Washington Reis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Este artigo ou seção parece estar escrito em formato publicitário ou apologético.
Por favor ajude a reescrever este artigo para que possa atingir um ponto de vista neutro, evitando assim conflitos de interesse.
Para casos explícitos de propaganda, em que o título ou todo o conteúdo do artigo seja considerado como um anúncio, considere usar {{ER|6|2=~~~~}}, regra n° 6 da eliminação rápida.
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde janeiro de 2016). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Washington Reis
Washington Reis
Prefeito de Duque de Caxias
Período - de 1º de janeiro de 2005 a 31 de dezembro de 2008
- 1º de janeiro de 2017 - presente
Vice-prefeito(a) (1º) - Gilberto José da Silva[1]
(2º) - Marquinho Pessanha
Antecessor(a) (1º) - José Camilo Zito
(2º) - Alexandre Cardoso
Sucessor(a) (1º) - José Camilo Zito
Deputado Federal pelo Rio de Janeiro  Rio de Janeiro
Período de 1º de fevereiro de 2011 a 1º de janeiro de 2017 (2 mandatos consecutivos)
Subsecretário Estadual de Obras Metropolitanas do Rio de Janeiro Rio de Janeiro
Período janeiro de 2009 a março de 2010
Deputado Estadual do Rio de JaneiroBandeira do estado do Rio de Janeiro.svg
Período de 1º de fevereiro de 1995 a 31 de dezembro de 2004
(3 mandatos consecutivos)
Vereador de Duque de Caxias Flag of Duque de Caxias, Rio de Janeiro.gif
Período de 1993
a 1994
Vice-Prefeito de Duque de Caxias Flag of Duque de Caxias, Rio de Janeiro.gif
Período de 1996
a 1997
Dados pessoais
Nascimento 5 de abril de 1967 (51 anos)
Duque de Caxias, Rio de Janeiro
Partido PSB 1992 - 1993
PSC 1994 - 1997
PSDB 1997 - 1998
PMDB 1999 - presente

Washington Reis de Oliveira, ou simplesmente Washington Reis (Duque de Caxias, 5 de abril de 1967), é um político brasileiro e empresário do ramo futebolístico. É o atual prefeito de Duque de Caxias desde de 2017, já tendo ocupado o cargo entre 2005 e 2008, após ganhar a eleição municipal de 2016 com 54,18% dos votos válidos.[2]

Nasceu em Xerém, 4º distrito do município, e lá reside até hoje. Foi deputado federal pelo PMDB do Rio de Janeiro e diretor-executivo do Esporte Clube Tigres do Brasil.[3] Também atua como presidente de honra do Duque de Caxias Futebol Clube.[4] É casado e pai de três filhos.

Biografia[editar | editar código-fonte]

É cristão evangélico, sendo membro da Igreja Evangélica Assembleia de Deus.[5][6]

Sua carreira política é meteórica. Em 1992, com apenas 25 anos, iniciou a sua trajetória vencendo as eleições para vereador pelo PSB. Em 1994, tornou-se deputado estadual pelo PSC, se reelegeu em 1998 e pela terceira vez em 2002, permanecendo no cargo até as eleições de 2004.

logo de sua 1° gestão como prefeito

Venceu as eleições para prefeito de Duque de Caxias em 2004, pelo PMDB, permanecendo até 2008.[7]

Em 2009, aceitou o convite do governador Sérgio Cabral e assumiu o cargo de subsecretário estadual de Obras Metropolitanas do Rio de Janeiro. Foi nessa época que Washington Reis ampliou as intercessões em alguns trechos do Arco Rodoviário Metropolitano na região da Baixada Fluminense, atualizando o projeto que já tinha mais de 40 anos para beneficiar a população de lugares que, na época do projeto original, eram pouco habitadas.

Deixou o cargo em 2010 para se candidatar a deputado federal. Foi eleito com mais de 130 mil votos, ficando entre os dez mais votados do Rio de Janeiro. Reeleito em 2014 para o segundo mandato.

Nos parlamentos estadual e federal, Washington Reis contabiliza mais de 200 atos legislativos (entre leis, decretos, emendas). É dele a Lei nº 4.148 de setembro de 2003, Lei das Cadeirinhas, que “obriga no âmbito do território do Rio de Janeiro, todas as crianças com idade inferior a quatro anos serem transportadas nos bancos traseiros dos veículos de passageiros, posicionadas e retidas pelo cinto de segurança ou retenção equivalente.” Já em âmbito nacional, “obriga os fabricantes de veículos a disponibilizar os mecanismos para fixação dos dispositivos de retenção de crianças (cadeira e cinto de segurança) na forma recomendável pela ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas. Aplicam-se às disposições deste artigo aos veículos usados e credenciados para o transporte escolar”.

Em 2015, integrante do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, votou contra a admissibilidade do processo que pede a cassação do mandato do deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidente da Câmara, juntamente com outros 8 deputados. Teve seu voto vencido, pois outros 11 deputados votaram pela abertura do processo.[8]

Em 14 de junho de 2016, apoiou o Deputado Eduardo Cunha votando contra a sua cassação no comitê de ética da Câmara dos Deputados.[9]

Em dezembro de 2016 foi condenado unanimamente pelo Supremo Tribunal Federal a sete anos e dois meses em regime semi-aberto por crime ambiental, além de multa no valor de 67 salários mínimos.[7] Foi condenado pela divisão de terrenos para a construção de um loteamento em Xerém, no entorno da Reserva do Tinguá, obras iniciadas em 2003 e que incluíram corte de vegetação em encostas e área de preservação permanente e a terraplanagem em beira de rio.[7] Ignorou autos de infração e embargos às obras, a demonstrando sentimento de impunidade e desrespeito às autoridades ambientais.[7]

Referências

  1. Washington Reis, Eleições 2004 - TSE.
  2. «Em eleição marcada pela violência, Washington Reis vence em Duque de Caxias» 
  3. «Clube com mais patrocínios no Carioca, Tigres fatura R$ 1,6 milhão por mês e não liga para aparência da camisa: 'Está bonita'» 
  4. «A história do Duque de Caxias Futebol Clube» 
  5. «Até tneho amigos eleitores gays, diz autor do projeto que veta gays em templos». O Globo. Consultado em 11 de junho de 2018. 
  6. «Para enfrentar denúncia, Cunha se ampara em grupo construído entre evangélicos». O Globo. 23 de agosto de 2016. Consultado em 11 de junho de 2018. 
  7. a b c d Ventura, Manoel (13 de dezembro de 2016). «STF condena deputado Washington Reis a sete anos de prisão em regime semiaberto». Jornal O Globo. globo.com. Consultado em 7 de janeiro de 2016. 
  8. [1], Conselho de Ética aceita parecer pela abertura de processo contra Cunha, 15 de dezembro de 2015
  9. «Por 11 a 9, Conselho de Ética aprova parecer pela cassação de Cunha». Política. 14 de junho de 2016. Consultado em 14 de junho de 2016. 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Precedido por
José Camilo Zito
Prefeito de Duque de Caxias
20052008
Sucedido por
José Camilo Zito
Precedido por
Alexandre Cardoso
Prefeito de Duque de Caxias
20172020
Sucedido por


Ícone de esboço Este artigo sobre um político brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.