American Pie (filme)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
American Pie
American Pie - A Primeira Vez (PT)
American Pie - A Primeira Vez é Inesquecível (BR)
Pôster promocional
 Estados Unidos
1999 •  cor •  91 min 
Direção Paul Weitz
Chris Weitz (não creditado)
Produção Chris Weitz
Chris Moore
Warren Zide
Craig Perry
Roteiro Adam Herz
Elenco Jason Biggs
Chris Klein
Thomas Ian Nicholas
Alyson Hannigan
Shannon Elizabeth
Natasha Lyonne
Seann William Scott
Mena Suvari
Eddie Kaye Thomas
Tara Reid
Eugene Levy
Gênero Comédia romântica
Música David Lawrence
Direção de arte Paul Peters
Cinematografia Richard Crudo
Edição Priscilla Nedd-Friendly
Companhia(s) produtora(s) Zide/Perry Productions
Distribuição Universal Pictures (Estados Unidos, Reino Unido, Austrália, África do Sul, Nova Zelândia)
Summit Entertainment (International)[1]
Lançamento Estados Unidos 9 de julho de 1999
Brasil 29 de outubro de 1999
Portugal 10 de dezembro de 1999
Idioma Inglês
Orçamento US$11 milhões
Receita US$235,483,004[2]
Cronologia
Último
Último
American Pie 2
Próximo
Próximo
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

American Pie (American Pie - A Primeira Vez é Inesquecível (título no Brasil) ou American Pie - A Primeira Vez (título em Portugal)) é um filme de comédia de 1999 escrito por Adam Herz e dirigido pelos irmãos Paul e Chris Weitz, em suas estreias no cinema como diretores. É o primeiro filme da série American Pie. O filme foi um sucesso de bilheteria e gerou três sequências diretas: American Pie 2 (2001), American Wedding (2003) e American Reunion (2012).[3] O filme concentra-se em cinco rapazes (Jim, Kevin, Oz, Finch e Stifler) que frequentam a East Great Falls High. Com a exceção de Stifler (que já perdeu a virgindade), os outros quatro fazem um pacto para perder a virgindade antes de sua graduação do ensino médio. O título é emprestado da canção popular de mesmo nome, e refere-se a uma cena no filme, em que o personagem principal é pego se masturbando com uma torta depois de ter ouvido que "chegar a terceira base" no namoro é como tocar uma torta de maçã quente, uma metáfora adolescente da cultura estadunidense relacionando sexo e beisebol. Também foi afirmado pelo escritor Adam Herz que o título também se refere à busca da perda da virgindade ainda na escola secundária, que é um sentimento parecido ao "americano como uma torta de maçã".

A música tema do filme é Laid, da banda James, que também é o tema de toda a franquia.

Além da saga principal de American Pie, existem atualmente quatro filmes spin-off diretamente em vídeo que possuem o título American Pie Presents: Band Camp (2005), The Naked Mile (2006), Beta House (2007) e The Book of Love (2009).

Em resposta ao sucesso de American Reunion, um quinto filme, sob o título provisório de "American Pie 5" foi anunciado em 4 de agosto de 2012.[4]

História[editar | editar código-fonte]

Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O filme conta a história de quatro adolescentes que firmam um pacto três semanas antes de se formarem no segundo grau. Segundo esse pacto, todos eles deveriam transar com alguma garota antes de se formarem, ou até exatamente a noite de formatura. O filme é protagonizado por Jason Biggs, que faz o papel de Jim, e é de uma cena com ele que vem o nome do filme, a antológica cena com a torta de maçã.

O envolvimento dele com o pai Nohan Levenstein (Eugene Levy) retrata bem as frustrantes tentativas de pais de gerações anteriores que tentam, em vão, conversar com seus filhos sobre assuntos como sexo quando os mesmos já estão para lá de iniciados na puberdade e na adolescência. Mas com certeza um dos principais pontos do filme é o relacionamento de Jim com a aluna estrangeira Nadia, interpretada pela atriz e modelo Shannon Elizabeth. É neste primeiro filme também que inicia-se o relacionamento de Jim com Michelle Flaherty (Alyson Hannigan).

O filme ainda possui outros romances, como é o caso do jogador de Lacrosse, Oz (Chris Klein) com a corista Heather (Mena Suvari), Finch, que acaba se envolvendo com a mãe de Stifler, e o relacionamento de Kevin (Thomas Ian Nicholas) com Vicky (Tara Reid) que inicialmente é bem engraçado, com Kevin tentando descobrir por "tradições milenares" como dar prazer à sua namorada.

Gtk-paste.svg Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

O ator Seann William Scott, que interpretou Steve Stifler.
Aparições
  • A banda Blink-182 faz uma aparição como a banda que assiste a Jim e Nadia durante seu webcast, embora o baterista Travis Barker seja incorretamente creditado como o ex-baterista do Blink-182 "Scott Raynor". Além disso, quando a canção "Mutt" é creditada, o nome de Barker é grafado como "Travis Barkor". A participação do grupo foi concedida quando o agente de Tom DeLonge comentou que o filme precisava de uma banda.
  • Christina Milian aparece como uma das geeks da banda.
  • Casey Affleck como Tom Myers, irmão mais velho de Kevin.
  • Stacy Fuson, Playmate do Mês de Fevereiro de 1999, aparece no meio da multidão rindo de Finch quando ele sai do banheiro das meninas.

Locações[editar | editar código-fonte]

A cidade de East Grand Rapids foi inspiração para East Great Falls, cidade fictícia onde se passa a história do filme.

Grande parte do filme é baseado nos dias que o roteirista passou no East Grand Rapids High School em Michigan.[5] [6] No filme, a cidade é chamada de "East Great Falls", e o colégio ostenta as mesmas cores do colégio que o inspirou — azul e amarelo — além de possuir uma mascote semelhante — os Trailblazers ao invés dos Pioneers. O restaurante frequentado, "Dog Years", baseia-se no Yesterdog, restaurante popular de cachorro-quente nas proximidades de Eastown, bairro de Grand Rapids.[7] A equipe "Central Chicks" e "Central" de Lacrosse que joga contra a East Great Falls é um amálgama dos colégios Forest Hills Central High School e Grand Rapids Catholic Central High School, localizados nas proximidades.[8]

O filme foi gravado no sul da Califórnia, principalmente em Long Beach, utilizando as áreas escolares da Long Beach Unified School District. A Millikan High School, cujas cores são azul e ouro, foi usada para cenas externas, e a Long Beach Polytechnic High School foi usada para gravações de internas. Localizado em Los Cerritos, Long Beach, Califórnia, ambas as escolas ficam a pouco mais de oito quilômetros do Virginia Country Club e de Los Cerritos Neighborhood (onde Ferris Bueller's Day Off e Donnie Darko foram filmados).[9]

East Great Falls[editar | editar código-fonte]

East Great Falls é uma cidade fictícia do filme American Pie. Suas características foram baseadas na cidade de East Grand Rapids, em Michigan, onde o roteirista do filme, Adam Herz, passou parte de sua vida.[10] [11]

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

Venceu
  • 2000 - Blockbuster Entertainment Award para Ator Coadjuvante de Comédia Favorito (Eugene Levy)[12]
  • 2000 - Bogey Awards: Bogey Awards in Platinum (Prêmio dado a filmes que são vistos por cinco milhões de pessoas nos primeiros 50 dias após a sua estreia)
  • 2000 - Casting Society of America: Artios Award para Melhor Elenco de Filme
  • 2000 - Csapnivalo Award: Golden Slate Award para Melhor Filme Adolescente
  • 2000 - Young Hollywood Awards para Melhor Conjunto de Elenco, Melhor Trilha Sonora, Importante Descoberta de Performance Feminina (Mena Suvari)
  • 2000 - Golden Screen para Golden Screen Award e Golden Screen com 1 Estrela
Nomeações

Trilha sonora[editar | editar código-fonte]

A trilha sonora do filme alcançou a posição número 50 na parada Billboard 200.[13]

American Pie: Music from the Motion Picture
Trilha sonora de Vários artistas
Lançamento 29 de junho de 1999
Duração 46:02
Gravadora(s) Uptown, Universal
Cronologia de Vários artistas
Último
Último
American Pie 2: Music from the Motion Picture
(2001)
Próximo
Próximo
N.º Título Compositor(es) Performance de Duração
1. "New Girl"     Third Eye Blind 2:16
2. "You Wanted More"     Tonic 3:52
3. "Mutt"     Blink-182 3:23
4. "Glory"     Sugar Ray 3:29
5. "Super Down"     Super TransAtlantic 4:07
6. "Find Your Way Back Home"     Dishwalla 4:04
7. "Good Morning Baby"     Dan Wilson of Semisonic & Bic Runga 3:34
8. "Stranger by the Day"     Shades Apart 4:02
9. "Summertime"     Bachelor No. 1 3:46
10. "Vintage Queen"     Goldfinger 3:04
11. "Sway"     Bic Runga 4:23
12. "Wishen"     The Loose Nuts 3:04
13. "Man with the Hex"     The Atomic Fireballs 3:01

As seguintes canções foram incluídas no filme, mas não foram destaque na trilha sonora:

Recepção[editar | editar código-fonte]

Recepção comercial[editar | editar código-fonte]

Apesar de entusiastas afirmarem que o filme tivesse potencial de ser um sucesso instantâneo, a Universal Pictures vendeu os direitos de estrangeiros em uma tentativa de recuperar o seu orçamento. American Pie foi vendido com sucesso para distribuidores estrangeiros no Festival de Cannes[1] O filme teve uma receita bruta em todo o mundo de U$ 235,483,004,[14] [15] U$ 132,922,000 a partir de bilheterias internacionais.

No mercado de home video, o filme já arrecadou U$ 109,577,352 mundialmente, com U$ 56,408,552 apenas de vendas nos EUA.[16]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu críticas mistas e positivas da crítica especializada. Baseado em 122 comentários, o Rotten Tomatoes dá a American Pie uma pontuação de 61% de aprovação, considerado-o bom ("Fresh").[17] e uma pontuação de 58 ("críticas mistas ou médias") do Metacritic com base em opiniões de 30 críticos.[18] Os comentários mais negativos incluem o de Stephen Holden, do The New York Times, que sentiu que American Pie era "um dos filmes adolescentes mais rasos e lascivos".[19] Robert Horton do Film.com escreveu que American Pie "tinha algumas partes divertidas, porém o público deve notar fortemente que o filme é realmente horrível, e que não era digno do status de 'prazer culpado' (guilty pleasure)."[18] Jim Sullivan do The Boston Globe escreveu que American Pie é uma "brincadeira de ensino médio bruta e de mau gosto com sentimento de desordem".[18] Roger Ebert foi mais favorável, concedendo-lhe três de quatro estrelas. Ele observou que "[o filme] não é inspirado, mas é alegre, funciona e às vezes é engraçado, e - aqui está o mais importante -. isso não significa que seus personagens são de um tipo doce e amável."[20]

Referências

  1. a b "Foreign Strategy May Burn Universal." Los Angeles Times através da Orlando Sentinel (13 de junho de 1999).
  2. American Pie (em inglês) no Box Office Mojo
  3. TMZ report
  4. American Pie 5 cooking at Universal. Visitado em 4 de agosto de 2012.
  5. Adam Herz — Biography
  6. The Michigan Daily Online Web.archive.org (29 de fevereiro de 2008). Visitado em 21 de abril de 2012.
  7. History Page "Good Ole Hot Dogs" at 1505 Wealthy, Grand Rapids, Michigan, restaurant Yesterdog. Visitado em 21 de abril de 2012.
  8. eeggs.com (28 de maio de 2000). American Pie Reunion Eeggs.com. Visitado em 21 de abril de 2012.
  9. American Pie Filming Locations Seeing-stars.com. Visitado em 21 de abril de 2012.
  10. Adam Herz — Biography (em inglês) Internet Movie Database.
  11. The Michigan Daily Online Pub.umich.edu.
  12. a b Blockbuster Entertainment Award winners (9 de maio de 2000). Visitado em 20 de maio de 2013.
  13. American Pie - Original Soundtrack - Awards - AllMusic AllMusic. Visitado em 21 de outubro de 2013.
  14. American Pie (1999) Box Office Mojo
  15. American Pie - Box Office Data, Movie News, Cast Information The Numbers
  16. American Pie (1999) - Box office / business
  17. American Pie Rotten Tomatoes
  18. a b c American Pie Metacritic
  19. 'American Pie': The Road to Manhood, Paved in Raunchy Jokes and Pie The New York Times (9 de julho de 1999). Visitado em 21 de abril de 2012.
  20. Roger Ebert. American Pie Chicago Sun-Times. Visitado em 21 de abril de 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]