Powerviolence

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Powerviolence
Origens estilísticas Hardcore punk
Thrashcore
Grindcore
Youth crew
Noise
Sludge metal
Contexto cultural Final da década de 1980 na América do Norte
Instrumentos típicos Baixo, bateria, guitarra

Powerviolence (às vezes escrito como power violence) é um sub-gênero do hardcore punk. O estilo está fortemente relacionado com o thrashcore e o grindcore.1

Historia[editar | editar código-fonte]

O termo foi criado por Matt Domino em 1989. O termo fora mencionado pela primeira vez na música "Hispanic Small Man Power (H.S.M.P.)" pelos pioneiros do gênero Man Is the Bastard. Sua forma inicial foi estabelecida no final da década de 1980 na música da banda de hardcore punk Infest, que misturava elementos do youth crew com o som dissonante de bandas como Lärm e Siege. O microgênero se solidificou em sua forma mais comum no inicio da década de 1990, com o som de bandas como Man Is the Bastard, Crossed Out, Neanderthal, No Comment, Capitalist Casualties. As bandas de powerviolence foram inspiradas pelas bandas Siege, Deep Wound, Cryptic Slaughter, Septic Death, Dirty Rotten Imbeciles, Negative FX e Corrosion of Conformity. Esses precursores do powerviolence são considerados "thrash" ou thrashcore.

Fora fundada pelo baixista e vocalista da banda Spazz, Chris Dodge, a gravadora Slap-a-Ham Records durante a ascensão e declínio do powerviolence, lançando álbuns de bandas como Neanderthal, No Comment, Crossed Out, Infest, e Spazz. A gravadora promovia um festival anual de powerviolence chamado [i]Fiesta Grande[/i], que ocorreu desde 1993 até 2000. A gravadora do baterista Max Ward, 625 Thrashcore iniciou seu próprio festival, o Super Sabado Gigante que era bem similar. Enquanto o powerviolence é relacionado ao thrashcore (às vezes conhecido apeas por "thrash"), o gênero é distinto de bandas de thrash metal ativos da mesma região ao mesmo tempo.

Referências

  1. "Powerviolence: The Dysfunctional Family of Bllleeeeaaauuurrrgghhh!!". Terrorizer no. 172. July 2008. p. 36-37.


Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.