Uruguai 1 x 1 Gana (2010)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Quartas de Final da Copa do Mundo FIFA de 2010
Uruguai x Gana
Evento Copa do Mundo FIFA de 2010
Com empate de 1 a 1 no tempo normal,
Uruguai venceu na disuta de penalti
Data 2 de julho de 2010
Local Soccer City, Joanesburgo
Melhor em campo Uruguai Diego Forlán
Árbitro Portugal Olegário Benquerença
Público 84 017

Uruguai 1 x 1 Gana foi um jogo válido pelas quartas de final da Copa do Mundo de 2010, realizado em Joanesburgo, África do Sul. É considerado uma das grandes partidas da história dos mundiais de futebol. [1] [2]

O Uruguai não se classificava para as semifinais desde a Copa do Mundo de 1970, enquanto que uma seleção da África jamais havia passado da fase de quartas de final de uma copa do mundo. O jogo foi decidido nas penalidades após o empate em 1 x 1 no tempo normal.

A partida também ficou marcada pelo polêmico lance de mão de Luis Suárez no último minuto da prorrogação. O uruguaio tirou em cima da linha um gol do adversário, trocando a eliminação pelo pênalti e a sua expulsão, o que acendeu o debate se o lance foi uma trapaça ou não. [3]

Pré Jogo[editar | editar código-fonte]

Inicialmente, a FIFA havia escalado o juiz inglês Howard Melton Webb para a partida. Mas devido às reclamações dos sul americanos, que temiam represálias dos ingleses depois dos erros cometidos pelo compatriota Jorge Luis Larrionda, na partida das oitavas de final entre Inglaterra e Alemanha, a FIFA substituiu pelo português Olegário Benquerença. [4]

O Uruguai era favorito no confronto. Mas o técnico de Gana, Milovan Rajevac, demonstrava otimismo: "O Uruguai tem estado impressionante e tem jogadores nos melhores campeonatos da Europa, mas nós temos muitos jovens e com muita confiança. A maior qualidade desta equipa é a união". Já Óscar Tabárez ressaltava o longo hiato dos uruguaios em mundiais: "Passámos por décadas complicadas, em algumas fora do Mundial, mas não podemos esquecer que (o jogo) será um momento histórico também para os jogadores".[5]

Ambas as equipes tinham desfalques. No Uruguai, Diego Godin estava lesionado. Em Gana, Jonathan Mensah e André Ayew, suspensos.

Resumo do Jogo[editar | editar código-fonte]

O Uruguai dominou os primeiros 30 minutos. A primeira finalização veio aos 6min, em chute de Egidio Arévalo que passou muito longe do gol. Aos 11min, Luis Suárez ganhou da zaga e chutou forte para boa defesa do goleiro Richard Kingson. Aos 15min, Diego Forlán bateu falta de longa distância, Richard Kingson espalmou para cima e sofreu falta em seguida. Na sequência, quase John Mensah fez gol contra após escanteio de Diego Forlán, mas o goleiro ganense, com muito reflexo, defendeu com a cabeça. Aos 25min, Luis Suárez voltou a bater forte e Richard Kingson defendeu com a ponta dos dedos.

Aos 37min, o Uruguai sofreu uma grande perda. O capitão Diego Lugano saiu lesionado para a entrada de Andrés Scotti. A alteração coincidiu com o crescimento de Gana na partida, que dominou os 15 min finais do primeiro tempo. Kwadwo Asamoah alçou a bola na grande área e Sulley Muntari cabeceou para fora. Aos 44min, o próprio Kevin-Prince Boateng acertou belo voleio na área após levantamento de Inkoom, mas errou o alvo. O melhor momento de Gana na partida foi recompensado com um gol pouco antes do intervalo. Aos 46min, Sulley Muntari dominou a bola na intermediária, avançou casualmente e soltou uma bomba de muito longe. A bola fez uma curva e enganou Fernando Muslera, que foi pego no contrapé e viu sua rede balançar.

Mesmo em vantagem, os ganenses não abdicaram do jogo no segundo tempo e passaram a ameaçar principalmente no contragolpe. Porém, o Uruguai conseguiu voltar para o jogo aos 9min. Diego Forlán bateu falta da meia esquerda e acertou um chute colocado no canto de Richard Kingson, surpreendendo o goleiro, que havia dado um passo para o lado errado. Gana era sempre perigosa quando roubava a bola e saía em velocidade. Aos 12min, Kevin-Prince Boateng tocou para Asamoah Gyan, que chutou forte da entrada da área, mas Fernando Muslera caiu para defender. Os uruguaios responderam cinco minutos depois: Diego Forlán escapou pela esquerda e cruzou no segundo poste, mas Suárez errou o chute de primeira com o goleiro batido.

O jogo continuou equilibrado, com chances para ambos os lados. Aos 23min, Asamoah Gyan bateu falta de longe e a bola passou perto do ângulo de Fernando Muslera. Dois minutos depois, Luis Suárez recebeu na área pela esquerda e chutou de bico, mas Richard Kingson fez grande defesa e espalmou para escanteio. O camisa 9 uruguaio voltou a parar no goleiro ganense aos 32min, desta vez de cabeça. Porém, o placar não foi mais alterado até o fim do tempo normal.

Na prorrogação, o cansaço físico falou mais alto que a técnica para as duas equipes. Foram muitos erros e poucas chances claras criadas. Uma ótima oportunidade caiu nos pés de Diego Forlán aos 8min do 2º tempo, mas o atacante chutou para fora de esquerda. No último minuto do tempo extra, após bate-rebate na área uruguaia, Luis Suárez impediu o gol ganense, salvando a bola com a mão em cima da linha. O atacante foi expulso pelo árbitro português Olegário Benquerença, e vários jogadores de Gana comemoraram como se o jogo já estivesse ganho, indo em direção à torcida.

Porém Asamoah Gyan desperdiçou a cobrança do pênalti, chutando por cima da meta. Na decisão por penalidades, Maxi Pereira perdeu para o Uruguai, mas o goleiro Fernando Muslera defendeu as batidas de John Mensah e Dominic Adiyiah, garantindo a vitória por 4 a 2.

Pós Jogo[editar | editar código-fonte]

Após a partida, o técnico do Uruguai, Óscar Tabárez declarou: "Foi uma partida incrivelmente difícil e passamos sem jogar de forma brilhante. Acabamos de fazer o que tínhamos que fazer, e devo admitir que não achei que seria suficiente quando o Gana conseguiu o pênalti final. Podemos jogar melhor que isso e esperamos ter um desempenho muito melhor contra a Holanda." Já o treinador do Gana, Milovan Rajevac, comentou: "Tudo o que posso dizer é que este é o futebol, nós não merecemos perder tanto. Foi uma maneira cruel de sair."[6]

O narrador Cléber Machado considera esse o maior jogo que narrou: "Quando alguém me pergunta de algum jogo, sempre lembro desse jogo. Acho que com 95 anos, se Deus quiser, vou lembrar.".[7]

A partida foi bastante elogiada pela imprensa internacional. O jornal italiano La Gazzetta dello Sport, qualificou de “"Louco, imprevisível, dramático". O espanhol Marca (jornal) "final de loucura". O Globo afirmou que foi a partida mais emocionante da Copa do Mundo de 2010.[8]

O polêmico lance de Suarez[editar | editar código-fonte]

Após a partida, alguns médios acusaram Luis Suárez de trapaça no lance de mão. Asamoah Gyan declarou: “Claro que foi uma trapaça porque não existe nenhuma regra [que permite isso]. Mas, como um esportista, sei que essas coisas acontecem. Ele é um bom, um ótimo jogador e o que aconteceu na Copa do Mundo é passado.”[9] O ex-jogador francês, Frank Leboeuf, afirmou que por lances como esse, Suarez é um "mau exemplo".[10] O jornal inglês The Guardian, classificou Luis Suárez de "O vilão da copa" após o lance. [11]

Óscar Tabárez alegou que a reação de Luis Suárez foi instintiva e reagiu: "O jogador reagiu instintivamente e foi expulso da partida e não pode jogar o próximo jogo. O que mais você quer? Suarez também é culpado por Gana perder a penalidade? Isso é futebol. Há conseqüências para a mão na bola e ele não tinha certeza que Gana iria perder a penalidade."[12]


Detalhes[editar | editar código-fonte]

2 de Julho Uruguai Flag of Uruguay.svg 1 – 1 (pro) Flag of Ghana.svg Gana Soccer City, Joanesburgo
20:30
Forlán Gol marcado aos 55 minutos de jogo 55' Relatório Muntari Gol marcado aos 45+2 minutos de jogo 45+2' Público: 84 017
Árbitro: PortugalPOR Olegário Benquerença
    Penalidades  
Forlán Convertido
Victorino Convertido
Scotti Convertido
Pereira Erro (por cima do gol)
Abreu Convertido
4 – 2 Convertido Gyan
Convertido Appiah
Erro (defendido) Mensah
Erro (defendido) Adiyiah
 
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Uruguai[13]
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Gana[13]
G 1 Fernando Muslera
LD 16 Maxi Pereira
Z 2 Diego Lugano Capitão Substituído após 38 minutos de jogo 38'
Z 6 Mauricio Victorino
LE 4 Jorge Fucile Penalizado com cartão amarelo após 20 minutos 20'
V 15 Diego Pérez Penalizado com cartão amarelo após 59 minutos 59'
V 17 Egidio Arévalo Penalizado com cartão amarelo após 48 minutos 48'
M 7 Edinson Cavani Substituído após 76 minutos de jogo 76'
M 20 Álvaro Fernández Substituído após 46 minutos de jogo 46'
A 9 Luis Suárez Expulso a 120+1 minutos 120+1'
A 10 Diego Forlán
Substituições:
Z 19 Andrés Scotti Entrou em campo após 38 minutos 38'
M 14 Nicolás Lodeiro Entrou em campo após 46 minutos 46'
A 13 Sebastián Abreu Entrou em campo após 76 minutos 76'
Treinador:
Uruguai Óscar Tabárez
Uruguai x Gana
G 22 Richard Kingson
LD 4 John Paintsil Penalizado com cartão amarelo após 54 minutos 54'
Z 15 Isaac Vorsah
Z 5 John Mensah Capitão Penalizado com cartão amarelo após 93 minutos 93'
LE 2 Hans Sarpei Penalizado com cartão amarelo após 77 minutos 77'
V 6 Anthony Annan
V 7 Samuel Inkoom Substituído após 74 minutos de jogo 74'
V 11 Sulley Muntari Substituído após 88 minutos de jogo 88'
V 21 Kwadwo Asamoah
V 23 Kevin-Prince Boateng
A 3 Asamoah Gyan
Substituições:
V 10 Stephen Appiah Entrou em campo após 74 minutos 74'
A 18 Dominic Adiyiah Entrou em campo após 88 minutos 88'
Treinador:
Sérvia Milovan Rajevac
Homem da partida


Referências

  1. «These Are the 15 Best World Cup Matches Of All Time'» (em inglês). SportingCasting. 2 de julho de 2010. Consultado em 20 de julho de 2019 
  2. «Uruguay vs. Ghana 2010: One of the Greatest Games in World Cup History?» (em inglês). Bleacher Reporter. 2 de julho de 2010. Consultado em 20 de julho de 2019 
  3. «Luis Suarez is new World Cup villain after 'hand of God' claim» (em ingles). Mirror.uk. 2 de julho de 2018. Consultado em 20 de julho de 2019 
  4. «Fifa muda árbitro de Uruguai x Gana, após reclamação de sul-americanos». Extra. 1 de julho de 2010. Consultado em 20 de julho de 2019 
  5. «Gana quer ser a primeira seleção africana semi-finalista». Diário de Notícias. 1 de julho de 2010. Consultado em 20 de julho de 2019 
  6. «World Cup 2010: Uruguay make Gyan and Ghana pay the penalty» (em inglês). The Guardian. 2 de julho de 2010. Consultado em 20 de julho de 2019 
  7. «Cléber Machado revê Uruguai x Gana de 2010: "Mais legal do que eu imaginava"». Globo esporte. 1 de abril de 2018. Consultado em 20 de julho de 2019 
  8. «Inolvidable: ya son 8 años del Uruguay-Ghana». Ovacion. 2 de julho de 2018. Consultado em 20 de julho de 2019 
  9. «Suárez é a pessoa mais odiada em Gana, diz Asamoah». Trivela. 2 de julho de 2018. Consultado em 20 de julho de 2019 
  10. «Frank Leboeuf launches astonishing attack on 'cheat' Luis Suarez» (em ingles). Mirror.uk. 2 de julho de 2018. Consultado em 20 de julho de 2019 
  11. «Luis Suarez is new World Cup villain after 'hand of God' claim» (em ingles). Mirror.uk. 2 de julho de 2018. Consultado em 20 de julho de 2019 
  12. «World Cup 2010: Luis Suarez handball against Ghana 'instinctive', says Uruguay coach» (em ingles). Telegraph. 2 de julho de 2018. Consultado em 20 de julho de 2019 
  13. a b «Tactical Line-up – Quarterfinal – Uruguay-Ghana» (PDF). FIFA.com. Fédération Internationale de Football Association. 2 de julho de 2010. Consultado em 2 de julho de 2010