Distribuições SUSE Linux

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de SUSE Linux)
Ir para: navegação, pesquisa
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido de «SUSE Linux distributions» na Wikipédia em inglês. Ajude e colabore com a tradução.

SUSE Linux é um sistema operacional (português brasileiro) ou sistema operativo (português europeu) Linux. É construído em cima do kernel Linux e distribuído com softwares e aplicativos de outros projetos de código aberto. SUSE Linux é originário da Alemanha e desenvolvido com base na Europa. Sua primeira aparição foi em 1994, sendo uma das mais antigas distribuições de cunho comercial. É conhecido pela sua ferramenta de configuração o YaST.

A empresa Novell comprou a marca SuSE por volta de 2003.[1] A Novell, uma das fundadoras da Open Invention Network, decidiu que a comunidade executava um papel importante em parte do processo de desenvolvimento e abriu a distribuição para contribuidores externos em 2005, criando assim a distribuição openSUSE e o Projeto openSUSE. A Novell contratou cerca de 500 desenvolvedores para trabalhar no SUSE em 2004[2] Em 27 de Abril de 2011, a Novell(e o SUSE) foram adquiridas pela Attachmate.[3] O grupo Attachmate foi comprado pela Micro Focus Internacional em 2014.[4][5]

História[editar | editar código-fonte]

O Desenvolvimento[editar | editar código-fonte]

Gesellschaft für Software und System Entwicklung mbH (em português: Companhia de Software e Desenvolvimento de Sistemas) foi fundada em 2 de Setembro de 1992, na cidade de Nuremberg, Alemanha por doze fundadores, dentre eles Roland Dyroff, Thomas Fehr, Burchard Steinbild e Hubert Mantel.[6] Três dos fundadores estudavam matemática na universidade; Fehr já era graduado e começou a trabalhar como engenheiro de software.

A ideia original era a de desenvolver software e prestar suporte a UNIX. De acordo com Mantel, o grupo decidiu fazer a distribuição Linux e oferecer suporte.

O nome "S.u.S.E" foi originalmente um acrônimo em língua alemã para "Software und System-Entwicklung", significando "Software e Desenvolvimento de Sistemas". Entretanto, o nome completo nunca foi utilizado e a companhia sempre foi conhecida como "S.u.S.E", abreviado para "SuSE" e em Outubro de 1998 alterado para "SUSE".

O logo oficial e atual mascote da distribuição é um Camaleão oficialmente nomeado "Geeko"(amálgama de Gecko(lagarto) e geek). O seu design mudou com o passar to tempo.[7]

Origens[editar | editar código-fonte]

A empresa começou provedor de serviços, onde entre outras coisas regularmente lançava pacotes de software para o Softlanding Linux System(hoje descontinuado) e Slackware, imprimia manuais UNIX/Linux e oferecia assistência técnica.

Estes serviços terceirizados tinham inicialmente estas características e foram evoluindo da seguinte maneira:

  • Na metade de 1992, Peter MacDonald fundou a SLS, que oferecia a primeira uma das primeiras distribuições a conter um ambiente gráfico e TCP/IP. A empresa remetia um conjunto de 40 disquetes contendo o Slackware para pessoas que queriam obter o Linux.
  • O Slackware(mantido por Patrick Volkerding) foi inicialmente baseado no SLS e o SUSE Linux era uma distribuição originalmente traduzida para a língua alemã baseada no Slackware. Em 1994, os scripts de Volkerding foram traduzidos e acompanhavam a distribuição S.u.S.E Linux 1.0, sendo a versão alemã do Slackware desenvolvida em uma colaboração próxima com Volkerding. Os disquetes foram então transformados em CDs.

Para construir a sua base única e diferenciada, o S.u.S.E usou o jurix (descontinuado) como ponto de início. Foi criado por Florian La Roche, que juntou-se ao time do S.u.S.E e começou a desenvolver o YaST, o instalador e ferramenta de configuração que se tornou o ponto central da distribuição.

Em 1996, a primeira distribuição sobre o nome S.u.S.E Linux foi publicada como S.u.S.E Linux 4.2. A número de versão causou muita discussão, pois deveria ser a versão 1.1, porém foi o início de uma nova distribuição. O número foi intencionalmente escolhido como referência ao número 42 do Guia do Mochileiro das Galáxias de Douglas Adams, a "resposta da grande questão sobre o a vida, o universo e tudo". A primeira versão do YaST foi a de 0.42, também em referência a tal número.[6]

Produtos SUSE Linux[editar | editar código-fonte]

O SUSE Linux está disponível em duas edições diferentes. O openSUSE é a edição gratuita, com suporte da comunidade, que também é responsável pelo repositório de software do openSUSE. Já o SUSE Linux Enterprise é a edição comercial desta distribuição Linux, com suporte empresarial e licenças pagas.[6]

openSUSE Linux[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: openSUSE

A distribuição Linux openSUSE é a edição gratuita, mantida pela comunidade, organizada pelo openSUSE Project.[8]

Usos[editar | editar código-fonte]

Empresas[editar | editar código-fonte]

Computadores[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Robin Miller (4 de Novembro de 2003). «FLASH - Novell buys SuSE» (em inglês). Consultado em 5 de agosto de 2017 
  2. Arthur Griffith, CompTIA Linux+ Certification (Virtual Training Company, 2004)
  3. «Novell completa fusão com Attachmate e Venda de Patentes a CPTN Holdings LLC». novell.com (em inglês). Consultado em 28 de abril de 2011 
  4. «Micro Focus to buy The Attachmate Group in all-share deal» (em inglês). Yahoo Finance. 15 de Setembro de 2014. Consultado em 5 de agosto de 2017 
  5. «Micro Focus Completes Merger with the Attachmate Group» (em inglês). Attachmate Group. 20 de Novembro de 2014. Consultado em 5 de agosto de 2017 
  6. a b c Paul Brown (17 de Novembro de 2016). «Enterprise Linux Showdown: SUSE Linux» (em inglês). Consultado em 5 de agosto de 2017 
  7. Sítio GoodByeDots - evolução do Gecko - em inglês
  8. «openSUSE Guiding Principles». openSUSE wiki. Consultado em 5 de agosto de 2017 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Distribuições SUSE Linux