Anchieta (Santa Catarina)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Anchieta
Viveiro Renascer 06.jpg

Bandeira de Anchieta
Brasão de Anchieta
Bandeira Brasão
Hino
Aniversário 23 de março
Fundação 23 de março de 1963 (54 anos)
Gentílico anchietense
Prefeito(a) Ivan José Canci (PT)
(2017–2020)
Localização
Localização de Anchieta
Localização de Anchieta em Santa Catarina
Anchieta está localizado em: Brasil
Anchieta
Localização de Anchieta no Brasil
26° 32' 02" S 53° 19' 51" O26° 32' 02" S 53° 19' 51" O
Unidade federativa  Santa Catarina
Mesorregião Oeste Catarinense IBGE/2008[1]
Microrregião São Miguel do Oeste IBGE/2008[1]
Região metropolitana Chapecó
Municípios limítrofes Palma Sola, Campo Erê, Romelândia, São Miguel do Oeste, São José do Cedro e Guaraciaba
Distância até a capital 745 km
Características geográficas
Área 231,991 km² [2]
População 5,909 hab. Censo IBGE/2016[3]
Densidade 0,03 hab./km²
Altitude 745 m
Clima Mesotérmico úmido, com verão quente e temp. média de 17,8°C.
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,699 médio PNUD/2010[4]
PIB R$ 79 967,915 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 11 882,31 IBGE/2008[5]
Página oficial
Prefeitura www.anchieta.sc.gov.br

Anchieta é um município brasileiro do estado de Santa Catarina. Sua população estimada em 2016 era de 5.909 habitantes. Tem área territorial de 231,991 quilômetros quadrados.[6]

O acesso pode ser realizado a partir da BR-282, seguir pela BR-163 e depois pela SC-473. Outro caminho é pela SC-471, a partir da BR-282.

Tem como principais atividades econômicas agricultura, bovinocultura, turismo ao ar livre e fábricas de móveis e peças de caminhão. Teve operações de crédito em 2016 de R$ 71.868.680.[7]

Teve colonização italiana, que é também a principal etnia. Mas anteriormente aos colonizadores, pelos objetos fósseis encontrados no território de Anchieta, é comprovado que grupos indígenas foram os primeiros povos que viveram de forma seminômade ou usando a natureza anchietense como parte dos caminhos intertribais da época.[8]

É localizado no extremo-oeste, na microrregião de São Miguel do Oeste, a 698 km de Florianópolis. O clima é Mesotérmico úmido, com verão quente e temperatura média de 17,8 °C.

É também a Sede de Comarca, sediando o Fórum da Justiça que atende também o município de Romelândia.

Sediou a Festa Nacional do Milho Crioulo e Sementes Crioulas por vários anos. Atualmente sedia a Expo Anchieta com comércio, shows nacionais e grande público, além de festas locais.[9]

História[editar | editar código-fonte]

Origens, povoamento e etimologia[editar | editar código-fonte]

Anchieta, como uma grande quantidade de municípios do Oeste de Santa Catarina, surgiu com o planejamento urbano. Competia o trabalho à empresa "Pinho e Terras Ltda", que iniciou a exploração da região em 1950.[10]

Vitório Picolli, o casal e dez descendentes, foram a primeira família fixada no município. Então esse fato aconteceu na data de 20 de setembro de 1953. Depois vieram as famílias de Júlio Daltoé, Ângelo Cescon, Valdemiro Balestrin, Antonio Moscon, família Lazzarotto e demais. O senhor Olímpio Dal Magro que morava em São Miguel do Oeste e administrava a participação dos funcionários na capitalização da colonizadora responsável pela construção da cidade, estando acompanhado de demais pioneiros e dois clérigos, veio à capital do município de hoje e construiu uma picada de grande comprimento com o auxílio de instrumentos agrícolas como a foice e o facão. No local denominado "Prateleira", a missa foi celebrada pelos sacerdotes em homenagem ao padre espanhol José de Anchieta, daí nasceu a ideia do nome do município de hoje.[10]

Formação administrativa e história recente[editar | editar código-fonte]

Anchieta desenvolveu-se rapidamente. Por uma dezena de anos, o então distrito foi elevado à categoria de município, por meio da Lei nº 876, de 29 de março de 1963, desmembrando-se de Guaraciaba, sendo instalado no dia 10 de abril de 1963.[10]

David Perin foi o seu primeiro prefeito escolhido por nomeação governamental estadual e teria passado o cargo ao senhor Orestes Gheller como primeiro prefeito escolhido por voto popular.[10]

Faz parte da Mesorregião do Oeste Catarinense, mais precisamente na Microrregião de São Miguel do Oeste e seus 231,991 km² possuem solos de fertilidade em que a madeira explorada inicialmente já foi substituída por uma lavoura muito variada e pela criação de porcos a qual diariamente merece maior destaque. Por indicação dos turismólogos, atrai uma grande quantidade de visitantes o Salto do Roncador, com 80 metros de altura, no rio Capetinga.[10]

Turismo[editar | editar código-fonte]

O município possui grande potencial turístico, principalmente em esportes de aventura, com cerca de 40 cachoeiras em todo município. Destacam-se na prática de canionismo o Cânio do Lado, Canion da Jaboticabeira de Cachoeiras no Rio Araçá.

Outra atividade em destaque no município é o voo livre. Na cidade fica o Morro do Sol, local onde são realizados voos de parapente, atraindo turistas ao município.

A partir do ano de 2015 o município passou a ganhar destaque pela Rota dos Cânions organizada pelo guia Anderson Cavasin da Ar Livre Ecoturismo que passa por diversas cachoeiras e por vezes com voos de balão. Por tamanha grandiosidade do projeto equipes de TV local da RBS TV Chapecó e RIC TV estiveram fazendo a cobertura do movimento turístico ao decorrer do ano.

O município conta com um hotel de características sulinas, o Hotel Belvedere que se encontra em uma área mais alta do município, logo após o portal.

Há também uma casa de festas, a West Music Pub que movimenta a região com shows de músicos consagrados (Edson e Vinicius), bem como música eletrônica e música regional.

Anualmente é realizada a Exposição Regional de Orquídeas, sempre no período do feriado de 7 de setembro. A exposição é realizada pela ADORA (Associação de Orquidófilos Anchietenses) que é formada por entusiastas de orquídeas e outras plantas no município.[11]

Há também alguns locais de plantio para visitação e um site do Viveiro Renascer que permite a visualização de algumas plantas e flores além de tutoriais de cultivo.[12]

Educação[editar | editar código-fonte]

O município conta com uma escola com ensino médio, a Escola de Educação Básica Professor Osni Paulino da Silva, outras três com ensino fundamental: Escola de Ensino Fundamental Padre Reinaldo Stein, Escola de Ensino Fundamental João Café Filho e Escola Bairro Xavantes. Há também outras instituições de ensino para crianças, o Centro Municipal (CMEIF), Creche e outras pequenas escolas do interior. Durante sua história se fez muito presente o antigo CENEC, o Colégio Cenicista, que atualmente encontra-se fechado, em posse da Igreja Matriz que faz uso do prédio com outros projetos em parceria com a prefeitura.

Várias empresas de ensino superior já tentaram formar pessoas no município, mas sem sucesso, talvez pelo pouco público ou pelas aulas totalmente a distância.

Economia[editar | editar código-fonte]

Tem uma economia baseada em agricultura, bem como turismo.

Em 2015 se iniciou a maior obra no município, a PCH Garça Branca, um usina localizada na comunidade de Linha São Judas com divisa pelo Rio das Antas com Guaraciaba. Teve orçamento de R$ 37 milhões e tem previsão de conclusão para 2018.[13]

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2016». Censo Populacional 2016. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 12 de novembro de 2016. Consultado em 26 de maio de 2017 
  4. «IBGE» 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. «IBGE | Cidades | Santa Catarina | Anchieta». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 26 de maio de 2017 
  7. «IBGE | Cidades | Santa Catarina | Anchieta | Instituições Financeiras - 2016». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 26 de maio de 2017 
  8. «IBGE | Cidades | Santa Catarina | Anchieta | Histórico». cidades.ibge.gov.br. Consultado em 26 de maio de 2017 
  9. «Programação da Expo Anchieta - Município de Anchieta». www.anchieta.sc.gov.br. Consultado em 26 de maio de 2017 
  10. a b c d e EL-KHATIB, Faissal. História de Santa Catarina. Curitiba, PR: Grafipar, 1970. vol. 4, p. 12-13.
  11. «Feira da Adora acontece em setembro - Município de Anchieta». www.anchieta.sc.gov.br. Consultado em 19 de abril de 2017 
  12. «Sobre». www.viveirorenascer.com. Consultado em 19 de abril de 2017 
  13. «Empreendimento: Pequena Central Hidrelétrica - Garça Branca - SC - PAC». www.pac.gov.br. Consultado em 10 de junho de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Anchieta (Santa Catarina)