Lubuntu

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Lubuntu
Logotipo

Captura de tela
Lubuntu 21.10 "Impish Indri"
Desenvolvedor Lubuntu Community e LXDE Foundation
Arquiteturas x86 x86-64
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Lançado em 2 de maio de 2010 (11 anos)
Versão estável Lubuntu 21.10 (Impish Indri)[1] / 14 de outubro de 2021; há 10 dias
Versão em teste Lubuntu 21.10 Beta (Impish Indri)[2] / 23 de setembro de 2021; há 31 dias
Língua natural Multilíngue
Mercado-alvo Usuários iniciantes, computadores e notebooks antigos, computadores e notebooks de baixo custo
Família Ubuntu
Núcleo Linux
Método de atualização APT
Gerenciamento de pacotes dpkg
Interface LXDE (até abril de 2018)
LXQt (desde outubro de 2018)
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Corrente
Website lubuntu.me
Posição no Distrowatch 29ª (em inglês, em castelhano, em francês, em alemão, em tcheco/checo, em japonês e em chinês).
Origem comum  Estados Unidos
Portal do Software Livre

Lubuntu (AFI[luːˈbuːntuː]) é um projeto derivado da distribuição Linux Ubuntu que utiliza o ambiente de desktop LXQt (anteriormente usava o LXDE). Seu diferencial está em seu desenvolvimento, que foca computadores e notebooks antigos, com menos de 512 MB de RAM.[3][4][5][6]

Como o Xubuntu, o Lubuntu é voltado para ambientes com baixos requisitos de sistema e pouca memória RAM como netbooks, dispositivos móveis e PCs mais antigos e lentos. Testes mostram que ele pode usar metade da quantidade de memória RAM do Xubuntu, tornando-o uma opção atraente para instalação em hardwares mais antigos, como computadores reformados para distribuição de caridade.[7][8][9][10]

Nomenclatura[editar | editar código-fonte]

O nome Lubuntu é uma combinação do LXDE com o Ubuntu. LXDE significa Lightweight X11 Desktop Environment, enquanto o Ubuntu significa "humanidade com os outros" ou "sou o que sou pelo que nós somos".

História[editar | editar código-fonte]

O ambiente gráfico LXDE foi disponibilizado como um pacote opcional para o Ubuntu na versão 8.10 "Intrepid Ibex". O LXDE também pode ser instalado em versões mais atuais do Ubuntu.[11][12]

Em fevereiro de 2009, Mark Shuttleworth fez um convite aos integrantes do projeto LXDE a se juntarem a comunidade Ubuntu, o objetivo foi de conceder suporte ao ambiente e dedicarem oficialmente uma nova derivação do Ubuntu a ser chamada Lubuntu.[5][13]

Em março de 2009 o projeto Lubuntu foi iniciado no Launchpad por Mario Behling. O projeto também criou uma página oficial do projeto Ubuntu wiki, sob a gestão de Behling, que inclui anúncios de aplicativos, pacotes e componentes.[6][14]

Mudanças em 2018[editar | editar código-fonte]

Em 2018 algumas mudanças foram anunciadas para o futuro do Lubuntu, como a nova Interface Gráfica: o LXQt, um fork da interface utilizada anteriormente, o LXDE.[15]

Também foi anunciado o fim da versão do sistema para processadores de 32 bits. Usuários do Lubuntu 18.04 LTS i386 (Bionic Beaver) terão suporte normalmente, até abril de 2021, como preestabelecido em seu lançamento. A última iso lançada com suporte a esta arquitetura foi a 18.10 (Cosmic Cuttlefish).[16]


Lançamentos[editar | editar código-fonte]

Legenda: Versão antiga, não mantida Versão mais antiga, ainda mantida Versão estável atual Versão de prévia mais recente Lançamento futuro
Versão Nome Data lançamento Suporte até Observações
Versão antiga, já não mantida: 8.10 Intrepid Ibex 30 de outubro de 2008 Abril de 2010 Disponível apenas como pacote adicional.[11]
Versão antiga, já não mantida: 9.04 Jaunty Jackalope 23 de abril de 2009 Outubro de 2010 Disponível apenas como pacote adicional.[11]
Versão antiga, já não mantida: 9.10 Karmic Koala 29 de outubro de 2009 Abril de 2011 Disponível apenas como pacote adicional.[11]
Versão antiga, já não mantida: 10.04 Lucid Lynx 29 de abril de 2010 Abril de 2013
Versão antiga, já não mantida: 10.10 Maverick Meerkat 10 de outubro de 2010 Abril de 2012
Versão antiga, já não mantida: 11.04 Natty Narwhal 28 de abril de 2011 Outubro de 2012
Versão antiga, já não mantida: 11.10 Oneiric Ocelot 13 de outubro de 2011 Abril de 2013
Versão antiga, já não mantida: 12.04 Precise Pangolin 27 de abril de 2012 Outubro de 2013
Versão antiga, já não mantida: 12.10 Quantal Quetzal 18 de outubro de 2012 Abril de 2014
Versão antiga, já não mantida: 13.04 Raring Ringtail 25 de abril de 2013 Janeiro de 2014
Versão antiga, já não mantida: 13.10 Saucy Salamander 17 de outubro de 2013 Julho de 2014
Versão antiga, já não mantida: 14.04 LTS Trusty Tahr 17 de abril de 2014 Abril de 2017 É uma versão LTS.
Versão antiga, já não mantida: 14.10 Utopic Unicorn 24 de outubro de 2014 Junho de 2015
Versão antiga, já não mantida: 15.04 Vivid Vervet 23 de abril de 2015 Dezembro de 2015
Versão antiga, já não mantida: 15.10 Wily Werewolf 22 de outubro de 2015 Junho de 2016
Versão antiga, já não mantida: 16.04 LTS Xenial Xerus 21 de abril de 2016 Abril de 2019 É uma versão LTS.
Versão antiga, já não mantida: 16.10 Yakkety Yak 20 de outubro de 2016 Julho de 2017
Versão antiga, já não mantida: 17.04 Zesty Zapus 14 de abril de 2017 Janeiro de 2018
Versão antiga, já não mantida: 17.10 Artful Aardvark 19 de outubro de 2017 Julho de 2018
Versão antiga, já não mantida: 18.04 LTS Bionic Beaver 26 de abril de 2018 Abril de 2021 É uma versão LTS.
Versão antiga, já não mantida: 18.10 Cosmic Cuttlefish 20 de outubro de 2018 Julho de 2019
Versão antiga, já não mantida: 19.04 Disco Dingo 18 de abril de 2019 Janeiro de 2020
Versão antiga, já não mantida: 19.10 Eoan Ermine 17 de outubro de 2019 Julho de 2020
Versão mais antiga, ainda mantida: 20.04 LTS Focal Fossa 23 de abril de 2020 Abril de 2023 É uma versão LTS.
Versão antiga, já não mantida: 20.10 Groovy Gorilla 22 de outubro de 2020 Julho de 2021
Versão mais antiga, ainda mantida: 21.04 Hirsute Hippo 22 de abril de 2021 Janeiro de 2022
Versão estável atual: 21.10 Impish Indri 14 de outubro de 2021 Julho de 2022
Lançamento futuro: 22.04 LTS Jammy Jellyfish 21 de abril de 2022 Abril de 2025 Futura versão LTS

Requisitos[editar | editar código-fonte]

Para instalar o Lubuntu são recomendados[17]:

Requisito Desktop
Processador Pentium II ou Celeron
Memória RAM 800 Mb
Mídia Pendrive com a mídia de instalação(ISO)

Referências

  1. «Lubuntu 21.10 (Impish Indri) Released!». Lubuntu. 14 de outubro de 2021. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  2. a b c «Impish Indri Release Schedule» (em inglês). Ubuntu Community Hub. Consultado em 19 de outubro de 2021 
  3. «Linux Lubuntu ganha primeiro teste.». 2009. Consultado em 4 de setembro de 2009. Arquivado do original em 5 de setembro de 2009 
  4. Smart, Chris (2009). «Another day, another Ubuntu derivative.». Consultado em 21 de maio de 2009 
  5. a b LXDE (2009). «Lubuntu? LXDE Meet up with Mark Shuttleworth in Berlin». Consultado em 21 de maio de 2009 
  6. a b Canonical Ltd. (2009). «Lubuntu». Consultado em 24 de maio de 2009 
  7. Smart, Chris (maio de 2009). «Another day, another Ubuntu derivative.». Consultado em 21 de maio de 2009 
  8. Linux Magazine (setembro de 2009). «Lubuntu». Consultado em 12 de outubro de 2009 
  9. Fosdick, Howard (fevereiro de 2011). «Lubuntu: Finally, a Lightweight Ubuntu!». OS News. Consultado em 1 de março de 2011 
  10. «Lubuntu, um Ubuntu mais Leve! [Artigo]». www.vivaolinux.com.br. Consultado em 16 de janeiro de 2016 
  11. a b c d LXDE Wiki (2008). «Ubuntu». Consultado em 3 de dezembro de 2008 
  12. TuxJournal.net (2009). «Interview with Mario Behling of LXDE page 1». Consultado em 21 de julho de 2009. Arquivado do original em 14 de abril de 2012 
  13. TuxJournal.net (2009). «Interview with Mario Behling of LXDE page 4». Consultado em 21 de julho de 2009 
  14. Behling, Mario (2009). «Lubuntu». Consultado em 24 de maio de 2009 
  15. https://lubuntu.me/cosmic-released/
  16. https://lubuntu.me/sunsetting-i386/
  17. https://wiki.ubuntu.com/Lubuntu

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Imagens e media no Commons


Ícone de esboço Este artigo sobre software livre é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.