I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde dezembro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love
Álbum de estúdio de My Chemical Romance
Lançamento 23 de Julho, 2002
Gravação 15 a 25 de Maio de 2002
Gênero(s) Post-hardcore, Heavy Metal, Punk Rock
Duração 40:59
Gravadora(s) Eyeball
Produção Geoff Rickly
Cronologia de My Chemical Romance
Three Cheers for Sweet Revenge
(2004)
Singles de I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love
  1. "Honey, This Mirror Isn't Big Enough for the Two of Us"
    Lançamento: 27 de maio de 2002
  2. "Our Lady of Sorrows"
    Lançamento: 23 de junho de 2002
  3. "Vampires Will Never Hurt You"
    Lançamento: 15 de dezembro de 2003
  4. "Headfirst for Halos"
    Lançamento: 5 de abril de 2005
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 2.5 de 5 estrelas. link
Drowned in Sound 8 de 10 estrelas. link
IGN 7.9 de 10 estrelas. link
The Guardian 3 de 5 estrelas. link

I Brought You My Bullets, You Brought Me Your Love é o álbum de estreia da banda de Nova Jersei, My Chemical Romance, lançado em 23 de Julho de 2002. As canções do álbum contam a história dos Demolidores de Amores (Demolition Lovers), um grupo de criminosos que cometem muitos crimes juntos, depois morrem em um deserto e vão para inferno. A história continua no segundo disco Three Cheers for Sweet Revenge. A banda ganhou muitos fãs do mundo underground mas não podiam chegar nos mercados grandes até seu segundo álbum, que foi lançado dois anos mais tarde. Já que o nome do álbum era muito grande, os fãs o abreviavam como "Bullets". O disco foi produzido por Geoff Rickly, o vocalista da banda Thursday, que trabalha na Eyeball Records.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Todas as canções escritas e compostas por My Chemical Romance, excepto Romance. 

CD
N.º Título Duração
1. "Romance"   1:02
2. "Honey, This Mirror Isn't Big Enough for the Two of Us"   3:51
3. "Vampires Will Never Hurt You"   5:26
4. "Drowning Lessons"   4:23
5. "Our Lady of Sorrows"   2:05
6. "Headfirst for Halos"   3:28
7. "Skylines and Turnstiles"   3:23
8. "Early Sunsets Over Monroeville"   5:04
9. "This Is the Best Day Ever"   2:12
10. "Cubicles"   3:51
11. "Demolition Lovers"   6:06

Notas sobre faixas[editar | editar código-fonte]

  • "Romance"
Romance, na verdade, não é uma canção de My Chemical Romance. É apenas a primeira parte de uma música dedilhada conhecida pelo nome "Romance de Amor" ou "Love Romance", uma música espanhola. É muito diferente das outras faixas, pois esta, é uma peça acústica clássica e o resto das canções são bem mais hardcore. Na história conceitual do disco, ainda quando a canção não tem nenhuma letra, representa o amor entre o protagonista e sua namorada.
Nesse ponto, a relação dos protagonistas está quebrada e eles se separam, saindo de sua cidade natal.
Essa canção é a parte onde os vampiros assumem o controle da cidade dos personagens principais. Gerard Way disse que utilizou os vampiros como metáfora para para as pessoas que desejam utilizar as outras para seu próprio enriquecimento.
  • "Drowning Lessons"
Vampiros, ele faz tudo por ela, e continua fazendo, mas ela não corresponde isso, e ele se pergunta o porquê disso. Ao final se da conta e quer ela bem longe.
Essa música fala sobre amizade e a vontade de fazer qualquer coisa para teus amigos. Também fala de como fazer uma pausa aos teus amigos pode te ajudar a conseguir tudo e a superar qualquer dificuldade. Fala de como muitas pessoas não sabem que têm bons amigos ao seu lado mas eles não se dão conta: ("Stand up fucking tall, don't let them see your back, and take my fucking hand and never be afraid again").
Bem, suicídio. O que acontece quando se está muito triste, depressivo. Nessas horas, a pessoa acaba achando que deve colocar uma arma na cabeça e dar cabo à própria vida. My Chemical Romance, através dessa música, tenta passar coisas positivas. As pessoas devem pensar coisas boas, quando estão tristes, para não cometerem besteiras.

A frase ("Now the red ones make me fly, and the blue ones help me fall"), pode se referir aos antidepressivos.

  • "Skylines And Turnstiles"
Gerard Way trabalhava como desenhista de quadrinhos em Nova York, ali ele pode observar o ataque às torres gêmeas no 11 de setembro. Então Gerard foi encontrar o, agora ex-baterista da banda, Matt Pelissier e escreveram a canção, expressando seus sentimentos sobre aquele dia.
  • "Early Sunsets Over Monroeville"
Se baseia na história do filme O Amanhecer dos Mortos (filmada na alameda de Monroeville de Pennsylvania), onde o homem e a mulher estão separados e a mulher é mordida por um zombie. Tão dificilmente como é, o homem deve matá-la antes de que o mate. Essa é uma das canções em que Frank Iero toca.
  • "This Is The Best Day Ever"
Quando o MCR estava gravando este primeiro CD, Gerard Way tinha um dente com caries, por tanto, visitava constantemente o hospital. Então ele escreveu o refrão "O dia em que sair do hospital, esse será o melhor dia de todos".
  • "Cubicles"
Essa música fala sobre como é estar secretamente apaixonado. Ele fala sobre como escreve bilhetes para ela, mas desiste de entregá-los e “joga pela janela”. Está feliz assim, apenas apaixonado, observando-a, mesmo com ela nem sabendo sobre sua existência. Também é abordado a questão do mercado de trabalho,que está totalmente acima dos sentimentos,onde pessoas são totalmente descartáveis.
  • "Demolition Lovers"
A música fala sobre o homem e a mulher da história do CD, que estão separados e pensando em se suicidar; os dois morrem, baixo ao deserto, no fim da música. Começa muito calma, um pouco semi-acústica, quando de repente se explode em guitarras e baterias acompanhada de gritos, enquanto Gerard trata de falar à sua amante o ela significa para ele, mas não encontra as palavras adequadas. Essa música fala sobre “amar alguém até a morte” ou “morrer por essa pessoa”. A real história, é sobre como morrem ambos os amantes. Diz, que, para que ele esteja com ela após a morte, ele deve matar 1000 homens maus (é como um epílogo de “Drowning Lessons” e um prólogo do próximo CD, o “Three Cheers For sweet revenge”). No CD, ele diz: "To K: I'm sorry I write all these songs about killing you, I hope the last track makes up for it." (“para K: Perdoe-me por ter escrito todas essas músicas sobre sua morte, eu espero que a a última música possa melhorar isso.”)
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de My Chemical Romance é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.