Samba a Dois

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Samba a dois é a primeira faixa do terceiro disco da banda carioca Los Hermanos, "Ventura". Com refrão irônico, a música é uma das mais requisitadas da banda por intépretes. Sua letra tem muita influência das críticas recebidas pela banda quanto as suas incursões pelo samba, sendo assim, uma espécie de resposta. Além disso, a letra possui uma intertextualidade com a música "Tem Mais Samba", de Chico Buarque. O samba do compositor carioca é pontuado pelos versos "Tem mais samba no peito de quem chora/Tem mais samba no pranto de quem vê/Que o bom samba não tem lugar nem hora/O coração de fora/Samba sem querer/Vem que passa teu sofrer/Se todo mundo sambasse/Seria tão fácil viver", enquanto "Samba a dois" receber os seguintes: "Me lava a alma/me leva embora/Deixa haver samba no peito de quem (chora)", "Quem me ensinou a te dizer/"Vem que passa o teu sofrer"?" e "Me laça a alma/me leva agora/Já que um bom samba não tem lugar".

Além da relação com a música de Chico, a música traz outro trocadilho. Ao cantar "Me laça a alma/me leve agora...", entre outros versos com a mesma sonoridade e construção, o compositor e intérprete, Marcelo Camelo, canta "Mi laça a alma...", o que seria um trocadilho com o nome de Mila Burns, ex-repórter da Globo RJ, que foi casada com o vocalista da banda carioca.

  • Em uma aprensentação no programa Bem Brasil, da TV Cultura, a música "Mania de Você", de Rita Lee, e seus versos 'Nada melhor do não fazer nada/só pra deitar e rolar com você' foram incluídos sobrepondo o arranjo final dos metais.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma canção é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.