Ville Valo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ville Valo
Ville Valo Tuska 2017
Informação geral
Nome completo Ville Hermanni Valo
Nascimento 22 de novembro de 1976 (42 anos)
Origem Helsinki, Finlândia
Instrumento(s) Vocal, Guitarra, Baixo, Bateria, Teclado
Extensão vocal Baixo-Barítono
Período em atividade 1991-Actualmente
Afiliação(ões) HIM
Página oficial www.Heartagram.com
Ville Valo Signature

Ville Hermanni Valo (nascido a 22 de Novembro de 1976) é o vocalista, principal compositor e frontman da banda finlandesa HIM, que lançou oito álbuns de estúdio e quatro colectâneas. Com influência de bandas como Black Sabbath e Type O Negative, Valo iniciou a carreira a tocar baixo e bateria em várias bandas em Helsínquia, antes de formar os HIM em 1991. A banda viria a tornar-se umas das mais comercialmente bem-sucedidas da Finlândia e a primeira a receber um disco de ouro nos Estados Unidos. Valo é também creditado como o criador do heartagram, o símbolo dos HIM. A banda anunciou os planos de se retirarem após uma digressão de despedida e tocaram o seu último concerto na passagem de ano de 2017.

À parte dos HIM, Valo tem colaborado com várias bandas e artistas ao longo da sua carreira, incluindo The 69 Eyes, Apocalyptica, The Mission, Cradle of Filth e Anathema. Também fez pequenas aparições na TV e filmes, normalmente colaborando com Bam Margera dos Jackass. Valo é visto também como um símbolo sexual, recebeu várias distinções na Indústria Musical e possui o oitavo maior alcance vocal em toda a música popular, divulgado por VVN Music.

Primeiros tempos[editar | editar código-fonte]

Ville Hermanni Valo nasceu a 22 de Novembro de 1976 em Helsínquia, Finlândia, filho de Kari e Anita Valo. Poucos meses após o seu nascimento, a Família Valo mudou-se de Vallila para Oulunkylä onde mais tarde, Ville frequentou a Escola Secundária. Anita Valo trabalhava numa loja de sapatos e, tempos depois, como funcionária da cidade de Helsínquia. Kari Valo era taxista mas viria a desistir desta profissão e abrir uma sex-shop em Helsínquia, chamada Aikuisten lelukauppa, onde Ville viria a trabalhar em “part-time” durante a sua adolescência. Valo tem também um irmão mais novo, chamado Jesse, nascido em 1983.

A primeira introdução de Valo à música foi através do pai, visto que era alguém que ouvia variados Artistas de música popular Finlandesa, tais como Tuomari Nurmio e Tapio Rautavaara. Aos 8 anos, Ville comprou o álbum Animalize dos Kiss, algo que desencadeou o seu interesse em Música. Após o 2º ano escolar, foi aceite em aulas musicais onde começou a tocar Baixo, inspirado por Gene Simmons. Por volta desta altura, ele viria a conhecer o seu amigo baixista, Mikko "Mige" Paananen. Ainda nos estudos, Valo formou a sua primeira banda chamada B.L.O.O.D., onde tocou o seu primeiro e único concerto diante da turma musical. Por volta dos seus 10 anos, começou a tocar baixo para os Eloveena Boys, onde viria a escrever a sua primeira música. No 7º ano, conheceu o guitarrista Mikko "Linde" Lindström e os dois começaram a tocar nos Aurora, onde Valo tocava bateria. Nesta altura, Valo tocava baixo e bateria em diferentes bandas e frequentava o Conservatório Pop & Jazz de Helsínquia. Candidatou-se à Escola de Música e dança Sibelius, mas foi recusado e eventualmente, viria a desistir de todos os estudos para se dedicar à sua música. De 1992 a 1993, tocou baixo nos Donits-Osmo Experience. Valo foi permitido a não participar no Serviço Militar, por ser asmático.

Carreira[editar | editar código-fonte]

HIM[editar | editar código-fonte]

Os HIM foram formados em 1991 por Valo e o baixista Mige, com o nome His Infernal Majesty. No entanto, a banda separou-se em 1993 mas voltou a juntar-se em 1995, com o guitarrista Linde Lindström. Mais tarde, já com Antto Melasniemi nas teclas e Juhana "Pätkä" Rantala na bateria, a banda, agora chamada HIM, lançou o seu álbum de estreia Greatest Lovesongs Vol. 666 em 1997. Em 2000, já com o baterista Gas Lipstick e Juska Salminem nas teclas, os HIM lançaram Razorblade Romance, que alcançou o número 1 na Finlândia, Áustria e Alemanha. O seu primeiro single, “Join me in death”, também alcançou o primeiro lugar nas paradas da Finlândia e Alemanha, eventualmente tornando-se platina em ambos. No seguimento de mais uma alteração nas teclas, agora com Janne "Burton" Puurtinen, a banda lançou Deep Shadows and Brilliant Highlights e Love Metal em 2001 e 2003, respectivamente. Ambos alcançaram o top ten em vários países e seriam os primeiros álbuns da banda a aparecer nas paradas no Reino Unido e nos Estados Unidos da América.

Após se “mudarem” para os Estados Unidos, os HIM lançaram Dark Light em 2005, que se tornou o Álbum mais bem-sucedido da banda até à data, tornando-se Ouro na Alemanha, Reino Unido e Estados Unidos, e Platina na Finlândia. Em 2007, os HIM lançaram Venus Doom, que se tornou Ouro na Finlândia e Alemanha e deu à banda a parada mais alta nos Estados Unidos, 12ª posição. Depois de em 2010 lançarem Screamworks: Love in Theory and Practice, a banda fez uma pausa depois do baterista Gas Listick ser diagnosticado com uma lesão nos seus braços devido a stress repetitivo e lesão nos nervos das suas mãos. Após 8 meses de incertezas, a banda reuniu-se e lançou Tears on Tape em 2013. Em 2015, Gas Lipstick anunciou a sua saída da banda ao fim de 16 anos, para dar um novo rumo aos seus projectos musicais. Jukka "Kosmo" Kröger assumiu o seu lugar. A 5 de Março de 2017, os HIM anunciaram o final da banda após uma digressão de despedida. A banda deu o seu último concerto na Passagem de ano de 2017, como parte do seu Festival anual, Helldone.

Colaborações e outros projectos[editar | editar código-fonte]

Ville Valo em 2013, Festival Qstock.

Valo tem colaborado com vários músicos durante a sua carreira. Ele fez voz de apoio nos álbuns Wasting the Dawn, Blessed Be, Paris Kills e Devils dos The 69 Eyes entre 1999 e 2004 e apareceu no vídeo musical "Wasting the Dawn". Em 1999, fez voz de apoio na música “Laura” dos Tehosekoitin do Álbum Freak Out e participou em três músicas da banda The Agents, no Álbum Laulava sydän. Em 2000, cantou a música "Valo yössä" no álbum de tributo a Tuomari Nurmio, Tuomarin todistajat. Em 2001, tocou bateria no Álbum do guitarrista dos HIM, Linde Lindström, The King of Rock 'n Roll. Daniel Lioneye é o nome da banda. Em 2002 e 2004 deu voz de apoio aos Álbuns da banda The Skreppers, Hedonic Hellcats e The Call of the Trash. Ainda em 2004, Valo colaborou com Lowe Motor Corporation na música “Love me”, e com os Apocalyptica e Lauri Ylönen dos The Rasmus na música “Bittersweet”, que foi lançada no Álbum Apocalyptica de 2005. Um vídeo musical, direccionado por Antti Jokinen, foi também produzido. Em 2005, Valo foi convidado a fazer voz de apoio na musica “Something Diabolical” dos Bloodhoud Gang, do Álbum Hefty Fine. A 15 de Dezembro de 2005, Valo participou no concerto Roadrunner United, no Teatro Nokia em Nova Iorque.

Em 2006, Valo tocou baixo e deu voz de apoio em Welcome to Carcass Cuntry de Jeff Walker und Die Fluffers, como também cantou no Álbum Thornography dos Cradle of Filth (“The Byronic Man”) e American Idle dos Isabelle's Gift (“If I die Tonight”). Ainda em 2006, Valo participou nas músicas "Kun minä kotoani läksin" e "Täällä Pohjantähden alla" no Álbum de colaborações Finlandesas, sendo que na última, fez dueto com Kari Tapio. Em Agosto de 2006, juntou-se em palco por duas vezes com Daniel Cavanagh dos Anathema para dar voz a "Inner Silence". Em 2007, Valo fez dueto na música "Summer Wine” com a actriz e cantora Polaca-Alemã Natalia Avelon, para o filme Eight Miles High. O Single conquistou Platina na Alemanha e um vídeo musical foi gravado para a colaboração entre ambos. Também em 2007, Valo fez dueto com a Artista Manna na música “Just for Tonight”, no Álbum desta, Sister. Em 2008, Valo fez voz de apoio na versão dos Save Nuta em "Rock 'n' Roll High School" dos Ramones, que foi gravado em colaboração com diferentes membros de várias bandas Finlandesas de forma a preservar Centros Jovens por toda a Finlândia. Em 2010, fez voz de apoio em "Angels Walk Among Us" dos Anathema no Álbum We're Here Because We're Here. No mesmo ano, remixou as músicas "Acoustic Funeral", "Like St. Valentine" e "Katherine Wheel" com o seu irmão Jesse Valo no Álbum dos HIM sob o apelido "öö, SWRMXS. Também em 2010, Valo mixou o Álbum Cimmerica de Mige, que foi lançado com o pseudónimo MZ. Em 2014, Ville Valo fez parte de Legacy 1998-2014 dos Lullacry, na música "Whisper in the Chaos '97”. A 29 de Dezembro de 2014, Valo atuou a solo sob o pseudónimo “Rambo Rimbaud” no Festival Helldone em Helsínquia. A 30 de Dezembro de 2014, Valo reagrupou-se com Daniel Lioneye na bateria para a actuação no Helldone.

Em 2016, Ville Valo deu a voz a “Lusifer” no Álbum Travelogue de Teho Majamäki, bem como na versão de MGT na música "Knowing Me, Knowing You" dos ABBA. Um vídeo musical foi gravado, dirigido por Ville Juurikkala. A 4 de Julho de 2016, Ville Valo lançou o seu primeiro single a solo, uma versão sua da música "Olet mun kaikuluotain" gravada em 1976 por Freeman, versão Finlandesa da música "Annie's Song" de John Denver. O vídeo oficial foi lançado a 11 de Julho de 2016. Eventualmente, "Olet mun kaikuluotain" alcançou o primeiro lugar nas paradas Finlandesas. Ainda em 2016, Valo participou nas músicas "Met-amor-phosis" dos The Mission e "Xmas Song" de Andy McCoy, que foram lançadas a 2 de Setembro e 6 de Dezembro, respectivamente. Um vídeo musical para "Xmas Song" foi também lançado. Em Fevereiro de 2017, "Olet mun kaikuluotain" foi premiado como “Vídeo do Ano” nos Prémios Emma. Em 2017, Valo compôs e produziu a banda sonora para o jogo de Realidade Virtual, Downward Spiral: Prologue por 3rd Eye Studios. Em 2018, produziu a sequela Downward Spiral: Horus Station.

Em 2018, Valo fez voz de apoio no EP Soul Satisfaction de Andy Mccoy e reuniu-se com os The Agents, com quem trabalhou no final dos anos 90, para participar em músicas não lançadas por Rauli "Badding" Somerjoki. O primeiro single "Orpolapsi kiurun" foi lançado em 21 Setembro 2018. Ville Valo e os The Agents atuaram na Gala Anual Emma a 2 de Fevereiro de 2019, e lançar o seu Álbum de estreia em colaboração a 15 de Fevereiro. O grupo fará uma digressão pela Finlândia.

Outros trabalhos[editar | editar código-fonte]

Valo já participou em projectos fora do mundo musical, maioritariamente algumas aparências em Televisão e filme. Em 1998, fez o papel de "Lippumies” no filme Asphalto direcionado por Ilppo Pohjola. Valo colaborou várias vezes com o profissional de skate de bordo e membro dos Jackass, Bam Margera, aparecendo nos filmes CKY 3, Haggard: The Movie, 411 Productions Presents: 61: The Bam Issue, Jackass Number Two, Bam Margera Presents: Where the ♯$&% Is Santa?, bem como na série televisiva Viva La Bam. Em 2008, Valo deu a voz à personagem “Moto Moto” na versão Finlandesa do filme Madagascar: Escape 2 Africa. Quando questionado sobre a possibilidade de se tornar um actor, respondeu dizendo “Já tive outras propostas no passado. Nada demais, nada muito interessante. Mas não sou actor. Sempre senti que precisávamos de vender aproximadamente 80 milhões de cópias a mais para me tornar um Actor, Pintor, Cantor de ópera ou Personalidade de televisão”. Em 2005, Valo desenhou uma linha limitada de embalagens de Coca-Cola Light para a Cruz Vermelha, com as receitas a serem para caridade.

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

São Paulo - Brasil, 2014

Actualmente, Valo reside em Pikku Huopalahti, Helsínquia, Finlândia. Em 2006, comprou uma torre do Século 19 projectada por Carl Ludvig Engel em Munkkiniemi, onde viveu até 2015, ano em que a casa foi colocada à venda. Valo é asmático, vegetariano e não religioso. Em 2004, Valo foi convidado para a recepção à Presidência no dia da Independência da Finlândia no Palácio Presidencial, mas não esteve presente devido a febre. Mais tarde, em 2006, marcou presença no Evento.

Valo teve uma relação com a apresentadora e modelo Jonna Nygrén no início dos anos 2000. Ficaram noivos em 2005, mas separaram-se na Primavera de 2006. Voltaram a juntar-se no Verão, mas terminaram novamente em 2007. Em 2009, Valo teve uma relação com uma parceira não relevada, que serviu como a inspiração principal para o Álbum dos HIM lançado em 2010, Screamworks: Love in Theory and Practice. Em Março de 2012, Valo iniciou uma relação com a modelo Parisiense Sandra Mittica. Em Abril de 2015, foi noticiado que o casal tinha terminado a relação. Desde Setembro de 2016, Valo mantém relação com a modelo Finlandesa, Christel Karhu.

Abuso de substâncias e problemas legais[editar | editar código-fonte]

Valo tem sido um consumidor regular de álcool ao longo da sua vida. Embebedou-se pela primeira vez quando tinha 13 anos e, em mais do que uma ocasião, foi reportado que atuou intoxicado. Em 2000, estando intoxicado, Valo quase caiu da varanda de um hotel, valendo os amigos que o pararam a tempo. Durante uma digressão pelos Estados Unidos no ano de 2005, a bebida de Valo foi adulterada em Minneapolis. Sofreu pequenas lesões e foi-lhe roubado o casaco, medicamentos para a asma, cigarros, cartões de crédito e telemóvel. Em Fevereiro de 2006, foi reportado que Valo foi detido em sua casa, na Finlândia, depois de alegadamente ameaçar de morte o seu vizinho e resistir à detenção. Mais tarde, comentou o incidente dizendo que “era um sujeito que estava a dizer parvoíces sobre mim e a minha noiva [...] E fiquei chateado, fui à porta dele [...] dei um chuto à porta, ele abriu a porta e disse-lhe que se voltava a falar mal de mim e da minha noiva, que ele acabaria morto e dei-lhe um murro na cara, e foi isso”.

Durante a produção do álbum Venus Doom dos HIM em 2007, o abuso de álcool piorou ao ponto de estar a vomitar e defecar sangue. Segundo Valo, nem dormiu e comeu durante semanas. As coisas chegaram ao ponto de Valo sofrer uma recaída durante o processo de gravação. Ele estava a ter um ataque de asma. Valo conseguiu recuperar, até ter outra recaída durante a mixagem do álbum. Eventualmente, o Manager da banda, Seppo Vesterinen, conseguiu-lhe entrada na Clínica de Reabilitação Promises, em Malibu. Após a reabilitação, os HIM lançaram Screamworks: Love in Theory and Practice, que foi o primeiro álbum que Valo gravou completamente sóbrio. Desde então, Valo já teve recaídas, mas diz que tenta manter o equilíbrio na bebida, dizendo “Sou um homem do tudo ou nada. Se bebo, bebo como deve de ser em grandes períodos de tempo. Se não bebo, não bebo mesmo nada”.

Talento e influências[editar | editar código-fonte]

Sendo o responsável pelas letras nos HIM, a maior parte das músicas de Valo estão relacionadas com as temáticas do amor. Quando se referiu à sua forma de escrever, Valo afirmou: “ Sinto que não há tema mais importante para uma música do que as relações. É a única coisa que me move”. Valo tem também inspiração através da literatura, explicando que “como um homem que escreve músicas, fico empolgado sobre uma ideia, um livro ou uma frase. Não fico empolgado com tudo o que envolve Tolkien, fico empolgado apenas sobre Uruk-hai. Apenas um pequeno detalhe que faça a minha mente trabalhar em frenesim.” Valo e o resto dos membros da banda referem a sua música como sendo “love metal”, em que a ideia foi combinar elementos musicais mais melódicos e melancólicos, com influências mais pesadas. Valo descreveu a música dos HIM como “rock sentimental de batidas pesadas”. Alguns dos seus artistas preferidos e influências musicais incluem Black Sabbath, Type O Negative, Neil Young, The Sisters of Mercy, Fields of the Nephilim, Johnny Cash, Depeche Mode, Elvis Presley, Rauli "Badding" Somerjoki, e Tapio Rautavaara. As influências fora da música, incluem Edgar Allan Poe, H.P. Lovecraft, Timo K. Mukka, Charles Baudelaire e Charles Bukowski, bem como Austin Osman Spare, Maya Deren e Shigeo Fukuda.

Festival NovaRock em 2013

Muito do sucesso dos HIM é atribuído à capacidade de escrita de Valo, bem como à sua imagem e carisma. Em 2004, a Metal Hammer descreveu Valo como uma das poucas “Estrelas Rock” recentes na música, afirmando: “Os HIM eram como nenhuma outra banda. Eles tinham algo de especial, mas ainda mais importante, eles tinham alguém especial. Ville brilhou como uma estrela com a sua postura de Mick Jagger e charme sombrio de Brandon Lee em The Crow. Helsingin Sanomat descreveu a imagem de Valo como utilizando “a tentada e verdadeira fórmula de James Dean, onde a sensibilidade e nervosismo combinavam”. Valo possui um tipo de voz Barítono, com um alcance vocal de 5 oitavas. Possui o oitavo maior alcance vocal em toda a música popular, divulgado por VVN Music. Foi-lhe também atribuída a posição 80 no ranking dos 100 melhores Vocalistas de Metal de todos os tempos, divulgado por Hit Parader. A Loudwire atribuiu a 14ª posição a Valo como melhor frontman metal do Século 21, dizendo: “A sua voz barítono é inegavelmente linda, o seu carisma vampírico é quase hipnotizante, os fãs tentam desesperadamente ser parecidos com ele e as fãs gritam-lhe com toda a força como se fosse uma reencarnação de Elvis”. Em 2004 e 2005, Valo foi premiado como Golden God Award e the Icon Award, nos Prémios Golden Gods da Metal Hammer. Em 2004, a revista Kerrang! nomeou Valo como o maior símbolo sexual no mundo e, em 2011, Valo foi votado como “O Homem mais bem parecido no Rock pesado e Metal” pelos leitores da revista Revolver. Em 2018, foi votado como o “Homem mais bonito da Finlândia” numa votação da MTV. Valo comentou estas nomeações dizendo: “Para ser honesto, não sei o que um símbolo sexual é. Ser elogiado é bom, mas prefiro ainda mais os elogios à musica”.

No seu vigésimo aniversário, Valo criou o heartagram, que viria a tornar-se o símbolo dos HIM. Uma combinação entre o coração e o pentagrama, o heartagram é suposto representar a justaposição do “calmo e pesado, o masculino e o feminino, o yin e o yang”. Musicalmente, o coração representa também o lado mais calmo da banda, enquanto que o pentagrama combina os elementos mais pesados da sua música. Desde a sua criação, Valo tem afirmado que o heartagram “é provavelmente a melhor coisa que alguma vez fiz”, que é “mais valioso que dinheiro” e “maior do que a nossa banda”.

Discografia[editar | editar código-fonte]

HIM[editar | editar código-fonte]

Solo[editar | editar código-fonte]

  • "Olet mun kaikuluotain" (2016)

Ville Valo & Agents[editar | editar código-fonte]

  • Ville Valo & Agents (2019)

Trilhas Sonoras[editar | editar código-fonte]

  • Downward Spiral: Prologue (2017)
  • Downward Spiral: Horus Station (2018)

Convidado e outras presenças[editar | editar código-fonte]

Ano Artista Álbum Música(s) Posição
1993 Aurora Monk Rock "Abdullah" Baixo
1993 Donits-Osmo Experience Monk Rock "Sieluttomat" Bateria
1997 The 69 Eyes Wrap Your Troubles in Dreams "Call Me", "Broken Man" Voz de apoio
1999 The 69 Eyes Wasting the Dawn "Lay Down Your Arms", "Wasting the Dawn", "Lazarus Heart", "All-American Dream" Voz de apoio
1999 Agents Laulava sydän "Paratiisi", "Jykevää on rakkaus", "Ikkunaprinsessa" Voz principal
1999 Tehosekoitin Freak Out "Laura" Voz de apoio
2000 The 69 Eyes Blessed Be "The Chair", "Angel on My Shoulder" Voz de apoio
2000 Various artists Tuomarin todistajat "Valo yössä" Voz principal
2001 Daniel Lioneye The King of Rock 'n Roll Todas as músicas Bateria
2001 Five Fifteen Death of a Clown "The Prostitute", "Season of the Witch", "Sweet Little Dreamer" Voz de apoio
2002 The Skreppers Hedonic Hellcats "TV Ass", "She's Not Mine" Voz de apoio
2002 The 69 Eyes Paris Kills "Betty Blue", "Stigmata", "Still Waters Run Deep" Voz de apoio
2004 The 69 Eyes Devils "Beneath the Blue" Voz de apoio
2004 Lowe Motor Corporation Saturnalia "Love Me" Voz de apoio
2004 The Skreppers Call of the Trash "Doktor Goodfeel", "Let's Die Together Sheena", "Jesus Saved My Sexlife", "Shake it Baby" Voz de apoio
2005 Apocalyptica Apocalyptica "Bittersweet" Voz principal em cooperação
2005 Bloodhound Gang Hefty Fine "Something Diabolical" Voz principal em cooperação
2006 Jeff Walker und Die Fluffers Welcome to Carcass Cuntry "The End of the World", "Keep on Rocking in the Free World" Baixo, Voz de apoio
2006 Cradle of Filth Thornography "The Byronic Man" Voz principal em cooperação
2006 Various artists Synkkien laulujen maa "Kun minä kotoani läksin", "Täällä Pohjantähden alla" Voz principal, Voz principal em cooperação
2006 Isabelle's Gift American Idle "If I Die Tonight" Voz de apoio
2007 Natalia Avelon "Summer Wine" "Summer Wine" Voz principal em cooperação
2007 Manna Sister "Just for Tonight" Voz principal em cooperação
2008 Save Nuta "Rock 'n' Roll High School" Voz de apoio
2008 Various artists Roadrunner United: The Concert "Black No. 1" Voz principal
2010 Anathema We're Here Because We're Here "Angels Walk Among Us" Voz de apoio
2010 MZ Cimmerica Todas as músicas Produtor
2014 Lullacry Legacy 1998-2014 "Whisper in the Chaos '97" Voz principal
2016 Teho Majamäki Travelogue "Lusifer" Voz principal
2016 MGT Volumes "Knowing Me, Knowing You" Voz principal
2016 The Mission Another Fall from Grace "Met-amor-phosis" Voz de apoio
2016 Andy McCoy "Xmas Song" Voz principal em cooperação
2018 Andy McCoy Soul Satisfaction "Wild Talk" Voz de apoio

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Asphalto (1998) como "Lippumies"
  • CKY 3 (2001) como ele mesmo
  • Haggard: The Movie (2003) como ele mesmo
  • Viva La Bam (2003-2005) como ele mesmo
  • 411 Productions Presents: 61: The Bam Issue (2004) como ele mesmo
  • Jackass Number Two (2006) como ele mesmo
  • Bam Margera Presents: Where the ♯$&% Is Santa? (2008) como ele mesmo
  • Madagascar: Escape 2 Africa (2008) como "Moto Moto" (versão Finlandesa)

Prémios[editar | editar código-fonte]

Prémios Golden Gods da Metal Hammer

Ano Nomeação Prémio Resultado
2004 Ville Valo Prémio Golden God Venceu
2005 Ville Valo Prémio Icone Venceu

Prémios BMI

Ano Nomeação Prémio Resultado
2007 "Wings of a Butterfly" Prémio BMI Pop Venceu

Prémios Emma

Ano Nomeação Prémio Resultado
2017 "Olet mun kaikuluotain" Video do Ano Venceu

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Ville Valo