Rio Pomba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura mais sobre Rio Pomba, veja Rio Pomba (desambiguação).
Pomba
Vale do rio pomba.jpg

Vale do rio Pomba, no município de Santa Bárbara do Tugúrio

Localização
País
Localização
Coordenadas
Dimensões
Comprimento
305 km
Hidrografia
Tipo
Bacia hidrográfica
Área da bacia
8 616 km2Visualizar e editar dados no Wikidata
Nascente
Altitude da nascente
1 100 m
Afluente
principal
Caudal médio
163 m³/s
Foz

O rio Pomba é um curso de água, que banha os estados de Minas Gerais e do Rio de Janeiro. É um dos principais afluentes da margem esquerda do rio Paraíba do Sul. Também dá nome à cidade de Rio Pomba, onde é proibida a extração de areia por decreto aprovado pela câmara municipal.[carece de fontes?]

Nasce no município de Barbacena, Minas Gerais, atravessa a Zona da Mata Mineira e desagua no rio Paraíba do Sul entre os municípios de Cambuci e Itaocara, Rio de Janeiro. Seus principais afluentes são os rios Novo ou Piau, Pardo e Formoso. As maiores cidades localizadas às suas margens são Cataguases em Minas Gerais e Santo Antônio de Pádua e Aperibé no Rio de Janeiro.[1]

As terras da bacia do rio Pomba encontram-se severamente desmatadas, num processo iniciado durante o ciclo do café em toda a Zona da Mata e que não poupou nem mesmo as regiões das nascentes do rio. Trata-se de um fator que contribui para a degradação do rio, já castigado pelo lançamento de efluentes industriais e domésticos. Em 2003 um grave derramamento de mais de 1 bilhão de litros de resíduos tóxicos de uma indústria em Cataguases causou enormes prejuízos ambientais, sendo os reflexos detectados no rio Paraíba do Sul até sua foz no oceano Atlântico no estado do Rio de Janeiro.[carece de fontes?]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre hidrografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.