Virgínio Fortunato da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Virgínio Fortunato da Silva
Pseudônimo(s) Moderno
Nascimento 1903
Rio Grande do Norte
Morte 1936 (33 anos)
Cidadania Brasil

Virgínio Fortunato da Silva, vulgo Moderno ([Florânia-RN]], 19031936), foi um cangaceiro brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Origem[editar | editar código-fonte]

De acordo com alguns pesquisadores, o local mais provável do nascimento de Virgínio foi em Florânia-RN, no Estado do Rio Grande do Norte, no ano de 1903.

Ingresso no cangaço[editar | editar código-fonte]

Atuou como negociador de miçangas antes de ingressar no cangaço.

Inicialmente casado com Anália Ferreira (Angélica), irmã do cangaceiro Lampião, seguiu seu cunhado no cangaço.

Após ficar viúvo, casou-se com Durvinha, com quem teve dois filhos.[1]

Integrava uma das facções mais cruéis do bando de Lampião, atuando nos estados de Alagoas, Sergipe e Bahia. Era conhecido como o "capador oficial" do bando de Lampião, visto que sua marca era a castração realizada nas vítimas. Liderou um bando próprio, integrado, entre outros, por Moreno, o qual acabaria se casando com Durvinha após a morte de Virgínio em 1936.[2][3]

Morte[editar | editar código-fonte]

Virgínio foi gravemente ferido na virilha quando estava com o bando de Corisco, no município de Monteiro. Não resistindo, veio a óbito no ano de 1936.

Referências[editar | editar código-fonte]