Terra de Ninguém (DC Comics)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Terra de Ninguém
Batman-No Man's Land-No Law and a New Order.jpg
Capa de Batman: No Man's Land #1 (Março de 1999)
Arte de Alex Ross
Editora(s) DC Comics
Formato de publicação Crossover
Lançada em Janeiro de 1999
Terminou em Dezembro de 1999
Edições
Argumento
Desenho
Arte-finalista(s)
Personagens principais
ISBN Vol. 1 ISBN 1-56389-564-1
Vol. 2 ISBN 1563895994
Vol. 3 ISBN 1563896346
Vol. 4 ISBN 1563896982
Vol. 5 ISBN 1563897091

Terra de Ninguém (No Man's Land no original) é uma história publicada pela DC Comics com duração de um ano na revista mensal de "Batman" em 1999 e se expandiu para os demais títulos: Detective Comics, Batman: Shadow of the Bat and Batman: Legends of the Dark Knight com outros spin-offs.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Um Ponto Final na Cidade das Trevas[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Um grande terremoto de magnitude 7.6 começa a devastar a cidade. Batman reúne todo seu time para tentar salvar os feridos, a cidade é seriamente afetada, e Batman quase é soterrado junto com sua batcaverna. Jean-Paul Valley, que foi deixado de lado desde seu tempo vestindo o manto do morcego, acabou provando que está curado psicologicamente, ajudando Batman e os outros heróis a salvar o que restou da cidade. Mas esta última tragédia foi fatal para cidade que, mesmo com toda repercussão e ajuda da Fundação Wayne, foi considerada pelo Governo dos Estados Unidos uma Terra de Ninguém.

A partir de então, a cidade não era mais protegida pela lei e deveria ser abandonada. Mas grande parte das pessoas não quiseram deixar as suas casas de lado, e não abandonaram Gotham mesmo em uma de suas maiores crises. Gotham acabou sendo dividida por populares, criminosos, gangues e os fugitivos do Asilo Arkham. Para manter a lei, o ex-Comissário Gordon, sua mulher e alguns companheiros não abandonam a cidade e continuam ali. Assim como uma nova e encapuzada Batgirl e Oráculo que se manteve em sua base na cidade, ligando seus computadores a seus poderosos geradores. Nesse momento, Batman desaparece sem deixar vestígios…

Gotham: Não Seja Bem-Vindo![editar | editar código-fonte]

O cenário de Gotham fica apocalíptico: no meio de ruínas e morte, vários habitantes são fiéis e continuam a morar na cidade, mesmo com a sensação de abandono por parte do vigilante noturno. O pequeno grupo de policiais liderado pelo ex-comissário James Gordon e sua esposa, Sarah, não consegue impedir a divisão de terrenos da cidade, que é disputada por gangues, vilões, policiais desertores de Gordon e loucos fugidos de Arkham. E a sensação de que Batman abandonou a cidade é bem forte. Gordon, sem muita escolha, chega até a criar alianças com vilões como Duas-Caras.

Asa Noturna está em Blüdhaven, Robin está na cidade vizinha resolvendo problemas com sua namorada grávida, a Salteadora, e Bruce Wayne está desaparecido. Oráculo tenta controlar as informações em Gotham City com um grupo de amigos informantes; entre eles, há Cassandra, uma menina que não fala. Gotham não tem mais suas pontes, que foram explodidas; não há ligações para outras cidades; os que ficaram não podem mais voltar, nem pelo rio, já que ele está infestado de minas explosivas. Entretanto, o improvável acontece: Batman consegue atravessar e volta a defender sua cidade.

Após um tempo afastado analisando os últimos acontecimentos, Bruce resolve retornar a Gotham, mas infelizmente este afastamento estremeceu sua relação com seu velho amigo, Gordon, que não confia mais nele. Batman começa a tomar seu território, enfrentando gangues e vilões. Quem também anda agindo na cidade é a nova e mascarada Batgirl. Batman decide repartir parte de seu território e as pessoas que vivem nele, pedindo a Batgirl que olhe por um dos lados. Mais tarde, arrepende-se ao ver uma chacina no local, e repudia a nova Batgirl que, por sua confiança, colocou várias vidas em perigo.

Revelações Assassinas[editar | editar código-fonte]

A guerra pelos territórios continua. Gordon, aliado a Duas Caras, ataca o bando do Pinguim; no meio do tiroteio, Sarah é atingida de raspão. O mercenário Cain chega à cidade e começa a arquitetar sua nova missão: matar Jim Gordon. Oráculo tenta ensinar algumas palavras para Cassandra. Cain está pronto, usando um rifle de longo alcance, está com Gordon na mira, mas no último instante é impedido pela veloz Cassandra. Cain desaparece. Bárbara e Gordon tentam conversar com Cassandra, mas esta só fala por símbolos. Um dos símbolos que a garota mostra revela que ela é filha de Cain. O assassino não desiste, e tenta novamente matar Gordon. Cassandra fica entre os dois, e acaba nocauteando Cain, que desaparece de novo.

A jovem começa a lembrar de seu treinamento, onde aprendia golpes mortais ensinados pelo seu mestre, o seu pai Cain. Batman, também treinado pelo assassino no passado, descobre que este criou Cassandra com o objetivo de torná-la uma assassina infalível, abolindo toda a linguagem e ensinando-a somente o que interessa: a linguagem da luta. Batman impede Cain de tentar matar Gordon novamente, e enquanto isto, Cassandra, mascarada, derrota Duas Caras e impede um genocídio. Cassandra impede uma luta entre Batman e Cain, e este último resolve deixar Gotham de uma vez por todas.

Preparando o Terreno[editar | editar código-fonte]

Renasce a esperança em Batman de retomar a cidade, e este pede a Oráculo que convoque todos os seus ajudantes. Asa Noturna e Robin chegam a Gotham pelo esgoto, assim como Azrael. Batman tenta repreender Gordon pelas perigosas alianças que fez, e os dois acabam discutindo. Batman vai ao apartamento de Caçadora e ordena que esta largue o traje de Batgirl - Helena estava por trás da máscara, e o morcego sabia disso o tempo todo. Caçadora entrega o uniforme para Cassandra usar. Batman passa as missões para seu time; cada um tem um território para retomar e começar a reconquista. Ele e Robin libertam Hera Venenosa das mãos de Cara-de-Barro e esta promete proteger todos em seu território.

Queima de Arquivo[editar | editar código-fonte]

Bane consegue chegar a Gotham. Batman tenta prendê-lo, mas é obrigado a desistir da luta, pois este deixou explosivos numa casa de caridade de uma freira. Asa Noturna retoma a prisão Blackgate e a reativa. Batman convoca Mulher Gato: esta terá que roubar alguns CDs (que encontram-se em Manhattan) recheados de informações preciosas sobre interesses em Gotham. Superman vai a Gotham e ajuda na reconstrução da usina de força. Bane está na cidade a mando de alguém, e Batman, que estava envolvido em conflitos com Duas Caras, não consegue impedir que Bane exploda a prefeitura e todos os arquivos municipais. Mas quem estaria interessado em queimar os arquivos e mapas da cidade?

Reino do Pudim[editar | editar código-fonte]

Surge Harley Quinn, personagem criada pela dupla Paul Dini e Bruce Timm para o desenho Batman - The Animated Series, que fez tanto sucesso que foi incorporada na cronologia dos quadrinhos. Psicóloga que, por sua admiração pelo Coringa, tentou entender a psique do vilão e acabou enlouquecendo. Libertada do Asilo Arkham durante o terremoto, se uniu ao Coringa, a quem ela chama carinhosamente, de "Pudinzinho". Mulher Gato, com ajuda de Azrael, consegue roubar os CDs. Caçadora se une aos policias desertores, e protege o território em que a doutora Leslie Thompkins cuida dos doentes. Coringa anuncia sua candidatura de presidente de Gotham City.

Lei e Ordem no Caos[editar | editar código-fonte]

A base de Oráculo é invadida, mas Bárbara é salva por Asa Noturna e Caçadora, e consegue fugir. Duas Caras, unido ao vilão Talião, seqüestra Jim Gordon e seus companheiros, e coloca todos em julgamento. No fim, Duas Caras acaba assumindo sua culpa e liberta todos, ao mesmo tempo que Batman chega ao local. O herói e Gordon tem uma longa conversa sobre escolhas e tudo mais, Batman resolve tirar a máscara, mas o ex-comissário resolve não querer olhar quem está por trás dela. Batman e seus aliados se unem ao bando de Gordon.

As Mãos Por Trás do Destino[editar | editar código-fonte]

Batman descobre sobre a existência de CDs cujos conteúdos revelariam planos envolvendo Gotham. Pede para Mulher-Gato roubá-los e, com a ajuda de Azrael, ela tem êxito. Com os CDs em mãos e contando com a ajuda de Oráculo, Bruce descobre que há uma pessoa interessada em "reativar" Gotham; esta mesma pessoa contratou Bane para destruir os arquivos da Prefeitura, pois assim não haveria provas sobre os verdadeiros donos de cada terreno. E o interessado já estaria inclusive transportando material para a reconstrução, escondendo este material em Blüdhaven, cidade vizinha a Gotham.

Batman também descobre que logo será revogada a "Terra de Ninguém" na cidade. Enquanto isto, Robin vigia Bane, e descobre que ele negocia com uma mulher. Mais tarde, ela é reconhecida: seria uma das amazonas guarda-costas de Lex Luthor. O grupo junta as informações e comprova: quem quer reconstruir e dominar a cidade é o próprio Luthor. O empresário chega à metrópole de helicóptero e tem uma dura conversa com Batman, cheia de ameaças. Luthor traz o material para a cidade, e começa a criar postos de reconstrução.

Guerra de Gênios Vilanescos[editar | editar código-fonte]

A reconstrução começa, mas tem uma pessoa nada feliz com a intromissão "humanitária" de Luthor: o candidato a presidente da "Terra de Ninguém", Coringa. Ele, sua companheira Harley Quinn e seu bando destróem o maquinário e atacam os trabalhadores. Lex não fica para trás e coloca Bane, seu "cão de guarda", para trabalhar e espantar o palhaço. Coringa resolve mudar sua direção de ataque e deixa os trabalhadores de Luthor em paz, por enquanto. O empresário se acha glorioso, pois tem em mãos duas grandes cidades, Gotham City e Metrópolis.

A Hora do Morcego[editar | editar código-fonte]

Batman encontra Bane e, durante uma conversa, o morcegão descobre que o vilão receberá muito dinheiro de Luthor, o suficiente para comprar sua ilha natal, Santa Prisca. Batman ordena que Bane fuja logo com o dinheiro, antes que ele destrone Luthor e também lhe dê um belo calote. Bane deixa Gotham City. Por mais que as indústrias de Luthor considerem-se as grandes mentes por trás da reconstrução, Batman tem um grande apoio: as empresas Wayne, que sobrevivem em outras cidades. Com ajuda do presidente das empresas, Lucius Fox, eles saem à frente no governo, que revogam a "Terra de Ninguém" e tornam as empresas de Bruce as parceiras mais importantes para reconstrução da cidade, o que frustra os objetivos de Lex Luthor. As empresas ainda dão financiamento e outras facilidades para que antigos moradores voltem à cidade.

A Queda da Caçadora[editar | editar código-fonte]

Enquanto a reconstrução recomeça, agora com o apoio das Indústrias Wayne, Coringa volta a atacar. Enquanto vários comemoram a revogação da lei da Terra de Ninguém em bares e festas, ninguém lembra que a ordem ainda não está totalmente restabelecida. Coringa ataca vários territórios ainda divididos, um deles, que contém os principais hospitais de Gotham, é protegido por Caçadora, que luta valentemente contra ele e Harley Quinn. No fim a Caçadora leva vários tiros, e Coringa está pronto para finalizar a carreira da vigilante quando é impedido por Batman e Asa Noturna. Coringa e seu bando fogem. Caçadora fica à beira da morte ganhando novamente o respeito e a confiança do Batman.

Momentos Finais de Uma Terra Sem Lei[editar | editar código-fonte]

No momento em que quase morreu, Caçadora tentava impedir o seqüestro de vários bebês pelo Coringa. Este seqüestro, mais tarde, acaba acontecendo e deixando Batman e seus aliados em polvorosa. Os heróis se espalham pela cidade e, durante a busca, Robin quase morre ao cair numa aramadilha. Azrael não tem a mesma sorte: numa explosão numa gigantesca árvore de Natal, tem seu corpo quase todo incinerado e também fica à beira da morte. Os heróis seguem as pistas deixadas pelo Coringa, mas andam em círculos. Gordon, sua esposa Sarah e os policias também estão à procura.

Ao entrar no antigo distrito policial, Sarah ouve barulhos estranhos e vai investigar. E acaba descobrindo que Coringa escondera os bebês no lugar mais improvável: o próprio distrito. Sarah tenta pará-lo com um revólver, mas Coringa ameaça a vida dos bebês. Sarah, sob tais ameaças, entrega a arma para o vilão. Com seus sorriso sarcástico, Coringa atira na cabeça de Sarah, que morre entre os bebês. Ao sair do distrito, é cercado por Batman e Gordon, e se entrega.

Ao entrar no distrito, os policiais encontram o corpo de Sarah. Gordon fica possesso ao saber que sua esposa foi assassinada, e pensa em matar Coringa. Mas Batman o impede e conversa com ele. Gordon atira na perna de Coringa e manda prendê-lo. Coringa ainda faz piada, afirmando que Gordon quis devolver com a mesma moeda o que ele fez com a Bárbara. Gordon fica desconsolado. E tem reinício a construção de nova Gotham.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.