Screamo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Screamo
Concerto da banda americana Loma Prieta.
Origens estilísticas Hardcore punk
Post-hardcore
Noise
Emo
Contexto cultural Década de 1990, San Diego, Califórnia
Instrumentos típicos Bateria, Baixo, Guitarra, Vocal
Popularidade Média nos Estados Unidos. Baixa no Brasil e em outros países.
Formas derivadas Crunkcore
Formas regionais
Outros tópicos

Screamo (também conhecido como emo-violence) é um estilo agressivo do emo que surgiu no início dos anos 90 nos Estados Unidos, especialmente na cidade de San Diego, mas também houve bandas pioneiras na costa leste do país. O estilo caracteriza a forma mais agressiva e caótica do emocore.[1] As canções muitas vezes variam muito em seus ritmos, sendo geralmente mais caótico e intercalando seções melódicas e suaves, algumas bandas como Alexisonfire e Alesana mantém a instrumentação melódica e típica do pós-hardcore ou emocore, porém, sem abrir mão dos gritos característicos do screamo, em contraste, outras bandas como à californiana Loma Prieta são mais caóticas e possuem influências do powerviolence. Embora não seja comum, algumas bandas de screamo podem utilizar técnicas de death growls, embora este não tenha nada a ver com o hardcore e esteja mais relacionado ao metal extremo. As letras de screamo muitas vezes apresentam temas poéticos semelhantes ao emo, como dor emocional e interesse romântico, bem como política e direitos humanos.[1]

Alguns outros estilos estão relacionados com o screamo, incluindo: crunkcore, um estilo de crunk que utiliza as técnicas gritadas do screamo, e o nintendocore.

Características[editar | editar código-fonte]

Banda Alexisonfire durante um concerto em 2004.

O screamo utiliza instrumentação de hardcore típica, algumas vezes com influências do noise, powerviolence e grindcore, o estilo geralmente é baseado no lado agressivo e caótico da cena pós-hardcore e emocore,[2] mas é notável por suas breves composições, execuções caóticas e vocais gritados (fry scream). As principais características do estilo são descritas pela Allmusic:[2]"Ele veio para ser a dinâmica forte/suave de ter um ou dois cantores que se alternam entre canto apaixonado e canto gritante e perturbado que caracteriza a maioria dos screamos. Estas vozes ficam muitas vezes em camadas, ou aparecem lado a lado entre os riffs de guitarra agressivos usados ​​para adicionar uma catarse exaustiva e emocional.'' Além das transições melódicas entre pesado e suave, o estilo também é caracterizado "por frequentes mudanças de andamento e dinâmica e de catarse libertação-tensão".[3] Os vocais gritados são usados "não de forma consistente, mas como uma espécie de elemento crescente, uma arma sônica para ser trotada quando a música e as letras chegam a um campo emocional particular."[3] Alguns consideram o screamo como uma ponte entre o hardcore punk e o emo.

Jayson Green e Jeffrey Salane (ao fundo) da banda americana Orchid, considerada uma das pioneiras do Screamo.

Álbuns que representam o estilo[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
  1. a b Jason Heller, "Feast of Reason". Denver Westword, June 20, 2002. [1] Access date: June 15, 2008
  2. a b «Explore style: Screamo». 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2015. Cópia arquivada em 17 de outubro de 2010 
  3. a b Henderson, Alex. «Let It Enfold You - Senses Fail». AllMusic. Consultado em 31 de dezembro de 2013