Survivor (álbum de Destiny's Child)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Survivor
Álbum de estúdio de Destiny's Child
Lançamento 1 de maio de 2001 (2001-05-01)
Gravação 2000—01
Gênero(s)
Duração 59:37
Idioma(s) (em inglês)
Formato(s) CD
Gravadora(s) Columbia
Produção
  • K-Fam
  • Mark J. Feist
  • Anthony Dent
  • Beyoncé Gisele Knowles
  • Errol "Poppi" McCalla Jr
  • Rob Fusari
  • Falonte Moore
  • Poke & Tone
  • Rapture & E. Seats
  • Cory Rooney
  • J. R. Rotem
  • Dwayne Wiggins
Cronologia de Destiny's Child
Single Remix Tracks
(2000)
Love: Destiny
(2001)
Singles de Survivor
  1. "Independent Women Part I"
    Lançamento: 14 de setembro de 2000 (2000-09-14)
  2. "Survivor"
    Lançamento: 13 de fevereiro de 2001 (2001-02-13)
  3. "Bootylicious"
    Lançamento: 20 de maio de 2001 (2001-05-20)
  4. "Emotion"
    Lançamento: 8 de outubro de 2001 (2001-10-08)
  5. "Nasty Girl"
    Lançamento: 25 de março de 2002 (2002-03-25)

Survivor é o terceiro álbum de estúdio do grupo feminino de R&B norte-americano Destiny's Child. O álbum envolve a produção da integrante principal do grupo, Beyoncé com J. R. Rotem, com a produção adicional de Poke & Tone, Cory Rooney e Mark J. Feist. Cinco singles foram lançados do álbum: "Independent Women Part I", "Survivor", "Bootylicious" e uma regravação do The Bee Gees "Emotion" e "Nasty Girl".

Nos EUA, o álbum estreou em número um na Billboard 200, em 19 de maio de 2001, com a primeira semana de vendas de 663.000 unidades e ficou no número um por duas semanas consecutivas. Destiny's Child ganhou três nomeações para o Grammy de Melhor Performance R&B por um Duo ou Grupo com Vocais, Melhor Canção de R&B, e Melhor álbum de R&B. Survivor foi certificado Platina quádrupla, pela RIAA em 7 de janeiro de 2002. A Billboard, classificou Survivor no número 70 na revista Top 200 dos Álbuns da Década.[2] O álbum vendeu mais de 10 milhões de cópias em todo o mundo, incluindo mais de 4,7 milhões nos Estados Unidos sozinho.[3]

Concepção[editar | editar código-fonte]

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em dezembro de 1999, LeToya Luckett e LaTavia Roberson tentaram separar o grupo de seu empresário, Mathew Knowles, alegando que ele estava repassando uma parte desingual a elas dos lucros do grupo e que ele favorecia a filha Beyoncé Knowles e Kelly Rowland.[4] Quando o videoclipe de "Say My Name" estreou em fevereiro de 2000, Roberson e Luckett descobriram que estavam sendo substituídas sem prévio aviso, por Michelle Williams, ex-cantora de apoio de Monica e Farrah Franklin, uma aspirante a cantora e atriz.[4] Em julho de 2000, apenas cinco meses após a adesão, foi anunciado que Franklin iria deixar o grupo.[4] De acordo com o grupo, Franklin perdeu um punhado de aparições promocionais e concertos e foi convidada a deixar o grupo.[4] Franklin declarou que a decisão partiu dela, devido as vibrações negativas no grupo e sua incapacidade de afirmar qualquer controle nas tomadas de decisões.[4]

Produção e gravação[editar | editar código-fonte]

Depois de emergir como o ponto focal do grupo, Knowles assumiu mais controle tendo uma maior mão na escrita do material e até mesmo produzir algumas canções do registro sozinha.[5] A intenção de Knowles não era monopolizar os holofotes, no entanto, ela co-escreveu e produziu todas as 15 canções do álbum. Ela explicou: "Eu só queria fazer como três canções ... A gravadora continuava dizendo" Faça outra música, faça outra música, faça outra música". Não foi planejado. Não foi como eu disse, OK, eu Eu vou tomar conta."[6] O álbum foi originalmente planejado para ser chamado Independent Women, mas foi mais tarde mudado para Survivor por causa da turbulência que coincidiu com o grupo.[7]

A canção "Survivor" foi inspirada por uma piada que uma estação de rádio tinha feito sobre o fato de que três integrantes já tinham deixado o grupo.[3] Knowles foi inspirada para fazer uma avaliação do comentário negativo e transformá-lo em uma coisa positiva escrevendo uma canção fora dela. Knowles escreveu a canção "Bootylicious" em um vôo de avião para Londres enquanto ouvia a faixa "Edge of Seventeen" de Stevie Nicks quando a palavra "Bootylicious" apareceu na sua cabeça.[6] Esta alegação tem sido altamente contestada como Rob Fusari disse em uma entrevista de 2010 que ele só tinha a idéia para a música e queria usar um riff de guitarra da canção "Eye of the Tiger", mas depois de não ser capaz de encontrá-lo usado um Riff semelhante da música de Stevie Nicks "Edge of Seventeen". Depois de ouvir Beyoncé reivindicar o crédito pela canção em uma entrevista com Barbara Walters, ele telefonou para Mathew Knowles,

E ele explicou para mim, de uma maneira agradável, ele disse: "As pessoas não querem ouvir sobre Rob Fusari, produtor de Livingston, NJ Sem ofensa, mas isso não é o que vende registros.O que vende registros é pessoas acreditando que o artista é tudo." E eu sou como, "Sim, eu sei, Mathew, eu entendo o jogo, mas venha, eu estou tentando também.Eu só estou tentando obter parte nessa porcaria, também."[8]

Enquanto as sessões de gravação estavam acontecendo, Rowland gravou a música "Angel", que apareceu na trilha sonora de Down to Earth.[5]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Pontuações agregadas
Fonte Avaliação
Metacritic 63/100[9]
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas.[10]
The A.V. Club (Desfavorável)[11]
Entertainment Weekly B+[12]
Blender 4 de 5 estrelas.[9]
NME (7/10)[1]
Playlouder 4 de 5 estrelas.[13]
Slant Magazine 3 de 5 estrelas.[14]
Rolling Stone 3.5 de 5 estrelas.[15]
The Rolling Stone Album Guide 3.5 de 5 estrelas.[16]

O álbum foi premiado no Soul Train Music Awards, Teen Choice Awards e American Music Awards, o grupo também ganhou um Grammy Awards com a música "Survivor".[17] O álbum recebeu críticas positivas do site Metacritic, recebendo uma pontuação 63 de 100.[18] A revista Entertainment Weekly elogiou o grupo por causa do álbum dizendo: "Elas são Divas prematuras, mas em um inevitável crescimento", a revista Spin comentou: "Survivor é implacável na suas recombinações criativas".[19] Mas a revista New York Magazine não se impressionou com o trabalho do grupo e disse: "Ao todo são quinze faixas unidimensionais de mulheres seminuas, namorados vingativos e de duvidas sortidas do grupo.", o site All Music comentou: "Como planejado e calculado e como um disco de Mariah Carey, só que sem a alegria."[20][21]

Performance comercial[editar | editar código-fonte]

Survivor, entrou na lista de álbuns da Billboard, no número um, com os maiores números de vendas da primeira semana (mais de 663.275), de qualquer outro grupo feminino, na era SoundScan e os números mais altos de vendas da primeira semana de qualquer álbum na história da Columbia Records. Ele permaneceu no topo da tabela em sua segunda semana com um declínio de 49% para 358.959, empurrando a venda de álbuns após a marca de um milhão depois de apenas 2 semanas nas lojas e continua a ser a maior posição nas paradas do Destiny's Child.[3] Em sua terceira semana Survivor, escorregou para o número 3, escaneamento 221.884 e manteve a mesma posição em seu quarto quadro com 175.237 cópias vendidas. Em sua quinta semana o álbum subiu um ponto para o No.2 com 169.487 vendidas.[3] Survivor, passou suas primeiras treze semanas no top 10 da Billboard 200 (mais 2 do que The Writing's on the Wall) e no final de 2001, tinha vendido 3.718.446 cópias, nos EUA e classificado como o sétimo álbum mais vendido do ano, O segundo ano em que o grupo tinha estado entre os dez mais vendidos da lista.[3]

Survivor estreou em número um, em mais de nove países, incluindo o Reino Unido, onde foi certificado 3× Platina pelo BPI, para vendas de mais de 900.000 e passou a vender mais de um milhão de cópias. Também alcançou o número um no Canadá, vendendo mais de 31.000 cópias na sua primeira semana (e foi finalmente certificado 4 × Platina, pelas vendas de 400.000 cópias), bem como estrear ou chegar ao pico entre os dez melhores na Austrália, Suécia, Japão, França, Itália, Finlândia e Polónia. Com Survivor, Destiny's Child se tornou o primeiro grupo feminino dos EUA, a ter um número um álbum nas paradas do Reino Unido desde o The Supremes, esse atingiu a posição há 24 anos, com um álbum de grandes sucessos. Survivor também é o primeiro material original de estúdio (ou seja, não uma coleção de grandes sucessos), por um grupo americano feminino a bater número um na história de 43 anos, da parada do Reino Unido.

"Survivor", a faixa-título do álbum, passou seis semanas na posição número dois do Billboard Hot 100. "Independent Women Part I" (também apresentado no remake do filme Charlie's Angels e em sua trilha sonora) ocupou o slot número um Billboard Hot 100 (por 11 semanas), nas paradas de R&B e dance. O vídeo para o seguinte single de Survivor, "Bootylicious" (que liderou o Hot 100 por 2 semanas), apresentou um Camafeu de Stevie Nicks.

Na Europa o álbum foi certificado 2× Platina, em decorrência da dois milhões de cópias vendidas em todo o continente; Suas vendas desde então ultrapassaram a marca de três milhões. O álbum foi certificado 2× Platina na Austrália. A IFPI informou que Survivor, foi o terceiro álbum mais vendido no mundo em 2001, com 7,8 milhões de cópias vendidas, durante o ano.

Faixas[editar | editar código-fonte]

O álbum originalmente lançado nos Estados Unidos é composto por 15 músicas, mais o Brasil e a Austrália receberam uma edição com três músicas bônus "Perfect Man", "Dance With Me", "My Heart Still Beats", fazendo com que a edição Brasileira e Australiana tenha ao todo 18 músicas, que foram acrescentadas no meio da listagem do álbum, fazendo com que os álbuns tenham uma listagem diferente de suas músicas.

Edição Original[22]
N.º Título Compositor(es) Produtor(es) Duração
1. "Independent Women"  
  • Knowles
  • Poke and Tone
  • Rooney
3:42
2. "Survivor" (Inclui o prelúdio de "Bootylicious")
  • B. Knowles
  • Dent
4:14
3. "Bootylicious"  
  • Knowles
  • Fusari
  • Moore
3:28
4. "Nasty Girl"  
  • Knowles
  • Dent
  • M. Bassi
  • N. Hacket
  • Knowles
  • Dent
4:18
5. "Fancy"  
  • Knowles
  • Dwayne Wiggins
  • J. Rotem
  • Knowles
  • Wiggins
4:13
6. "Apple Pie à la Mode"  
  • Knowles
  • Fusari
  • Moore
  • Knowles
  • Fusari
  • Moore
2:59
7. "Sexy Daddy"  
  • Knowles
  • Damon Elliott
  • Knowles
  • Damon Elliott
4:07
8. "Independent Women Part II"  
  • Knowles
  • R. Stewart
  • E. Seats
  • F. Comstock
  • D. Donaldson
  3:46
9. "Happy Face" (Inclui o prelúdio de "Emotion")
  • Knowles
  • Fusari
  • Calvin Gaines
  • Bill Lee
  • Moore
  • Knowles
  • Fusari
  • Calvin Gaines
  • Bill Lee
  • Moore
4:32
10. "Emotion"  
  • B. Knowles
  • Mark J. Feist
  • M. Knowles
3:56
11. "Dangerously in Love"  
  • Knowles
  • Errol McCalla Jr.
  • Knowles
  • McCalla Jr.
4:53
12. "Brown Eyes" (Inclui o prelúdio de "The Story of Beauty") Knowles 4:47
13. "The Story of Beauty"  
  • Knowles
  • Ken Fambro
  • Knowles
  • Fambro
3:32
14. "Gospel Medley" (Dedicado a Andretta Tillman)
Knowles 3:25
15. "Outro (DC-3) Thank You"  
  • Knowles
  • Rowland
  • Williams
  • Fusari
  • Lee
  • Gaines
  • Knowles
  • Fusari
  • Calvin Gaines
  • Bill Lee
4:03
Duração total:
59:37

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Ano Cerimônia Nomeação Categoria Resultado
2002[25] Grammy Award "Survivor" Best R&B Performance by a Duo or Group with Vocals Venceu
Survivor Best R&B Álbum Indicado

Desempenho[editar | editar código-fonte]

Posições[editar | editar código-fonte]

Certificação[editar | editar código-fonte]

País (Empresa) Certificação Vendas
 Estados Unidos (RIAA) 4× Platina[57] 4,739,000[58][59]
 Austrália (ARIA) 3× Platina[60] 210.000[61]
 Reino Unido (BPI) 3× Platina[62] 900.000[63]
 Canadá (MC) 3× Platina[64] 400.000[65]
 França (SNEP) 2× Ouro[66] 200.000[66]
 Brasil (ABPD) Ouro[67] 50,000[68]
 Nova Zelândia (RMNZ) 2× Platina[69] 30.000[70]
 Japão (RIAJ) Platina[71] 200,000[72]
União Europeia (IFPI) 2× Platina[73] 2.000.000+[74]
 Finlândia (IFPI) Platina[75] 34.121[75]
 Alemanha (BVMI) Platina[76] 300.000+[77]
 Suécia (IFPI) Platina[78] 40.000[79]
 Áustria (IFPI) Ouro[80] 10.000[80]
 Noruega (IFPI) Ouro[81] 15.000[74]
 Polónia (ZPAV) Ouro[82] 20.000[83]

Ficha técnica[editar | editar código-fonte]

  • Mark J. Feist – Produção, arranjador, programador musical
  • Tony Maserati – mixagem
  • Vladimir Meller – masterização
  • Dave Pensado – mixagem
  • Nunzio Signore – guitarra
  • Richard Travali – mixagem
  • D'Wayne Wiggins – guitarra, produção
  • Richard J. Davis – Coordenador de produção
  • James Hoover – engenheiro, engenheiro vocal
  • Walter Afanasieff – baixo, programador, programador de bateria, arranjador, produtor, keyboards
  • Tom Coyne – masterização
  • Poke – produtor
  • Corey Rooney – produtor
  • Jim Caruana – engenheiro
  • Dexter Simmons – mixagem
  • Poke & Tone – produtor
  • Brian Springer – engenheiro, engenheiro vocal
  • Flip Osman – assistente de engenharia, assistente
  • Jill Topol – stylist
  • Destiny's Child – Artista principal
  • Nick Thomas – mixagem
  • Dan Workman – guitarrista, mixagem, engenheiro vocal, engenheiro
  • Damon Elliott – produtor,
  • Troy Gonzalez – engenheiro
  • Anthony Dent – produtor, engenheiro
  • Rob Fusari – produtor
  • Beyoncé Knowles – vocais, vocais de apoio, composição, produção, arranjadora
  • Kelly Rowland – vocais, vocais de apoio, composição, arranjadora
  • Michelle Williams – vocais, vocais de apoio
  • Farrah Franklin – vocais de apoio ("Independent Women Part I & II")
  • Michael McCoy – assistente de engenharia
  • Wassim Zreik – assistente
  • Mathew Knowles – produtor, produtor executivo
  • Tina Knowles – hair stylist, estilista
  • Orlando Calzada – engenheiro
  • Michael Conrader – engenheiro
  • Dave Way – mixagem
  • Marla Weinhoff – Estilista
  • Greg Bieck – keyboards, programador digital, programa digital, engenheiro, programador
  • Pete Krawiec – assistente de engenharia
  • Kent Huffnagle – engenheiro
  • Ramon Morales – engenheiro
  • Falonte Moore – produtor
  • K-Fam – produtor
  • Errol McCalla – programador, produtor
  • Bill Lee – produtor
  • Woody Pornpitaksuk – autor
  • Eric Seats – multi-instrumentista
  • Robert Conley – programador
  • Terry T. – engenheiro
  • Thom Cadley – mixagem
  • David Donaldson – keyboards, engenharia vocal
  • Calvin Gaines – produtor
  • David Gleeson – produtor

Precessão e sucessão[editar | editar código-fonte]

Precedido por
All for You de Janet Jackson
Billboard 200
19 de Maio - 01 de Junho de 2001
Sucedido por
Lateralus de Tool
Precedido por
Free All Angels de Ash
UK Albums Chart
12 de Maio - 25 de Maio de 2001
Sucedido por
Reveal de R.E.M.
Precedido por
8701 de Usher
UK Albums Chart
28 de Julho - 10 de Agosto de 2001
Sucedido por
White Ladder de David Gray

Referências

  1. a b «NME Album Reviews – Destiny's Child : Survivor». NME. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  2. «Best of the 2000s – Billboard 200 Albums». MTV News. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  3. a b c d e «Destiny's Child: Survivors». MTV. Consultado em 8 de março de 2010 
  4. a b c d e Kaufman, Gil (13 de junho de 2005). «Destiny's Child's Long Road To Fame (The Song Isn't Called 'Survivor' For Nothing)». MTV News. Consultado em 8 de março de 2010 
  5. a b «Destiny's Child Full Biography». MTV News. Consultado em 8 de março de 2010 
  6. a b Heather Stas, Franklin Cumberpatch. «Destiny's Child: News Feature: VH1.com». Vh1. Consultado em 8 de março de 2010 
  7. VanHorn, Teri (8 de dezembro de 2000). «Destiny's Child Solo CDs Won't Compete With Group, Each Other». MTV News. Consultado em 8 de março de 2010 
  8. «Producer Rob Fusari Dishes on Lady Gaga, Beyoncé». Consultado em 5 de dezembro de 2013 
  9. a b «Critic Reviews for Survivor». Metacritic. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  10. Erlewine, Stephen Thomas. [[[:Predefinição:AllMusic]] «Review: Survivor»] Verifique valor |url= (ajuda). Allmusic. Consultado em 8 de março de 2010 
  11. «Destiny's Child: Survivor». The A.V. Club. Consultado em 17 de junho de 2012 
  12. Browne, David. «Survivor Review». Consultado em 8 de março de 2010 
  13. «Survivor by Destiny's Child». Playlouder. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  14. «Destiny's Child: Survivor». Slant Magazine. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  15. «Recordings: Destiny's Child, Survivor». Rolling Stone. Rolling Stone. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  16. Brackett, Nathan. "The Rolling Stone Album Guide". Rolling Stone: 232. Retrieved April 27, 2010.
  17. All Music (13 de junho de 2005). «GRAMMY Awards» (em inglês). Consultado em 8 de março de 2010 
  18. http://www.metacritic.com/music/artists/destinyschild/survivor
  19. Spin Magazine. Julho de 2001.
  20. http://www.allmusic.com/cg/amg.dll?p=amg&sql=Adrkmikmabb29
  21. All Music (13 de junho de 2005). «Survivor [Australia Bonus Tracks]» (em inglês). Consultado em 8 de março de 2010 
  22. All Music (13 de junho de 2005). «Survivor» (em inglês). Consultado em 8 de março de 2010 
  23. «Destiny's Child – Survivor (CD, Album) at Discogs». Discogs.com. Consultado em 20 de fevereiro de 2011 
  24. «Destiny's Child – Survivor (CD, Album) at Discogs». Discogs.com. Consultado em 20 de fevereiro de 2011 
  25. «44th Grammy Awards - 2002». Rock on The Net. Consultado em 10 de Julho de 2011 
  26. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Australiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  27. Destiny's Child - Survivor (em alemão). Austriancharts.at. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  28. Destiny's Child – Survivor (em holandês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  29. Destiny's Child – Survivor (em francês). Ultratop.be. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  30. Predefinição:Chú thích web
  31. Destiny's Child – Survivor (em dinamarquês). Danishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  32. Destiny's Child – Survivor (em holandês). Dutchcharts.nl. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  33. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Finnishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  34. Destiny's Child – Survivor (em francês). Lescharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  35. Longplay-Chartverfolgung at Musicline (em alemão). Musicline.de. Media Control. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  36. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Italiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  37. «DESTINY'S CHILD – SURVIVOR (ALBUM)». Oricon. Consultado em 16 de abril de 2010 [ligação inativa] Predefinição:Cbignore
  38. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Charts.org.nz. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  39. Destiny's Child – Survivor (em norueguês) Norwegiancharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  40. de maio de 2001 6 de maio de 2001 Top 40 Scottish Albums Archive | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company.
  41. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Swedishcharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  42. Destiny's Child – Survivor (em inglês). Swisscharts.com. Hung Medien. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  43. Destiny's Child | Artist | Official Charts (em inglês). UK Albums Chart. The Official Charts Company. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  44. Official Rock & Metal Albums Chart Top 40 (em inglês). Official Charts Company. The Official Charts Company.
  45. Destiny's Child Album & Song Chart History (em inglês). Billboard 200 para Destiny's Child. Prometheus Global Media. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  46. Destiny's Child Album & Song Chart History (em inglês). Billboard Top R&B/Hip Hop Albums para Destiny's Child. Prometheus Global Media. Consultado em 7 de fevereiro de 2013.
  47. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Top 100 Albums 2001». Australian Recording Industry Association. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  48. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Urban Albums 2001». Australian Recording Industry Association. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  49. «Dutchcharts.nl – Jaaroverzichten – Single 2001» (em Dutch). Hung Medien. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 [ligação inativa] 
  50. «Classement Albums – année 2001». SNEP. SNEP. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  51. «{Predefinição:Title}» 🔗. Consultado em 10 de outubro de 2016 
  52. «The Year in Music 2001: The Billboard 200». Billboard. 113 (52): YE-32. 13 de junho de 2005. ISSN 0006-2510. Consultado em 8 de março de 2010 
  53. «The Year in Music 2001: R+B/Hip-Hop». Billboard. 113 (52): YE-43. 13 de junho de 2005. ISSN 0006-2510. Consultado em 8 de março de 2010 
  54. «ARIA Charts – End Of Year Charts – Urban Albums 2002». Australian Recording Industry Association. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  55. «Dutchcharts.nl – Decennium Charts – Singles 2000–2009» (em Dutch). Hung Medien. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  56. «Billboard Charts – Decade-end Albums – Billboard 200». Billboard. Nielsen Business Media. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  57. «American album certifications – Destiny's Child – Survivor» (em inglês). RIAA. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  58. David, Barry (13 de junho de 2005). «Shania, Backstreet, Britney, Eminem and Janet Top All-Time Sellers». Music Industry News Network. Consultado em 8 de março de 2010 
  59. «Destiny's '#1's' Bows At The Top». Billboard. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  60. «ARIA Charts > Accreditations > 2001 Albums». ARIA. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  61. «Accreditations» (em inglês). ARIA. 13 de junho de 2005. Consultado em 8 de março de 2010 
  62. «Certified Awards Search» (em inglês). BPI. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  63. «Certified Awards» (em inglês). BPI. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  64. «Music Canada Gold/Platinum: Destiny's Child». Music Canada. Consultado em 5 de novembro de 2014 
  65. «Gold Platinum Database». Music Canada. Consultado em 5 de outubro de 2010 
  66. a b «Certifications Albums Double Or – Année 2001». Syndicat National de l'Édition Phonographique. Consultado em 24 de Abril de 2010 
  67. «Certificados - Destiny's Child». ABPD. Consultado em 12 de agosto de 2012 
  68. «Níveis de Certificação». ABPD. Consultado em 12 de agosto de 2012 
  69. «New Zealand Top 50 Albums» (em inglês). Para visualizar a certificação deve se selecionar a opção "Chart #1291". RIANZ. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  70. «About The Chart» (em inglês). Recording Industry Association of New Zealand (RIANZ). Consultado em 13 de agosto de 2012. Cópia arquivada em 13 de agosto de 2012 
  71. «RIAJ > The Record > July 2001 > Page 8 > Certified Awards (May 2001)» (PDF). Recording Industry Association of Japan (em Japanese). Consultado em 21 de agosto de 2013 
  72. «RIAJ > The Record > July 2001 > Page 8 > Certified Awards (May 2001)» (PDF). Recording Industry Association of Japan (em Japanese). Consultado em 21 de agosto de 2013 
  73. «IFPI Platinum Europe Awards - 2001 Awards». International Federation of the Phonographic Industry. 9 de Dezembro de 2003. Consultado em 5 de Abril de 2010 
  74. a b «Certification Award Levels» (PDF) (em inglês). IFPI. Consultado em 12 de agosto de 2012 
  75. a b «Tilastot - Destiny's Child». IFPI finlândia. Consultado em 14 de agosto de 2012 
  76. «Gold-/Platin-Datenbank». IFPI.de (em alemão). Musik Industrie. Consultado em 12 de agosto de 2012 
  77. «Gold-/Platin-Auszeichnungen» (em alemão). Musik Industrie. Consultado em 12 de agosto de 2012 
  78. «Sverigetopplistan» (PDF). Sverige Topplistan (em sueco). Grammofon Leverantörernas Förening. 9 de janeiro de 2009. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  79. «Guld & Platina» (em sueco). IFPI Suécia. Consultado em 13 de fevereiro de 2012 
  80. a b «IFPI Austrian Charts – Accreditations». IFPI Áustria. Consultado em 12 de Setembro de 2011 
  81. «Trofeer» (em norueguês). IFPI Noruega. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  82. «Zlote CD» (em polaco). ZPAV. Consultado em 13 de agosto de 2012 
  83. «Certification Award Levels (IFPI Recording Industry In Numbers 2009)» (PDF) (em inglês). IFPI. 2009. Consultado em 12 de agosto de 2009 
Ícone de esboço Este artigo sobre um álbum de Destiny's Child é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.