Vittorio Arrigoni

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Vittorio Arrigoni e Handala (Carlos Latuff)

Vittorio Arrigoni (4 de fevereiro de 1975 - 15 de abril de 2011) foi um repórter, escritor, pacifista e ativista italiano.

Arrigoni trabalhou com o pró-palestino Movimento de Solidariedade Internacional na Faixa de Gaza, a partir de 2008 até sua morte. Arrigoni mantinha um site, Guerrilla Radio, e publicou um livro sobre suas experiências em Gaza durante a Guerra de Gaza de 2008-09 entre Hamas e Israel.

Ele foi assassinado por supostos membros da Jahafil Al-Tawhid Wal-Jihad fi Filastin, um grupo Salafista em Gaza. O assassinato foi condenado por várias facções palestinas.[1]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.