Survivor (álbum de Destiny's Child)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Survivor
Álbum de estúdio de Destiny's Child
Lançamento 1 de maio de 2001 (2001-05-01)
Gravação 2000—01
Gênero(s)
Duração 59:37
Idioma(s) (em inglês)
Formato(s) CD
Gravadora(s) Columbia
Produção
  • Anthony Dent
  • Mark J. Feist
  • Rob Fusari
  • Beyoncé Knowles
  • Errol "Poppi" McCalla Jr
  • Rapture & E. Seats
  • Dwayne Wiggins
  • Falonte Moore
  • Poke & Tone
  • Cory Rooney
  • K-Fam
Cronologia de Destiny's Child
Single Remix Tracks
(2000)
Love: Destiny
(2001)
Singles de Survivor
  1. "Independent Women Part I"
    Lançamento: 14 de setembro de 2000 (2000-09-14)
  2. "Survivor"
    Lançamento: 13 de fevereiro de 2001 (2001-02-13)
  3. "Bootylicious"
    Lançamento: 20 de maio de 2001 (2001-05-20)
  4. "Emotion"
    Lançamento: 8 de outubro de 2001 (2001-10-08)
  5. "Nasty Girl"
    Lançamento: 25 de março de 2002 (2002-03-25)

Survivor é o terceiro álbum de estúdio do girl group americano Destiny's Child. Foi lançado através da Columbia Records em 1 de maio de 2001, nos Estados Unidos. O álbum conta com produção da integrante Beyoncé Knowles e J.R. Rotem, com produção adicional de Poke & Tone, Cory Rooney e Mark J. Feist. Cinco singles foram extraídos do álbum: "Independent Women Part I", "Survivor", "Bootylicious", "Emotion", um cover de Samantha Sang, e "Nasty Girl".

Nos EUA, o álbum estreou em primeiro lugar na Billboard 200, em 19 de maio de 2001, com vendas na primeira semana de 663.000 cópias e ficou em primeiro lugar por duas semanas consecutivas. Ele rendeu três indicações ao Destiny's Child para o Best R&B Performance by a Duo or Group with Vocals, Best R&B Song, e Best R&B Album. Survivor foi certificada como platina quatruplo pela RIAA em 7 de janeiro de 2002. A Billboard classificou Survivor no número 70 na lista de 200 álbuns da década da revista.[2] O álbum vendeu mais de 4,7 milhões de cópias nos Estados Unidos. Com vendas superiores a 12 milhões de cópias em todo o mundo, tornando-se o álbum mais vendido no século 21 por um grupo feminino e um dos álbuns mais bem sucedidos de todos os tempos.[3]

Concepção[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 1999, LeToya Luckett e LaTavia Roberson tentaram separar o grupo de seu empresário, Mathew Knowles, alegando que ele estava repassando uma parte desingual a elas dos lucros do grupo e que ele favorecia a filha Beyoncé Knowles e Kelly Rowland.[4] Quando o videoclipe de "Say My Name" estreou em fevereiro de 2000, Roberson e Luckett descobriram que estavam sendo substituídas sem prévio aviso, por Michelle Williams, ex-cantora de apoio de Monica e Farrah Franklin, uma aspirante a cantora e atriz.[4] Em julho de 2000, apenas cinco meses após a adesão, foi anunciado que Franklin iria deixar o grupo.[4] De acordo com as integrantes, Franklin perdeu um punhado de aparições promocionais e concertos e foi convidada a se retirar.[4] Franklin declarou que a decisão partiu dela, devido as vibrações negativas no grupo e sua incapacidade de afirmar qualquer controle nas tomadas de decisões.[4]

Produção e gravação[editar | editar código-fonte]

Depois de emergir como ponto focal do grupo, Knowles assumiu mais controle, tomando uma grande ajuda ao escrever o material e até mesmo produzindo algumas das canções.[5] A intenção de Knowles não era monopolizar os holofotes, no entanto, ela co-escreveu e produziu todas as 18 faixas do álbum. Ela explicou: "Eu só queria fazer três músicas ... a gravadora disse:" Faça outra música, faça outra música, faça outra música". Não foi planejado. Não foi eu que disse, ok, eu vou tomar conta."[6] O álbum foi originalmente planejado para ser chamado de Independent Women, mas depois foi mudado para Survivor por causa do conflito que coincidiu com o grupo.[7]

A música "Survivor" foi inspirada em uma piada que uma estação de rádio fez sobre o fato de que três membros já haviam saído do grupo, comparando a banda ao Reality Game Show, Survivor.[8] Knowles foi inspirada a pegar o comentário negativo e transformá-lo em algo positivo, escrevendo uma música sobre.[8] Knowles escreveu a canção "Bootylicious" em um vôo de avião para Londres enquanto ouvia a faixa "Edge of Seventeen" de Stevie Nicks quando a palavra "Bootylicious" apareceu na sua cabeça.[6] Essa afirmação foi muito disputada, pois Rob Fusari disse em uma entrevista em 2010 que ele usou um riff similar da música " Edge of Seventeen " de Stevie Nicks. Depois de ouvir Beyoncé reivindicou o crédito pela música em uma entrevista para Barbara Walters, ele telefonou para Mathew Knowles,

E ele me explicou, de uma maneira legal, dizendo: "As pessoas não querem ouvir falar de Rob Fusari, produtor de Livingston, NJ, Sem ofensas, mas não é isso que vende discos. O que vende discos é que as pessoas acreditam que o artista é tudo." E eu sou como, "Sim, eu sei, Mathew. Eu entendo o jogo. Mas vamos lá, eu também estou tentando. Eu sou um esquilo tentando pegar uma porca também".[9]

Enquanto as sessões de gravação estavam acontecendo, Rowland gravou a música "Angel", que apareceu na trilha sonora de Down to Earth.[5]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 63/100[10]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas.[11]
The A.V. Club (Desfavorável)[12]
Entertainment Weekly B+[13]
Blender 4 de 5 estrelas.[10]
NME (7/10)[1]
Playlouder 4 de 5 estrelas.[14]
Slant Magazine 3 de 5 estrelas.[15]
Rolling Stone 3.5 de 5 estrelas.[16]
The Rolling Stone Album Guide 3.5 de 5 estrelas.[17]
Spin 9/10[18]

O álbum recebeu críticas em sua maioria positivas. Survivor recebeu uma pontuação de 63 dos 100 do Metacritic, com base em 17 avaliações, indicando "geralmente comentários favoráveis".[10] A Entertainment Weekly elogiou o álbum, chamando-o de "as divas" prematuras, mas inevitável álbum de dores de crescimento."[13] A Spin comentou que "Survivor é implacavelmente inventivo em suas recombinações".[18] New York ficou menos impressionada, dizendo: "Todas as quinze faixas são dissidências unidimensionais e demissões de mulheres com roupas escassas, namorados vingativos e os céticos do grupo". AllMusic comentou que o álbum é "tão inventado e calculado como um disco de Mariah Carey, porém sem alegria".[11]

O álbum ganhou o prêmio Soul Train Lady of Soul de melhor álbum de R&B/Soul do ano, o Teen Choice Award por álbum de R&B /Soul do ano - grupo, banda ou Duo, e o American Music Award de Álbum Pop/Rock favorito. O Destiny's Child ganhou o Grammy de Best R&B Performance by a Duo or Group with Vocals, Best R&B Song, e Best R&B Album.[19]

Performance comercial[editar | editar código-fonte]

Survivor estreou em primeiro lugar na Billboard 200, com vendas de 663.275 cópias na primeira semana, os maiores números de vendas na primeira semana de qualquer grupo feminino na era SoundScan e os maiores números de vendas da primeira semana de qualquer álbum da história da Columbia Records. Ele permaneceu no topo da tabela em sua segunda semana com uma queda de 49%, para 358.959, empurrando as vendas de álbuns além da marca de um milhão depois de apenas 2 semanas nas lojas e continua sendo a mais longa permanência do Destiny's Child no topo do gráfico.[8] Na sua terceira semana Survivor escorregou para o número 3 por vender 221.884 e manteve a mesma posição em em quarto pelas 175.237 cópias vendidas. Em sua quinta semana, o álbum subiu uma posição para o número 2 com 169.487 downloads.[8] Survivor passou suas primeiras treze semanas no top 10 da Billboard 200 (mais 2 do que The Writing's on the Wall) e até o final de 2001 vendeu 3.718.446 cópias nos EUA e classificou-se como o sétimo álbum mais vendido o ano, o segundo ano consecutivo em que o grupo chegou à lista dos dez mais vendidos.[8]

Survivor estreou no primeiro lugar em mais de nove países, incluindo o Reino Unido, onde foi certificado de platina tripla pelo BPI por vender mais de 900.000 e passou a vender mais de um milhão de cópias. Ele também alcançou o número um no Canadá, vendendo mais de 31.000 cópias em sua primeira semana (e foi certificado com platina quadrupla, por vender de 400.000 cópias), bem como estreando ou alcançando o pico entre os dez primeiros na Austrália, Suécia, Japão, França. Itália, Finlândia e Polônia. Com Survivor, Destiny's Child se tornou o primeiro grupo feminino dos EUA a ter um álbum número um nas paradas do Reino Unido desde que Diana Ross and the Supremes chegaram ao posto há 24 anos com um álbum de grandes êxitos. Survivor é o primeiro álbum de estúdio original (isto é, não uma coleção de grandes sucessos) de uma banda americana a atingir o número um nos 43 anos de história da parada britânica.

"Survivor", faixa-título do álbum, passou seis semanas na posição número dois na Billboard Hot 100, sendo barrada da posição número um por "All for You", de Janet Jackson. "Independent Women Part I" (também incluída no filme Charlie's Angels e sua trilha sonora) ocupou o primeiro lugar nas paradas da Billboard Hot 100 (por 11 semanas). "Bootylicious" serviu como o terceiro single do álbum e ficou no topo da Billboard Hot 100 por duas semanas. "Emotion" foi lançado como o quarto single do álbum e continuou com os dez primeiros hits do grupo nos Estados Unidos, alcançando o décimo lugar na Billboard Hot 100. "Nasty Girl" serviu como o quinto e último single do álbum, e só entrou em uma parada. internacionalmente, alcançou os dez primeiros lugares na Austrália, bem como os 30 melhores na Dinamarca, Holanda e Suíça.

Na Europa, o álbum foi certificado de platina dupla em reconhecimento de dois milhões de álbuns vendidos em todo o continente; suas vendas, desde então, ultrapassaram a marca de três milhões. O álbum foi certificado de platina dupla na Austrália. A IFPI informou que o Survivor foi o terceiro álbum mais vendido do mundo em 2001, com 7,8 milhões de cópias vendidas durante o ano. vendendo mais de 15 milhões de cópias em todo o mundo, tornando-se o álbum mais vendido no século 21 por um girl group e um dos mais bem sucedidos de todos os tempos.[3]

Legado[editar | editar código-fonte]

O álbum foi incluído no livro 1001 álbuns que você deve ouvir antes de morrer.[20] Este e outros rankings notáveis ​​aparecem na tabela abaixo. As informações sobre os prêmios atribuídos a Survivor são adaptadas da Acclaimed Music, exceto quando especificado em contrário.[21]

Organização País Elogios Ano Posição
1001 Albums You Must Hear Before You Die Estados Unidos 1001 álbuns que você deve ouvir antes de morrer 2010 * [20]
Blender Estados Unidos Álbuns do ano 2001 9
The Guardian Reino Unido Principais álbuns da década (2000) 2009 49[22]
NME Reino Unido Álbuns do ano de 2001 2001 15[23]
The Face Reino Unido As gravações do ano 2001 18[24]
OOR Países Baixos Álbuns do ano 2001 41
Muzik Express/Sounds Alemanha Álbuns do ano 2001 15
(*) designa listas desordenadas.

Faixas[editar | editar código-fonte]

Edição Original[25]
N.º TítuloCompositor(es)Produtor(es) Duração
1. "Independent Women"  
  • Knowles
  • Poke and Tone
  • Rooney
3:42
2. "Survivor" (Inclui o prelúdio de "Bootylicious")
  • B. Knowles
  • Dent
4:14
3. "Bootylicious"  
  • Knowles
  • Fusari
  • Moore
3:28
4. "Nasty Girl"  
  • Knowles
  • Dent
  • M. Bassi
  • N. Hacket
  • Knowles
  • Dent
4:18
5. "Fancy"  
  • Knowles
  • Dwayne Wiggins
  • J. Rotem
  • Knowles
  • Wiggins
4:13
6. "Apple Pie à la Mode"  
  • Knowles
  • Fusari
  • Moore
  • Knowles
  • Fusari
  • Moore
2:59
7. "Sexy Daddy"  
  • Knowles
  • Damon Elliott
  • Knowles
  • Damon Elliott
4:07
8. "Independent Women Part II"  
  • Knowles
  • R. Stewart
  • E. Seats
  • F. Comstock
  • D. Donaldson
  3:46
9. "Happy Face" (Inclui o prelúdio de "Emotion")
  • Knowles
  • Fusari
  • Calvin Gaines
  • Bill Lee
  • Moore
  • Knowles
  • Fusari
  • Calvin Gaines
  • Bill Lee
  • Moore
4:32
10. "Emotion"  
  • B. Knowles
  • Mark J. Feist
  • M. Knowles
3:56
11. "Dangerously in Love"  
  • Knowles
  • Errol McCalla Jr.
  • Knowles
  • McCalla Jr.
4:53
12. "Brown Eyes" (Inclui o prelúdio de "The Story of Beauty")Knowles 4:47
13. "The Story of Beauty"  
  • Knowles
  • Ken Fambro
  • Knowles
  • Fambro
3:32
14. "Gospel Medley" (Dedicado a Andretta Tillman)
Knowles 3:25
15. "Outro (DC-3) Thank You"  
  • Knowles
  • Rowland
  • Williams
  • Fusari
  • Lee
  • Gaines
  • Knowles
  • Fusari
  • Calvin Gaines
  • Bill Lee
4:03
Duração total:
59:37

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

  • Mark J. Feist – Produção, arranjador, programador musical
  • Tony Maserati – mixagem
  • Vladimir Meller – masterização
  • Dave Pensado – mixagem
  • Nunzio Signore – guitarra
  • Richard Travali – mixagem
  • D'Wayne Wiggins – guitarra, produção
  • Richard J. Davis – Coordenador de produção
  • James Hoover – engenheiro, engenheiro vocal
  • Walter Afanasieff – baixo, programador, programador de bateria, arranjador, produtor, keyboards
  • Tom Coyne – masterização
  • Poke – produtor
  • Corey Rooney – produtor
  • Jim Caruana – engenheiro
  • Dexter Simmons – mixagem
  • Poke & Tone – produtor
  • Brian Springer – engenheiro, engenheiro vocal
  • Flip Osman – assistente de engenharia, assistente
  • Jill Topol – stylist
  • Destiny's Child – Artista principal
  • Nick Thomas – mixagem
  • Dan Workman – guitarrista, mixagem, engenheiro vocal, engenheiro
  • Damon Elliott – produtor,
  • Troy Gonzalez – engenheiro
  • Anthony Dent – produtor, engenheiro
  • Rob Fusari – produtor
  • Beyoncé Knowles – vocais, vocais de apoio, composição, produção, arranjadora
  • Kelly Rowland – vocais, vocais de apoio, composição, arranjadora
  • Michelle Williams – vocais, vocais de apoio
  • Farrah Franklin – vocais de apoio ("Independent Women Part I & II")
  • Michael McCoy – assistente de engenharia
  • Wassim Zreik – assistente
  • Mathew Knowles – produtor, produtor executivo
  • Tina Knowles – hair stylist, estilista
  • Orlando Calzada – engenheiro
  • Michael Conrader – engenheiro
  • Dave Way – mixagem
  • Marla Weinhoff – Estilista
  • Greg Bieck – keyboards, programador digital, programa digital, engenheiro, programador
  • Pete Krawiec – assistente de engenharia
  • Kent Huffnagle – engenheiro
  • Ramon Morales – engenheiro
  • Falonte Moore – produtor
  • K-Fam – produtor
  • Errol McCalla – programador, produtor
  • Bill Lee – produtor
  • Woody Pornpitaksuk – autor
  • Eric Seats – multi-instrumentista
  • Robert Conley – programador
  • Terry T. – engenheiro
  • Thom Cadley – mixagem
  • David Donaldson – keyboards, engenharia vocal
  • Calvin Gaines – produtor
  • David Gleeson – produtor

Desempenho nas tabelas musicais[editar | editar código-fonte]

Vendas e certificações[editar | editar código-fonte]

Região Certificação Vendas
Alemanha (BVMI)[59] Platina 300,000^
Austrália (ARIA)[60] 2× Platina 140,000^
Áustria (IFPI Áustria)[61] Platina 40,000*
Bélgica (BEA)[62] Platina 50,000*
Brasil (Pro-Música Brasil)[63] Ouro 50,000*
Canadá (Music Canada)[64] 4× Platina 400,000^
Dinamarca (IFPI Dinamarca)[65] Platina 50,000^
Espanha (PROMUSICAE)[66] Ouro 50,000^
Estados Unidos (RIAA)[67] 5× Platina 4,739,000^
Finlândia (IFPI Finlândia)[68] Platina 34,121[68]
França (SNEP)[69] 2× Ouro 228,900[70]
Japão (RIAJ)[71] 5× Platina 200,000^
Noruega (IFPI Noruega)[72] Platina 50,000*
Nova Zelândia (RMNZ)[73] 2× Platina 30,000^
Países Baixos (NVPI)[74] 2× Platina 160,000^
Polônia (ZPAV)[75] Ouro 50,000*
Reino Unido (BPI)[76] 3× Platina 1,000,000[77]
Suécia (GLF)[78] Platina 80,000^
Suíça (IFPI Suíça)[79] Platina 40,000^
Resumo
Europa (IFPI)[80] 2× Platina 2,000,000*

*números de vendas baseados na certificação
^números de vendas baseados somente na certificação

Referências

  1. a b «NME Album Reviews – Destiny's Child : Survivor». NME. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  2. «Best of the 2000s – Billboard 200 Albums». Billboard. Nielsen Business Media. Consultado em 24 de outubro de 2018 
  3. a b «Who Was The Better Girl Group? TLC Or Destiny's Child». The Urban Daily. TheUrbanDaily Staff. Consultado em 24 de outubro de 2018 
  4. a b c d e Kaufman, Gil (13 de junho de 2005). «Destiny's Child's Long Road To Fame (The Song Isn't Called 'Survivor' For Nothing)». MTV News. Consultado em 8 de março de 2010 
  5. a b «Destiny's Child Full Biography». MTV News. Consultado em 8 de março de 2010 
  6. a b Heather Stas, Franklin Cumberpatch. «Destiny's Child: News Feature: VH1.com». Vh1. Consultado em 8 de março de 2010. Arquivado do original em 4 de junho de 2011 
  7. VanHorn, Teri (8 de dezembro de 2000). «Destiny's Child Solo CDs Won't Compete With Group, Each Other». MTV News. Consultado em 8 de março de 2010 
  8. a b c d e «Destiny's Child: Survivors». MTV. Consultado em 8 de março de 2010 
  9. Fusari in Marks, Craig. «Producer Rob Fusari Dishes on Lady Gaga, Beyoncé». Billboard. Consultado em 8 de março de 2010 
  10. a b c «Critic Reviews for Survivor». Metacritic. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  11. a b Erlewine, Stephen Thomas. «Review: Survivor». Allmusic. Consultado em 8 de março de 2010 
  12. «Destiny's Child: Survivor». The A.V. Club. Consultado em 17 de junho de 2012 
  13. a b Browne, David. «Survivor Review». Consultado em 8 de março de 2010 
  14. «Survivor by Destiny's Child». Playlouder. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  15. «Destiny's Child: Survivor». Slant Magazine. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  16. «Recordings: Destiny's Child, Survivor». Rolling Stone. Rolling Stone. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  17. Brackett, Nathan. "The Rolling Stone Album Guide". Rolling Stone: 232. Retrieved April 27, 2010.
  18. a b «Destiny's Child: Survivor». Spin. 17 (7): 125–26. Consultado em 29 de junho de 2017 
  19. «Rock On The Net: 44th Grammy Awards – 2002». Rock On The Net. Consultado em 29 de junho de 2017 
  20. a b Robert Dimery; Michael Lydon. 1001 Albums You Must Hear Before You Die: Revised and Updated Edition. [S.l.]: Universe. ISBN 978-0-7893-2074-2 
  21. «Destiny's Child Survivor», Acclaimed Music, consultado em 29 de junho de 2017 
  22. «Top 50 Albums of the Decade». The Guardian. Consultado em 29 de junho de 2017 
  23. «NME's Albums Of The Year 2001». Consultado em 29 de junho de 2017 
  24. «The Face Recordings of the Year 2001». The Face. Consultado em 5 de janeiro de 2017 
  25. All Music (13 de junho de 2005). «Survivor» (em inglês). Consultado em 8 de março de 2010 
  26. «Destiny's Child – Survivor (CD, Album) at Discogs». Discogs.com. Consultado em 20 de fevereiro de 2011 
  27. «Destiny's Child – Survivor (CD, Album) at Discogs». Discogs.com. Consultado em 20 de fevereiro de 2011 
  28. Longplay-Chartverfolgung at Musicline (em alemão). Musicline.de. Media Control. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  29. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Australiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  30. Destiny's Child - Survivor (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  31. Destiny's Child – Survivor (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  32. Destiny's Child – Survivor (em francês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  33. «Survivor (Album)». Type "Survior" in the space for "title" 
  34. Destiny's Child – Survivor (em dinamarquês). Danishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  35. de maio de 2001 6 de maio de 2001 Top 40 Scottish Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company.
  36. Destiny's Child Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Destiny's Child. Prometheus Global Media. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  37. Destiny's Child Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Top R&B/Hip Hop Albums para Destiny's Child. Prometheus Global Media. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  38. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  39. Destiny's Child – Survivor (em francês). Lescharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  40. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Italiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  41. «DESTINY'S CHILD – SURVIVOR (ALBUM)». Oricon. Consultado em 16 de abril de 2010 [ligação inativa] 
  42. Destiny's Child – Survivor (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  43. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  44. Destiny's Child – Survivor (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  45. Destiny's Child | Artist | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  46. Official Rock & Metal Albums Chart Top 40 (em inglês). Official Charts Company. The Official Charts Company.
  47. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  48. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  49. «"Top 100 Album-Jahrescharts (2001)"». Top Offizielle Top 100. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  50. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Albums 2001». Australian Recording Industry Association. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  51. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Urban Albums 2001». Australian Recording Industry Association. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  52. «The Year in Music 2001: The Billboard 200». Billboard. 113 (52): YE-32. 13 de junho de 2005. ISSN 0006-2510. Consultado em 8 de março de 2010 
  53. «The Year in Music 2001: R+B/Hip-Hop». Billboard. 113 (52): YE-43. 13 de junho de 2005. ISSN 0006-2510. Consultado em 8 de março de 2010 
  54. «Classement Albums – année 2001». SNEP. SNEP. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  55. «Dutchcharts.nl – Jaaroverzichten – Single 2001» (em Dutch). Hung Medien. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 [ligação inativa] 
  56. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Urban Albums 2002». Australian Recording Industry Association. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  57. «Billboard Charts – Decade-end Albums – Billboard 200». Billboard. Nielsen Business Media. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  58. «Dutchcharts.nl – Decennium Charts – Singles 2000–2009» (em Dutch). Hung Medien. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  59. «Gold-/Platin-Datenbank (Destiny's Child; 'Survivor')» (em alemão). Bundesverband Musikindustrie. Consultado em 8 de junho de 2017 
  60. «ARIA Charts – Accreditations – 2001 Albums». Australian Recording Industry Association. Consultado em 8 de junho de 2017 
  61. «Certificações (Áustria) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em alemão). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Áustria). Consultado em 8 de junho de 2017  Introduza Destiny's Child no campo Interpret. Introduza Survivor no campo Titel. Seleccione álbum no campo Format. Clique Suchen.
  62. «Ultratop − Goud en Platina - 2001» (em inglês). Ultratop & Hung Medien / hitparade.ch. Consultado em 8 de junho de 2017 
  63. «Certificações (Brasil) (álbum) – Destiny's Child – Survivor». Associação Brasileira dos Produtores de Discos. Consultado em 8 de junho de 2017 
  64. «Certificações (Canadá) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em inglês). Music Canada. Consultado em 8 de junho de 2017 
  65. «Certificações (Dinamarca) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em dinamarquês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Dinamarca). Consultado em 8 de junho de 2017 
  66. Sólo éxitos: año a año, 1959–2002 (PDF) (em Spanish) 1st ed. Madrid: Fundación Autor/SGAE. p. 959. ISBN 84-8048-639-2. Consultado em 8 de março de 2010 
  67. «Certificações (Estados Unidos) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em inglês). Recording Industry Association of America. Consultado em 8 de junho de 2017  Se necessário, clique em Advanced, depois clique em Format, e seleccione Album, e clique em SEARCH.
  68. a b «Certificações (Finlândia) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em finlandês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Finlândia). Consultado em 8 de junho de 2017 
  69. «Certificações (França) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em em francês). Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 29 de junho de 2014 
  70. «Les Albums Double Or» (em French). Infodisc.fr. Consultado em 8 de março de 2010 
  71. «RIAJ > The Record > July 2001 > Page 8 > Certified Awards (May 2001)» (PDF). Recording Industry Association of Japan (em Japanese). Consultado em 8 de março de 2010 
  72. «Certificações (Noruega) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em noruguês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Noruega). Consultado em 8 de junho de 2017 
  73. «Certificações (Nova Zelândia) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em inglês). Recorded Music NZ. Consultado em 8 de junho de 2017 
  74. «Certificações (Países Baixos) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em neerlandês). Nederlandse Vereniging van Producenten en Importeurs van beeld- en geluidsdragers. Consultado em 8 de junho de 2017 
  75. «Certificações (Polônia) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em polaco). Związek Producentów Audio Video. Consultado em 8 de junho de 2017 
  76. «Certificações (Reino Unido) (álbum) – Destiny's Child – Survivor» (em inglês). British Phonographic Industry. Consultado em 8 de junho de 2017 
  77. «Official Charts Pop Gem #75: Destiny's Child – Lose My Breath». Official Charts. 2001. Consultado em 8 de março de 2010 
  78. «Guld- och Platinacertifikat − År 2002» (PDF) (em sueco). Federação Internacional da Indústria Fonográfica (Suécia). Consultado em 8 de junho de 2017 
  79. «The Official Swiss Charts and Music Community: Awards (Destiny's Child; 'Survivor')» (em inglês). Hung Medien. Consultado em 8 de junho de 2017 
  80. «IFPI Platinum Europe Awards – 2001» (em inglês). Federação Internacional da Indústria Fonográfica. Consultado em 8 de junho de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]