Pontifícia Academia para a Vida

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Dicastério da Igreja Católica
Coat of arms Holy See.svg
Pontifícia Academia para a Vida
 
Pontificia Academia Pro Vita


Ereção Canônica: 11 de fevereiro de 1994
Presidente: Dom Ignácio Carrasco de Paula



Santa Sé · Igreja Católica
Projeto Catolicismo · uso desta caixa

Pontifícia Academia para a Vida é uma academia científica criada em 11 de fevereiro de 1994 pelo Papa João Paulo II, através do Motu proprio Vitae Mysterium.

Historia[editar | editar código-fonte]

Tem por objetivo estudar, informar e formar sobre os principais problemas de biomedicina e de direito, relativos à promoção e à defesa da vida, sobretudo na relação direta que estes têm com a moral cristã e as diretrizes do Magistério da Igreja. Para realizar estes fins, em outubro de 1994 foi instituída uma fundação denominada Vitae Mysterium.

A Pontifícia Academia para a Vida goza de autonomia e mantém relações com o "Pontifício Conselho para a Pastoral dos Agentes de Saúde" e com vários outros dicastérios da Cúria Romana envolvidos com o serviço à vida humana.

A Academia tem caráter supra-nacional, a ela pertencem setenta membros, todos nomeados pelo Papa, representantes dos mais diversos ramos das ciências biomédicas e daquelas relacionadas com os problemas que dizem respeito à promoção e defesa da vida humana. Possui também três outros membros "ad honorem" e membros correspondentes que trabalham em institutos e centros de estudo sobre a cultura da vida.

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Período Notas
Presidentes
Dom Ignácio Carrasco de Paula 2010- Atual
Dom Salvatore Fisichella 2004-2010
Dom Elio Sgreccia 1998-2004
Juan de Dios Vial Correa, PSS 1994-1998
Jérôme Lejeune 1994


A Academia tem tambèm um Conselho Diretor de cinco acadêmicos.

Ligação externa[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.