Visual Basic

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Novembro de 2012).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Visual Basic
Logo .NET Framework-pt.PNG
250px
Página oficial msdn.microsoft.com/vbasic/

O Visual Basic (abreviado como VB) é uma linguagem de programação produzida pela empresa Microsoft, e é parte integrante do pacote Microsoft Visual Studio. Sua versão mais recente faz parte do pacote Visual Studio .NET, voltada para aplicações .Net. Sua versão anterior fez parte do Microsoft Visual Studio 6.0, ainda muito utilizado atualmente por aplicações legadas...

Um aperfeiçoamento do BASIC, a linguagem é dirigida por eventos (event driven), e possui também um ambiente de desenvolvimento integrado (IDE — Integrated Development Environment) totalmente gráfico, facilitando enormemente a construção da interface das aplicações (GUI — Graphical User Interface).[1] O nome Visual Basic, é Derivado de:

Visual Basic era muito usada em ambientes corporativos: uma pesquisa de 2005 indicou que 62% dos programadores usavam uma forma de Visual Basic, seguido de C++, JavaScript, C# e Java. Atualmente foi suplantada pelo Java[2]

Em suas primeiras versões, o Visual Basic não permitia acesso a bancos de dados, sendo portanto voltado apenas para iniciantes, mas devido ao sucesso entre as empresas — que faziam uso de componentes adicionais fabricados por terceiros para acesso a dados — a linguagem logo adotou tecnologias como DAO, RDO, e ADO, também da Microsoft, permitindo fácil acesso a bases de dados. Mais tarde foi adicionada também a possibilidade de criação de controles ActiveX, e, com a chegada do Visual Studio .NET, o Visual Basic — que era pseudo-orientada a objetos — tornou-se uma linguagem totalmente orientada a objetos (OO).

Existem várias linguagens derivadas, entre as quais:

Exemplo de um código[editar | editar código-fonte]

Private Sub Form_Load()
    ' Executa uma simples caixa de mensagem e escreve "Olá mundo!"
    MsgBox "Olá mundo!"
End Sub
Private Sub Command1_Click()
 
    On Error GoTo RazãoDoErro
    Dim A ,B , C as Long
    A = InputBox("Informe o 1° numero a somar : ", "Soma", "")
    B = InputBox("Informe o 2° numero a somar : ", "Soma", "")
    C = Val(A) + Val(B)
    MsgBox C, vbInformation + vbOKOnly, "Soma"
Exit Sub
    RazãoDoErro:
    If Err.Number <> 0 Then
        MsgBox "Ocorreu o seguinte erro : " & Err.Description & vbCrLf & "Código do erro : " & Err.Number, vbInformation + vbOKOnly, "Alerta!"
    End If
 
End Sub

Mudanças[editar | editar código-fonte]

A partir de 2002 (a primeira versão da plataforma .Net) a linguagem Visual Basic mudou em vários aspectos ganhando muitos recursos utilizados anteriormente em outras linguagens como Java e C++ (herança, polimorfismo, etc), porém continuou com a mesma sintaxe, mas por ser Orientado a Objetos as suas funções e métodos foram encapsulados em namespaces e classes.

Outras grandes melhorias com a plataforma .Net que fortaleceram a linguagem foi a possibilidade de programação para WEB (ASP.Net), dispositivos móveis, Windows Forms e mais recentemente Silverlight. Seu acesso a dados, que sempre foi um dos principais recursos, foi melhorado com o ADO.Net (baseado em XML) permite um acesso desconectado com o banco de dados. Com o lançamento do Visual Basic 2008, o XAML e seu design gráfico estrearam com novos recursos.

Referências

  1. Phil, Jones. Visual Basic: A Complete Course Letts Higher Education List Series. [S.l.]: Cengage Learning EMEA, 2001. ISBN 0826454054, 9780826454058
  2. Redação COMPUTERWORLD (11 de agosto de 2008). Java é lider em ranking de linguagens de programação. 11 de agosto de 2008. Página visitada em 4 de abril de 2011.


Livro: Teach Youself Database Programming Visual Basic 4 in 21 Days, Autor: Michael Amundsen/Curtis Smith, Editora: Sams Publishing, ISBN 0-672-30832-0
Livro: Manipulando Banco de Dados com Visual Basic, Quick View, Serial BookStore Editora Ltda, 1995, Autor: Adelize G. Oliveira
Livro: Aplicações Administrativas Microsoft Visual Basic 6.0 Banco de Dados, 4a.Edição, Autor: Adilson da Silva Lima, Editora Érica, ISBN 85-7194-663-9
Livro: Visual Basic For Windows Versão 3.0, Tradução 3a.Edição Americana, Autor: Steven Olzner/The Peter Norton Computing Group, Editora Campus, ISBN 85-7001-854-1
Livro: Segredos dos Mestres do Visual Basic 3 For Windows, Autor: Gary Entsminger, Editora: Sams Publishing, ISBN 85-7251-246-2

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Wikilivros Livros e manuais no Wikilivros


Ícone de esboço Este artigo sobre programação de computadores é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.