Mas as taxas de falhas reais têm grandes variações dependendo da população que está sendo estudada e do método usado - pelo menos um estudo encontrou uma taxa de falhas real de menos de 1% por ano,[10] e diversos estudos encontraram taxas de falhas reais de 2-3% por ano.[11] [12] [13] [14] O fato de a eficácia real ser mais baixa pode ser devido a erros por parte dos instrutores ou dos usuários, mas também à desobediência consciente do usuário,[13] [15] com a realização do ato sexual durante o período fértil. É preciso, também, salientar o facto de estes métodos não serem eficazes na prevenção contra as doenças sexualmente transmissíveis como a SIDA, com a óbvia exceção da abstinência sexual total.

Aspectos ético-religiosos[editar | editar código-fonte]

Posição católica[editar | editar código-fonte]

De acordo com a doutrina de comportamento sexual da Igreja Católica, o planejamento familiar natural não é um método contraceptivo. Ela aceita que o desejo pelo prazer sexual faz parte da natureza humana, mas que a felicidade e o prazer não são sinônimos. O prazer como objetivo poderia transformar o parceiro sexual em um meio, em um ato portanto egoísta, enquanto que o verdadeiro conhecimento do parceiro e doação ao parceiro (amor) poderiam estar sendo camuflados.

Para o cristão católico, a fertilidade é uma condição natural e bem-vinda do homem e da mulher. Qualquer instrumento utilizado com a intenção de negar a fertilidade é uma atitude com a intenção de negar a realidade.[16] A contracepção se torna, assim, a recusa da fertilidade do cônjuge e da abertura à vida.[17] Quando o prazer sexual mútuo tem, como fim, atender desejos instintivos mútuos, sem se estar aberto à procriação, a relação sexual é vista como irresponsável com a realidade. Um casal que não está aberto à procriação como resultado daquela união não está se doando na totalidade pessoal, o que resulta numa falsificação da verdade interior do amor entre os cônjuges.[18]

Segundo a doutrina católica, os métodos naturais são os únicos permitidos; são formas mais humanistas e responsáveis de viver a responsabilidade procriadora; fortalecem a comunicação e o amor entre os cônjuges; promovem o autoconhecimento do corpo; e não têm efeitos colaterais no organismo. Tais métodos promoveriam a ideia de que a fertilidade é uma riqueza e dádiva natural, podendo e devendo ser utilizada em momento oportuno.

Tabela mostrando os dias férteis (em roxo) e inférteis (em verde e vermelho) do ciclo menstrual da mulher
Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Planejamento familiar natural

Vide também[editar | editar código-fonte]

Ligações externos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b Planeamento familiar natural, Secretariado Diocesano da Pastoral Familiar da Diocese de Coimbra
  2. http://www.epigee.org/guide/computers.html
  3. James Trussell, LL Wynn (January 2008). "Reducing unintended pregnancy in the United States" (PDF). Contraception (PDF) [S.l.: s.n.] 77 (1): 1–5. doi:10.1016/j.contraception.2007.09.001. PMID 18082659.  |number= e |issue= redundantes (Ajuda)
  4. a b Contraception - Issues in Adolescent Health and Development, Organização Mundial de Saúde, Genebra, 2004; págs. 34-35
  5. Guia para a prestação de serviços de PFN. OMS. Genebra, 1989.
  6. HILGERS et al., Journal of Reproductive Medicine, Junho de 1998.
  7. Wade ME, McCarthy P, Braunstein GD; et al. (October 1981). "A randomized prospective study of the use-effectiveness of two methods of natural family planning". American journal of obstetrics and gynecology [S.l.: s.n.] 141 (4): 368–376. PMID 7025639. 
  8. Medina JE, Cifuentes A, Abernathy JR; et al. (December 1980). "Comparative evaluation of two methods of natural family planning in Colombia". American journal of obstetrics and gynecology [S.l.: s.n.] 138 (8): 1142–1147. PMID 7446621. 
  9. Marshall J (August 1976). "Cervical-mucus and basal body-temperature method of regulating births: field trial". Lancet [S.l.: s.n.] 2 (7980): 282–283. PMID 59854. 
  10. Evaluation of the Effectiveness of a Natural Fertility Regulation Programme in China: Shao-Zhen Qian, et al. Reproduction and Contraception (English edition), in press 2000.
  11. Frank-Herrmann P, Freundl G, Baur S; et al. (December 1991). "Effectiveness and acceptability of the sympto-thermal method of natural family planning in Germany". American journal of obstetrics and gynecology [S.l.: s.n.] 165 (6 Pt 2): 2052–2054. PMID 1755469. 
  12. Clubb EM, Pyper CM, Knight J (1991). "A pilot study on teaching natural family planning (NFP) in general practice". Proceedings of the Conference at Georgetown University, Washington, DC. 
  13. a b "European Natural Family Planning Study Groups. Prospective European multi-center study of natural family planning (1989-1992): interim results". Advances in Contraception [S.l.: s.n.] 9 (4): 269–283. December 1993. PMID 8147240. 
  14. Frank-Herrmann P, Freundl G, Gnoth C; et al. (June-September 1997). "Natural family planning with and without barrier method use in the fertile phase: efficacy in relation to sexual behavior: a German prospective long-term study". Advances in Contraception [S.l.: s.n.] 13 (2-3): 179–189. PMID 9288336. 
  15. Howard, M.P. and Stanford, J.B. (1999) "Pregnancy probabilities during use of the Creighton Model Fertility Care System", Archives of Family Medicine 8(5):391-402
  16. YOUCAT Brasil: Catecismo Jovem da Igreja Católica. São Paulo: Paulus, 2011. 303 p. p. 218-232. ISBN 978-85-349-3324-7
  17. João Paulo II, Familiaris consortio, n° 32: Na visão integral do homem e sua vocação.
  18. João Paulo II, Familiaris consortio, n° 32: Na visão integral do homem e sua vocação.