Política do Zimbabwe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Zimbabwe
Coat of arms of Zimbabwe.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo do
Zimbabwe



Outros países · Atlas

O Zimbabwe é uma república com um presidente executivo e um parlamento que possui duas câmaras.

O atual presidente é Robert Mugabe, que foi eleito como primeiro-ministro em 1980 pelo ZANU-PF, mas se tornou presidente com uma mudança na constituição em 1987. Mugabe tentou granjear apoios revertendo a antiga política colonial de posse da terra com atitudes políticas muito criticadas, como a tomada de fazendas pertencentes a brancos para assentar negros, o que, segundo os críticos, fizeram a situação económica piorar.

Em março de 2008 houve eleições gerais, que foram ganhas pelo partido oposicionista, o MDC (Movimento para a Mudança Democrática), em termos de lugares no parlamento, mas nenhum dos três candidatos à presidência obteve os 50 % necessários.

Na 2ª volta das eleições, que teve lugar no dia 27 de Junho, Mugabe concorreu sozinho às eleições, tendo sido empossado para o 6ª mandato dois dias depois. O candidato alternativo, Morgan Tsvangirai, havia desistido da corrida eleitoral alguns dias antes, alegadamente devido ao clima de violência que se tinha implantado no país. Isto espoletou uma crise, que a SADC, através do presidente da África do Sul, Thabo Mbeki, tentou resolver, organizando negociações entre os três candidatos à presidência e respectivos partidos [1].

Emmerson Mnangagwa New president 2017.

Referências


Zimbabwe Outline.svg Zimbabwe
História • Política • Subdivisões • Geografia • Economia • Demografia • Cultura • Turismo • Portal • Imagens
Ícone de esboço Este artigo sobre política ou um cientista político é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.