VIPs: Histórias Reais de um Mentiroso

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
VIPs - Histórias Reais de um Mentiroso
Brasil
2010 •  71 min 
Direção Mariana Caltabiano
Produção Mariana Caltabiano Criações
Gênero documentário
Estreia 26 de outubro de 2010 (Mostra Internacional de SP)

13 de maio de 2011 (Estreia geral)

Idioma língua portuguesa

VIPs: Histórias Reais de um Mentiroso é um filme do gênero documentário brasileiro dirigido por Mariana Caltabiano lançado em 2010.[1][2][3]

Enredo[editar | editar código-fonte]

O documentário e o livro de Mariana Caltabiano retratam a história de Marcelo Nascimento da Rocha que fingiu ser filho do dono da Gol, Henrique Constantino. Ele passou quatro dias enganando todo mundo em um evento badalado em Recife. Comeu e bebeu de graça, foi paparicado por modelos, atrizes, empresários e apresentadores. Marcelo, chegou a dar uma entrevista ao apresentador Amaury Jr.[4]

Após ser preso, Marcelo cedeu uma série de entrevistas para Mariana que também entrevistou pessoas que foram enroladas por Marcelo além de familiares e amigos de Marcelo.

Lançamento[editar | editar código-fonte]

O filme estreou na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo de 2010. [5][6]

Elenco[editar | editar código-fonte]

Compõem o elenco do filme: [7]

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Rodrigo Levino, da revista Veja, fez críticas ao filme: "O problema é que, como o filme, o documentário parece menor diante do personagem. Como uma versão local e, portanto, tosca de Frank Abagnale, conhecido falsário americano que inspirou o filme Prenda-me Se For Capaz, de Steven Spielberg, Nascimento ficou agora registrado com um filme aquém das histórias que protagonizou".[8]

Por outro lado Alysson Oliveira, do portal UOL, elogiou o documentário. O crítico anotou que: "O documentário "VIPs - Histórias Reais de um Mentiroso", de Mariana Caltabiano, tem o poder de fascinar o público em mais de um nível. Em primeiro lugar, há a figura de Marcelo Nascimento da Rocha, famoso golpista, que também foi tema de "VIPs", ficção de Toniko Mello, com Wagner Moura no papel principal. Mas há também a figura da própria Mariana, que sofre uma transformação pessoal no processo de feitura do documentário - e isso fica evidente". [9]

Pablo Villaça, também criticou o filme: "Infelizmente, a diretora Mariana Caltabiano, talvez seduzida pelo carisma do documentado, parece não perceber as conseqüências graves daqueles atos, continuando a tratar Marcelo mais como um divertido trapaceiro do que como o traficante que obviamente se tornou".[10]

Adaptação[editar | editar código-fonte]

Após o lançamento do livro e desse documentário, foi lançado o filme VIPs em que Wagner Moura interpreta Marcelo Nacimento da Rocha sob a direção de Toniko Melo.[11][12]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. de Lucca, Guss (30 de março de 2011). «Documentário revela história por trás do filme "Vips"; assista». Último Segundo - iG. Consultado em 17 de abril de 2020 
  2. VIPs: Histórias Reais De Um Mentiroso (2010) (em inglês), consultado em 17 de abril de 2020 
  3. Bitar, Simone (1 de abril de 2020). «Aventuras na História · De Bill Clinton a Anna Anderson: 10 mentirosos que entraram para a história». Aventuras na História. Consultado em 17 de abril de 2020 
  4. Maia Junior, Humberto (18 de março de 2014). «A história do maior golpista do Brasil». Época. Consultado em 17 de abril de 2020 
  5. «43ª Mostra Internacional de Cinema - Filme - Histórias Reais de um Mentiroso». Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Consultado em 17 de abril de 2020 
  6. «Netflix: os 13 melhores filmes brasileiros que você não viu | Tudo Sobre Cinema». Veja SP 
  7. VIPs: Histórias Reais de um Mentiroso (2010) - IMDb, consultado em 17 de abril de 2020 
  8. Levino, Rodrigo (20 de novembro de 2010). «Histórias Reais de Um Mentiroso peca por falta de domínio da linguagem documentarista». Veja. Consultado em 17 de abril de 2020 
  9. Oilveira, Alysson (12 de maio de 2011). «Documentário "VIPs - Histórias Reais de um Mentiroso" investiga personagem interpretado por Wagner Moura na ficção». UOL. Consultado em 17 de abril de 2020 
  10. Villaça, Pablo (27 de outubro de 2010). «Vips - Histórias Reais de um Mentiroso | Cinema em Cena - www.cinemaemcena.com.br» (em inglês). Cinema em Cena. Consultado em 17 de abril de 2020 
  11. Paulo, Marco Tomazzoni, iG São (24 de março de 2011). «Wagner Moura não decepciona em 'Vips' - Cinema - iG». Consultado em 17 de abril de 2020 
  12. «"Esqueci que era um cara real", diz Wagner Moura sobre 'VIP's'». IstoÉ. 25 de março de 2011. Consultado em 17 de abril de 2020 
Ícone de esboço Este artigo sobre um filme brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.