The World Is Not Enough (jogo eletrônico)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
The World Is Not Enough
Capa da versão norte-americana para Nintendo 64.
Produtora Eurocom (N64)
Black Ops (PS1)
Editora(s) Electronic Arts/MGM Interactive
Plataforma(s) Nintendo 64
Playstation 1
Game Boy Color
Série James Bond
Data(s) de lançamento Game Boy Color
Nintendo 64
Playstation
Gênero(s) Tiro em primeira pessoa
Modos de jogo single player, multiplayer
Número de jogadores 1 (Single Player) e 2-4 (Multiplayer)
Classificação Inadequado para menores de 13 anos i ESRB (América do Norte)
Recomendado para públicos maduros i OFLCA (Austrália)
Predefinição:ELSPA - 11+
Média Cartucho
Controles Joystick

The World Is Not Enough é um jogo de tiro em primeira pessoa para Nintendo 64, Playstation 1 e Game Boy Color, baseado no filme de James Bond, The World Is Not Enough. O jogo foi distribuído pela Electronic arts e desenvolvido pela Eurocom (para N64), que mais tarde desenvolveria 007: Nightfire. A versão para PS1 foi feita pela Black Ops, que havia previamente desenvolvido o jogo Tomorrow Never Dies.

O jogo novamente possui Pierce Brosnan como protagonista, embora não seja o próprio que o duble. A jogabilidade do jogo é semelhante a do GoldenEye 007, com alguns aprimoramentos, como a possibilidade de saltar e render inimigos.

Jogabilidade[editar | editar código-fonte]

Muito semelhante a GoldenEye 007, o jogo continua com a fórmula de tiro em primeira pessoa. Alguns aprimoramentos gráficos, como explosões mais realistas e armas recarregando-se de maneira mais próxima à realidade foram feitos para o jogo. Personagens agora tem voz e gesticulam, embora suas bocas e faces não se movam durante a fala. Os passos do jogador e dos outros personagens também podem ser ouvidos. Cutscenes mais longas aparecem no início e no final de cada missão, e algumas podem ocorrer inclusive durante a fase. James agora pode saltar e render inimigos (o que pode ser feito simplesmente chegando por trás do inimigo e encostando em suas costas).

Alguns elementos do GoldenEye, contudo, foram retirados deste game, tais como sangue e a possibilidade de atirar nos chapéus e armas dos inimigos sem feri-los.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Missões

  1. Courier
  1. King's Ransom
  2. Thames Chase
  3. Underground Uprising
  1. Cold Reception
  1. Night Watch
  2. Midnight Departure
  1. Masquerade
  1. City of Walkways I
  2. City of Walkways II
  1. Turncoat
  2. Fallen Angel
  3. A Sinking Feeling
  4. Meltdown

Na Versão para PlayStation 1

  1. Courier
  1. King's Ransom
  1. Cold Reception
  1. Russian Roulette
  1. Night Watch
  1. Masquerade
  1. Flashpoint
  1. City of Walkways
  1. Turncoat
  2. Fallen Angel
  3. Meltdown
Gtk-paste.svg Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

O enredo é baseado no enredo do filme The World Is Not Enough. Bond inicia a história em um banco de Bilbau, na Espanha, onde deve se encontrar com um banqueiro suíço, chamado Lachaise, que possui uma grande quantia de dinheiro que pertence a Robert King, amigo pessoal de M e magnata do petróleo. Bond também quer informações sobre quem teria feito um certo relatório contendo informações sobre terroristas que atacaram um oleoduto de King que foi parar nas mãos de Lachaise. Este se recusa a dar tais informações, e acaba subitamente executado por sua própria guarda-costas, que foge com outro segurança. Bond rapidamente ativa uma bomba tranquilizante e parte à procura do dinheiro, tendo de enfrentar outros seguranças no caminho. Tendo a mala de notas na mão, James foge do banco.

Em Londres, Bond se encontra com M e Robert King. Durante uma conversa entre o agente e sua chefe, o quartel-general do MI-6 é atacado por terroristas. James parte à procura de King, mas não sem antes eliminar inimigos, fechar portas de segurança e ativar sprinklers. Quando chega ao empresário, já é tarde: este morre logo após entregar o pino de sua lapela, que, segunda ele, era o detonador da bomba. Q informa 007 que a responsável pelo ataque está num barco do lado de fora, à espera de Bond, que parte em perseguição com um protótipo de uma lancha que não estava concluído.

Após a perseguição, os dois barcos batem e a perseguição continua a pé. Bond corre por entre becos de Londres, matando outros inimigos e libertando reféns, até que chega em uma estação do metrô, que acaba de ser fechada devido a uma bomba e a vários terroristas que mantém reféns lá embaixo. Bond adentra a estação, salva reféns e desativa a bomba. Quando sai, encontra a assassina tentando fugir em um balão. James consegue se segurar no balão a tempo e pede que ela se entregue e diga o nome do mandante, em troca de proteção, mas ela se mata explodindo o balão.

No novo quartel-general do Mi-6 na Escócia, Bond descobre que o provável autor do crime foi Renard, um terrorista que, devido a uma bala alojada no cérebro (ferimento causado por 009, no passado), não sente dor, e sabe que cedo ou tarde, morrerá.

Bond é então enviado ao Azerbaijão para proteger a filha de Robert, Elektra King, que já havia sido sequestrada anteriormente por Renard e agora corre perigo. Os dois visitam um oleoduto no Cáucaso mas são atacados por terroristas em motoneves, esquis e parapentes motorizados. Após terminar com os inimigos, Bond e Elektra voltam para a mansão dos King.

Durante a noite, Bond sai de seu quarto e sorrateiramente explora a mansão fortemente vigiada por câmeras e guardas. Após conseguir algumas fotos e instalar grampos nos telefones, ele se esconde no carro de Davidov, chefe da segurança de Elektra, e é levado para uma pista de pouso nos subúrbios de Baku, a capital do país. Uma vez lá, Bond passa por outro forte esquema de segurança, elimina Davidov e toma o lugar dele em um vôo para o Cazaquistão no qual o segurança deveria se passar por Mikhail Arkov, um pesquisador nuclear russo.

Uma vez no país ex-soviético, Bond visita um silo de lançamento de ICBMs. Seus companheiros (que são seus inimigos, na verdade) o ajudam a se encontrar com Christmas Jones, uma física americana. Esta o leva para o subsolo, onde Renard planeja roubar uma ogiva nuclear. Um comandante local percebe algo de errado com Bond e seus "amigos" e uma batalha se inicia entre os visitantes e os seguranças locais. Bond revela sua verdadeira identidade a Jones e vai atrás de Renard. Este foge em um elevador blindado com a ogiva. James e Christmas fogem para a superfície enquanto o silo inteiro começa a explodir. Enquanto isso, Elektra mata os guardas de M e a sequestra.

No Mar Cáspio, Bond e Jones se encontram com Valentin Zukovsky, um ex-agente da KGB que agora administra uma fábrica de caviar beluga. Quando percebe que mercenários e helicópteros estão atacando a sua fábrica, Valentin propõe a Bond que este elimine os agressores em troca de informações. Depois de varrer a área, James descobre que Elektra pagou 1 milhão de dólares a Valentin para que este a emprestasse um submarino classe Victor III.

Em Istambul, Valentin informa a Bond que o submarino é pilotado por Nikolai, seu sobrinho. Como o submarino é nuclear, Bond suspeita que Renard esteja planejando usar o veículo para causar uma explosão nuclear que varreria Istambul do mapa e contaminaria o Bósforo por décadas. Com isso, as empresas que usam os oleodutos locais não teriam escolha senão utilizar os oleodutos de King.

Assim que Bond descobre que o submarino está numa doca sob a Torre de Ferro (na qual M também está presa), Bullion, o motorista de Valentin, sai da sala disfarçadamente, deixando uma mala com uma bomba. Bond sai à caça do criminoso, e o persegue pelas ruas de Istambul, eliminando diversos capangas pelo caminho. No fim, Bond se vê encurralado quando Bullion, Garbor (guarda-costas de Elektra) e alguns guardas fazem Jones de refém.

Enquanto isso, Renard mata Nikolai e toma controle total do submarino, dentro do qual mantém presa Christmas Jones. Bond é levado à Torre de Ferro e torturado em um garrote vil até que Valentin chega. Ele vê o chapéu de seu sobrinho e pede que Elektra o dê para ele, mas ela pega uma arma. Valentin tenta sacar a sua pistola mas é alvejado antes que possa reagir. Antes de morrer, ele atira no artefato libertando Bond e pede que este vingue a morte de Nikolai.

O agente parte em busca de M, eliminando Bullion e seus capangas no caminho. Após libertar sua chefe, Bond é abordado por Elektra e seus guardas, que desarmam Bond e levam M para o topo da torre. Mesmo na mira de uma pistola de Garbor, James consegue inverter a situação e matar o segurança. Quando chega ao topo da torre, James mata Elektra e pula para a doca.

Uma vez na doca, Bond sorrateiramente invade o submarino e ataca os guardas de Renard, e por conta da confusão, o submarino bate no fundo do mar. Mesmo com o submarino empinado e enchendo de água, o agente consegue matar Renard, libertar Jones e fugir com ela para a superfície. Terminada a missão, os dois se beijam debaixo de uma queima de fogos.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]