Santa Terezinha do Progresso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Santa Terezinha do Progresso
  Município do Brasil  
Hino
Gentílico terezinhano
Localização
Localização de Santa Terezinha do Progresso em Santa Catarina
Localização de Santa Terezinha do Progresso em Santa Catarina
Mapa de Santa Terezinha do Progresso
Coordenadas 26° 37' 08" S 53° 12' 07" O
País Brasil
Unidade federativa Santa Catarina
Municípios limítrofes Campo Erê, Saltinho, Bom Jesus do Oeste, Tigrinhos, São Miguel da Boa Vista, Romelândia
Distância até a capital 682 km
História
Fundação 19 de julho de 1995 (24 anos)
Administração
Prefeito(a) Derli Furtado (DEM, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [1] 119,653 km²
População total (est. IBGE/2019 [1]) 2 428 hab.
Densidade 20,3 hab./km²
Clima Não disponível
Altitude 400 m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [2]) 0,745 alto
PIB (IBGE/2005 [3]) R$ 24.515 milhões
PIB per capita (IBGE/2005 [3]) R$ 8 169,00

Santa Terezinha do Progresso é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Localiza-se na Região Geográfica Imediata de Maravilha e pertence à Região Geográfica Intermediária de Chapecó.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Localiza-se a uma latitude 26º37'08" sul e a uma longitude 53º12'06" oeste, estando a uma altitude de 400 metros.

Possui uma área de 119,653 km².

História[editar | editar código-fonte]

A colonização de Santa Terezinha do Progresso começou na década de 1940. Gaúchos descendentes de imigrantes italianos deixaram para trás a crise econômica no Rio Grande do Sul e vieram para Santa Catarina na esperança de enriquecer nas terras férteis, baratas e com madeira abundante. O terreno acidentado e as matas densas dificultaram a instalação das famílias. O deslocamento até os municípios vizinhos, em busca de mantimentos e de remédios, durava um dia inteiro. A localidade recebeu o nome da padroeira, Santa Terezinha, e quando se desmembrou de Campo Erê, em 19 de julho de 1995, acrescentou o complemento “do progresso”.[4]

Hoje, a economia do município é baseada na agricultura familiar. Atualmente são cerca de 537 famílias agricultoras que tiram sua subsistência da terra – dados levantados em 2011 pelos agentes comunitários de saúde. Estes agricultores trabalham em regime unifamiliar e são peças importantes que promovem o desenvolvimento do município. Para manter estas famílias no campo, o poder público municipal incentiva com diversos programas na saúde, educação, cultura e desporto. Tudo para o progresso da cidade.[5]

Referências

  1. a b «IBGE Cidades». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Consultado em 22 de maio de 2020 
  2. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  3. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2002-2005» (PDF). Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 19 de dezembro de 2007. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  4. «História da cidade de Santa Terezinha do Progresso» (PDF). IBGE 
  5. Avelino Greef (27 de julho de 2013). «História de Santa Terezinha do Progresso». Diário Catarinense. Consultado em 23 de março de 2015 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.