The Golden Compass

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The Golden Compass
A Bússola Dourada (PT)
A Bússola de Ouro (BR)
 Estados Unidos  Reino Unido
2007 •  cor •  114 min 
Direção Chris Weitz
Produção Bill Carraro
Deborah Forte
Roteiro Philip Pullman
Chris Weitz
Baseado em Northern Lights de Philip Pullman
Elenco Nicole Kidman
Dakota Blue Richards
Daniel Craig
Eva Green
Sam Elliott
Ian McKellen
Ian McShane
Género Ação
Aventura
Fantasia
Música Alexandre Desplat
Cinematografia Henry Braham
Edição Anne V. Coates
Peter Honess
Kevin Tent
Companhia(s) produtora(s) New Line Cinema
Distribuição New Line Cinema (US)
Entertainment Film
Distributors (UK)
Lançamento Brasil 25 de dezembro de 2007
Idioma Inglês
Orçamento US$ 180 milhões
Receita US$ 372 milhões
Página no IMDb (em inglês)

The Golden Compass A Bússola de Ouro (título no Brasil) ou A Bússola Dourada (título em Portugal) é um filme britânico-estadunidense de 2007 dirigido por Chris Weitz. É baseado no livro Northern Lights (Philip Pullman), da trilogia His Dark Materials de Philip Pullman, que co-assina o roteiro com o diretor.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

No início do filme, ficamos a saber que a história se passa em um dos muitos mundos alternativos, em que a alma de uma pessoa está contida dentro de um companheiro animal chamado um daemon (dimon no Brasil, em tradução livre, demônio). O Magistério, representado como um poder religioso unificado, exerce o poder no mundo secular. Lyra Belacqua, uma órfã que reside na Faculdade Jordan, com seu daemon Pantalaimon (Pan), acidentalmente testemunha um membro do Magistério pondo veneno garrafa de seu tio. Lyra, em seguida, adverte seu tio, Lorde Asriel, que aconselha-a a permanecer calada. Lyra aguarda Asriel fazer uma apresentação sobre o Pó, uma partícula que o Magistério proibiu a menção. O colégio dá para Asriel uma subvenção para financiar uma expedição no norte. No jantar, Lyra encontra a senhora Coulter, que insiste em levar Lyra ao norte como sua assistente. Antes de Lyra sair, o Mestre da faculdade entrega um artefato, uma bússola, que revela a verdade. O Magistério tem destruído todas as outras. Ele instrui a manter isso em segredo, especialmente da senhora Coulter.

Na casa da Srª Coulter, Lyra menciona a "poeira", um tipo de partícula misteriosa. Isso deixa a senhora Coulter irritada e ela avisa Lyra que nunca mencione novamente e também insiste que ela deixe a bolsa contendo a bússola. O ataque do Daemon (um macaco dourado) da Srª Coulter à Pan, faz com que Lyra entregue a bússola. Lyra e Pan descobrem que a senhora Coulter é a presidente da Oblation Board Geral, os "Papões", que estavam sequestrando crianças locais. Ela também descobre que seu melhor amigo, Roger e o Gyptian Billy foram pegos pelos Papões. Lyra e Pan são perseguidos pelo dimon da Srª Coulter. Eles escapam para as ruas. Os "Papões" perseguem-a, mas ela é salva por alguns Gyptians. A bordo de um dirigível em direção ao norte para resgatar os seus amigos Gyptian, Lyra mostra a bússola para um homem prudente Gyptian, Farder Coram. No convés naquela noite, Serafina Pekkala, a rainha bruxa, diz à Lyra que as crianças desaparecidas estão em um lugar chamado Bolvangar. A Srª Coulter envia duas moscas espiãs mecânicas para seguir Lyra e Pan; uma é golpeada a distância, mas o outra é capturada e selada em uma lata por Farder Coram, que explica que a mosca espiã tem uma picada com um veneno para dormir. Em um porto do norte, Lyra faz amizade com o texano Lee Scoresby, que a aconselha a contratar um urso de armadura. Exilado na vergonha, o urso polar gigante Iorek Byrnison tem sido enganado pela população local para não receber a armadura. Usando a bússola, Lyra diz a Iorek onde encontrar sua armadura. Blindado novamente, Iorek temível e seu amigo Lee Scoresby junta-se na caminhada para o norte.

Naquela noite, ao montar nas costas de Iorek, Lyra encontra Billy separado de seu daemon, Salcilia. Lyra reúne Billy com sua mãe e o grupo é atacado por Samoyeds que captura Lyra. Levado para o rei urso de armadura Ragnar Sturlusson, que engana Lyra em combate com Iorek um a um. Na primeira, Ragnar parece ter a mão superior na luta, mas Iorek eventualmente mata seu rival. Ele, então, torna-se o novo rei. Iorek carrega Lyra próximo a uma ponte de gelo fino perto de Bolvangar. Ao alcançar a estação, Lyra é levada para comer com as crianças desaparecidas. Enquanto se escondia novamente, Lyra descobre que os cientistas do Magistério, sob a orientação da senhora Coulter, estão realizando experimentos para romper o vínculo entre a criança e seu daemon. Depois de serem capturados espiando, Lyra e Pan são jogados na câmara de intercisão e acabam inconsciente devido a força da energia que tenta cortá-los. Ao ver Lyra na guilhotina, a senhora Coulter resgata-la e leva para seus aposentos. Quando Lyra acorda ela é consolada por Srª Coulter que encontra-se preocupada e explica sobre o corte do daemon para Lyra e também diz a Lyra que ela é sua mãe. Lyra, em seguida adivinha que Lorde Asriel é seu pai. Quando a Srª Coulter pede a bússola, Lyra lhe dá a lata contendo a mosca espiã. A mosca espiã pica a Srª Coulter, derrubando ela e seu daemon. Lyra corre para o quarto com a máquina de intercisão, puxa uma caixa de controle e atira-la na máquina de intercisão, fazendo-a explodir. Isso desencadeia uma série de explosões.

Lá fora, as crianças são atacados por mercenários e seus dimons lobos. A batalha é acompanhado por Iorek, os Gyptians e um bando de bruxas do voadoras, lideradas por Serafina Pekkala. Os mercenários são derrotados e as crianças são resgatadas. Ao invés de retornar ao sul, Lyra, Roger e Iorek voão para o norte com Lee Scoresby em busca de Lorde Asriel. Sem saber que ele está em perigo mortal, Lorde Asriel montou um laboratório para investigar a poeira brilhante do outro mundo.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Música Tema[editar | editar código-fonte]

A música-tema, "Lyra", que aparece nos créditos do filme, foi composta, interpretada e produzida por Kate Bush.

Controvérsias[editar | editar código-fonte]

Dias próximos ao lançamento do filme, a Liga Católica nos Estados Unidos iniciou uma campanha de boicote acusando o filme de "conduzir as crianças ao ateísmo". O presidente da instituição, Bill Donohue, explicou que o filme promove o ateísmo e busca "denegrir a cristandade, aos olhos das crianças".[1] Em resposta às acusações, a Associação Humanista Americana manifestou-se, por meio de uma nota oficial, a favor do filme "A Bússola de Ouro". Fred Edwords, diretor de comunicação da instituição, afirmou que a posição da Liga Católica está equivocada e que, após assistir o filme, o que fica em questão é o problema de certas posturas das autoridades religiosas.[2]

Na mesma época (dia 29 de novembro de 2007), Harry Forbes, então diretor do Gabinete de Cinema e TV da Conferência dos Bispos Católicos dos Estados Unidos - USCCB, publicou no site da instituição uma análise onde dizia que "tomada puramente no contexto cinematográfico, (A Bússola de Ouro) pode ser visto como uma emocionante aventura como uma história, no seu seio, de uma tradicional luta entre o bem e o mal, e uma rejeição generalizada do autoritarismo." E, junto à página de avaliação de filmes no mesmo site, classificou a produção com "conceito A II – Adultos e Adolescentes". Esta análise teve grande repercussão, ao ponto que a própria agência promotora do filme, Adversiting Media Plus, utilizou a referência de Forbes para motivar a imprensa católica a divulgar o filme. Em decorrência a isso, no dia 10 de dezembro, menos de duas semanas depois, a análise foi retirada do site pela USCCB informando por meio de uma nota que não terá qualquer tipo de referência ao filme publicada. A agência promotora também teve de retirar de sua campanha todas as citações.[carece de fontes?]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Ator Papel
Nicole Kidman Marisa Coulter
Dakota Blue Richards Lyra Belacqua
Daniel Craig Lorde Asriel
Eva Green Serafina Pekkala
Ben Walker Roger
Jim Carter John Faa
Tom Courtenay Farder Coram
Charlie Rowe Billy Costa
Clare Higgins Ma Costa
Steven Loton Tony Costa
Sam Elliott Lee Scoresby
Simon McBurney Fra Pavel
Jack Shepherd Mestre
John Bett Thorold
Christopher Lee Lorde Boreal
Kathy Bates Hester (voz)
Ian McKellen Iorek Byrnison (voz)
Ian McShane Ragner Sturlusson (voz)
Freddie Highmore Pantalaimon (voz)[3]

Recepção[editar | editar código-fonte]

The Golden Compass teve recepção mista por parte da crítica especializada. Com base de 33 avaliações profissionais, alcançou uma pontuação de 51% no Metacritic.

Em avaliações mistas, da Time, Richard Corliss disse: "Há algo faltando, além da teologia iconoclasta, neste filme perfeito OK, entre uma superprodução assombrosa. O filme não tem uma paixão elevada, uma visão coesa, uma alma. É como se The Golden Compass coloca-se mal a sua bússola artística. Alguém roubou seu daemon".

Do Christian Science Monitor, Peter Rainer: "The Golden Compass é uma flagrante tentativa de duplicar o sucesso da franquia "Harry Potter". A única coisa que falta são caracteres ricamente imaginados, uma linha histórica compreensível, uma boa atuação e efeitos especiais satisfatórios".

Salon, Stephanie Zacharek: "Seja qual for as idéias complexas ou interessantes que podem ter sido encontradas no material de origem, foram diluídas, deslizaram sobre, infundou em um disparate ou simplesmente foram ignoradas".

Empire, Olly Richards: "A decepção esmagadora para os fãs e uma oportunidade massacrante para um evento cinematográfico. Que o primeiro livro foi tão maltratado que não augura nada de bom para que os (já Greenlit) mais complicados venham". [4]

Com um índice de 42% o Rotten Tomatoes chegou ao consenso: "Sem um pouco da polêmica do material de origem, The Golden Compass é reduzido a recursos visuais impressionantes mais compensadores para contar histórias frouxas".[5]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Campanha contra "A Bússola Dourada", filme que promove ateísmo entre crianças (Rádio Vaticano)
  2. Golden Compass' Anti-clerical Message Loud and Clear, Humanists Say
  3. The Golden Compass (em português) Inter Filmes. Visitado em 29 de janeiro de 2014.
  4. The Golden Compass (em inglês) Metacritic. Visitado em 31 de março de 2015.
  5. The Golden Compass (em inglês) Rotten Tomatoes. Visitado em 29 de janeiro de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]