Ventura (álbum)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ventura
Álbum de estúdio de Los Hermanos
Lançamento 7 de maio de 2003
Gravação 20 de janeiro - 23 de fevereiro 2003
Gênero(s) Indie rock
Samba
Rock experimental
Formato(s) CD
Gravadora(s) BMG
Produção Alexandre Kassin
Certificação Ouro = 100.000 cópias (ABPD, Brasil Brasil) [1]
Opiniões da crítica

O parâmetro das opiniões da crítica não é mais utilizado. Por favor, mova todas as avaliações para uma secção própria no artigo. Veja como corrigir opiniões da crítica na caixa de informação.

Cronologia de Los Hermanos
Bloco do Eu Sozinho
(2001)
Ao Vivo no Cine Íris
(2004)
Singles de Los Hermanos
  1. "Cara Estranho"
    Lançamento: 2003
  2. "O Vencedor (single)"
    Lançamento: 2004
  3. "Último Romance"
    Lançamento: 2004

Ventura é o terceiro álbum da banda brasileira Los Hermanos, lançado em 2003. Foi o primeiro trabalho de uma banda a ser disponibilizado - de maneira ilegal - na internet antes de seu lançamento oficial.[2][3]

Foi considerado pela Rolling Stone Brasil como o 68º maior disco brasileiro.[4] Em setembro de 2012, foi eleito pelo público da Rádio Eldorado FM, do portal Estadao.com e do Caderno C2+Música (estes dois últimos pertencentes ao jornal O Estado de S. Paulo) como o melhor disco brasileiro da história.[5]

Quando Ventura já estava pronto para ser entregue, a gravadora Abril Music abre falência em fins de 2002. Surgiram ofertas de selos independentes, como a Trama e a Deckdisc, porém, a banda aceitou a proposta da BMG, que comprou parte do catálogo e trouxe a banda como sua artista, além de bandas como Capital Inicial e Titãs.[6]

Faixas[editar | editar código-fonte]

  1. "Samba a Dois" (Marcelo Camelo) – 3:17
  2. "O Vencedor" (M. Camelo) – 3:20
  3. "Tá Bom" (M. Camelo) – 2:18
  4. "Último Romance" (Rodrigo Amarante) – 4:25
  5. "Do Sétimo Andar" (R. Amarante) – 3:46
  6. "A Outra" (M. Camelo) – 3:35
  7. "Cara Estranho" (M. Camelo) – 3:25
  8. "O Velho e o Moço" (R. Amarante) – 4:03
  9. "Além do Que Se Vê" (M. Camelo) – 3:50
  10. "O Pouco Que Sobrou" (M. Camelo) – 3:03
  11. "Conversa de Botas Batidas" (M. Camelo) – 4:00
  12. "Deixa o Verão" (R. Amarante) – 2:39
  13. "Do Lado de Dentro" (M. Camelo) – 2:43
  14. "Um Par" (R. Amarante) – 2:57
  15. "De Onde Vem a Calma" (M. Camelo) – 4:10

Créditos[editar | editar código-fonte]

Los Hermanos
Músicos convidados
  • Gabriel Bubu: baixo e guitarra
  • Índio: sax barítono
  • Mauro Zacharias: trombone
  • Bubu: trompete
  • Kassin; baixo em "De Onde Vem a Calma"
  • Eduardo Morelenbaum: clarinete em "Deixa o Verão"
  • Stephane San Juan: chocalho em "Do Lado de Dentro"
Produção
  • Kassin: produção
  • Fabiano França: gravação e mixagem
  • Carlos Freitas: masterização
  • Estevão Casé, Daniel Carvalho: edição digital
  • Simon Fuller: produção executiva

Notas e Referências

  1. «Cópia arquivada». Consultado em 30 de janeiro de 2013. Arquivado do original em 20 de junho de 2015 
  2. Biografia da banda no Cliquemusic que fala sobre o conteúdo vazado
  3. «Página do blog Trabalho Sujo faz referência ao vazamento do conteúdo de Ventura». Consultado em 14 de dezembro de 2007. Arquivado do original em 14 de dezembro de 2007 
  4. Matias, Alexandre (Outubro de 2007). «Os 100 Maiores Discos da Música Brasileira - 68 Ventura - Los Hermanos (2003, BMG)». Rolling Stone Brasil. Spring. Consultado em 28 de janeiro de 2016. Arquivado do original em 22 de janeiro de 2016 
  5. Bomfim, Emanuel (7 de setembro de 2012). «'Ventura' é eleito o melhor disco brasileiro de todos os tempos». Combate Rock. Grupo Estado. Consultado em 28 de janeiro de 2016 
  6. [1][ligação inativa]
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Los Hermanos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.