Wubi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Wubi
Wubi-logo-text.svg
Wubi screenshot.png
Desenvolvedor Agostino Russo, Geza Kovacs, Oliver Mattos, Ecology2007
Versão estável 12.04
Sistema operacional Windows
Gênero(s) instalador de sistema operativo/operacional
Licença GPL
Página oficial wubi.sf.net

Wubi é um instalador livre e oficial da distribuição do Ubuntu Linux para sistemas operacionais Windows, sob a licença GNU/GPL.[1] O objetivo do projeto é permitir a usuários do Windows que não estão habituados com o Linux para que possam utilizar o Ubuntu sem risco de perder informações durante a formatação ou reparticionamento do disco. É possível também desinstalar o Wubi a partir do Windows como se fosse um simples programa.

O Wubi vem incluso nos CDs do ubuntu, mas pode ser baixado pelo site do projeto. A diferença do que vem nos CDs é que o Wubi apenas instala o próprio sistema que está contido no CD. Já o do site do projeto, quando se instala o Wubi, ele baixa a imagem do sistema por ele mesmo e em seguida instala o sistema. A vantagem de baixar do site do projeto é que nesse modo pode-se escolher se quer baixar o Ubuntu, Kubuntu ou outra variante.


Não se trata de uma máquina virtual, e sim de uma instalação autônoma numa imagem de disco. O Wubi foi incluído no Ubuntu 8.04 Hardy Heronζ.[2] [3]

O Wubi não instala o Ubuntu diretamente em uma partição própria, e não pode aproveitar o espaço livre do disco rígido para instalar o sistema operacional. Entretanto, isso pode ser feito através do LVPM (Loopmounted Virtual Partition Manager), que permite transferir a instalação gerada pelo Wubi a uma partição designada para esse fim.[1] Os usuários interessados na instalação sobre uma partição, como a habitual, e sem fazer uso de um CD, devem usar o aplicativo UNetbootin em seu lugar - que serve não somente ao Ubuntu, mas também a outras distribuições como o Slackware, Mandriva e OpenSuSE.[4]

História[editar | editar código-fonte]

A idéia original de Agostino Russo surgiu inspirada pelo Topoligilinux, que usava uma imagem de disco, e Instlux, que proporcionava um front-end para o Windows. A idéia[5] era unir os dois conceitos, através de um instalador no Windows que permitisse montar uma imagem do Ubuntu. Posteriormente, Geza Kovacs refinaria a especificação[6] e proporcionaria os primeiros protótipos.[7] Oliver Mattos desenhou a interface de usuário original em NSIS.

Posteriormente, Agostino Russo refinou o conceito da instalação, passando de uma imagem pré-criada a uma criada através de uma versão modificada do instalador do Debian. Assim nasceu o projeto Lupin, e Agostino Russo desenhou e implementou a maioria do código, com algumas contribuições de Geza Kovacs.

Mais tarde, foi redesenhado e reimplementado o front-end para Windows, transformando-se no que é usado atualmente. Hampus Wessman contribuiu com o novo sistema de download e os scripts de tradução.

Referências

  1. a b Wubi - FAQ. Wubi. Página visitada em 2007-06-23.
  2. Henrik. Discusión sobre la inclusión de Wubi en Gutsy. Ubuntu Forums. Página visitada em 2007-06-23.
  3. "Installer For Windows - Ubuntu Wiki. Ubuntu. Página visitada em 2007-06-23.
  4. Geza Kovacs (tuxcantfly). Instalar Ubuntu sin CD. Ubuntu. Página visitada em 2007-07-31.
  5. Agostino Russo (ago). Ubuntu para usuarios de Windows. Launchpad. Página visitada em 2007-09-02.
  6. Geza Kovacs (tuxcantfly). Instalador de Ubuntu no Windows através de uma imagem EXT3 sobre NTFS. Launchpad. Página visitada em 2007-09-02.
  7. Geza Kovacs (tuxcantfly). Idea: Instalação em Windows com uma imagem NTFS?. Ubuntuforums. Página visitada em 2007-08-02.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]