Screamo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Screamo
Jayson Green e Jeffrey Salane (ao fundo) da banda americana Orchid, considerada uma das pioneiras do screamo.
Origens estilísticas Emo
Hardcore punk
Post-hardcore
Noise rock
Contexto cultural Década de 1990, San Diego, Califórnia
Instrumentos típicos Bateria, Baixo, Guitarra, Vocal gritado
Popularidade Baixa
Formas derivadas Crunkcore
Formas regionais
Outros tópicos
Powerviolence  • Screaming

Screamo (também referido como skramz[1]) é um subgênero agressivo do emocore que surgiu na década de 1990 nos Estados Unidos, especialmente na cidade de San Diego, mas também houve bandas pioneiras na costa leste do país. É caracterizado pela forma mais agressiva e caótica do emo.[2] O gênero é fortemente influenciado pelo hardcore punk e caracterizado pelo uso de vocais gritados agudos (screaming ou fry scream).[3] No entanto, o termo "screamo" tem sido atribuído muitas vezes na cultura milenar e da Geração Z, é frequentemente usado como um termo genérico para qualquer música (geralmente associada ao hardcore) que contenha vocais gritados.[3][4] As canções muitas vezes variam muito em seus ritmos, sendo geralmente mais caótico e intercalando seções emotivas e suaves. Algumas bandas como Alesana, no álbum On Frail Wings of Vanity and Wax, conseguem manter a instrumentação melódica e típica do post-hardcore e letras confessionais do emo sem abrir mão dos gritos, em contraste, outras bandas como Loma Prieta, Orchid e Saetia são mais caóticas e barulhentas, possuindo influências do noise rock e powerviolence. As letras de screamo muitas vezes apresentam temas emocionais semelhantes aos que são apresentados no emo, como dor emocional e romance, outras vezes apresentando temas líricos mais atrelados ao hardcore como política e direitos humanos.[2]

Alguns outros estilos estão relacionados com o screamo, incluindo: crunkcore, um estilo de crunk que utiliza as técnicas gritadas do screamo e o nintendocore.

Características[editar | editar código-fonte]

Banda Alexisonfire durante um concerto em 2004

O screamo utiliza instrumentação de hardcore típica, algumas vezes com influências do noise e powerviolence. O estilo geralmente é baseado no lado agressivo e caótico da cena post-hardcore e emocore,[3] mas é notável por suas breves composições, execuções caóticas e vocais gritados agudos (fry scream). As principais características do estilo são descritas pela Allmusic:[3]"Ele veio para ser a dinâmica forte/suave de ter um ou dois cantores que se alternam entre canto apaixonado e canto gritante e perturbado que caracteriza a maioria dos screamos. Estas vozes ficam muitas vezes em camadas, ou aparecem lado a lado entre os riffs de guitarra agressivos usados ​​para adicionar uma catarse exaustiva e emocional.'' Além das transições melódicas entre pesado e suave, o estilo também é caracterizado "por frequentes mudanças de andamento e dinâmica e de catarse libertação-tensão".[5] Os vocais gritados são usados "não de forma consistente, mas como uma espécie de elemento crescente, uma arma sônica para ser trotada quando a música e as letras chegam a um campo emocional particular."[5] Alguns consideram o screamo como uma "ponte" entre o hardcore punk e o emo.

Álbuns que representam o estilo[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «The History of Metalcore/Screamo». MetalSucks. 7 de junho de 2010. Consultado em 18 de janeiro de 2018 
  2. a b Jason Heller, "Feast of Reason". Denver Westword, June 20, 2002. [1] Access date: June 15, 2008
  3. a b c d «Explore style: Screamo». AllMusic. 2010. Consultado em 12 de janeiro de 2015  Parâmetro desconhecido |arquivo= ignorado (ajuda) Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "ScreamoAM" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "ScreamoAM" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes
  4. Morgan, Phillip (9 de outubro de 2014). «Six Bands Bringing Respect Back to 'Screamo' Vocals». Emertainment Monthly. Arquivado do original em 19 de março de 2015 
  5. a b Henderson, Alex. «Let It Enfold You - Senses Fail». AllMusic. Consultado em 31 de dezembro de 2013 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.