GoboLinux

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
GoboLinux


Captura de tela
GoboLinux
Arquiteturas x86-64
Modelo do desenvolvimento Software Livre
Versão estável 017 / 24 de maio de 2020; há 11 meses
Família GNU
Núcleo Linux
Interface Awesome
Licença GNU GPL / Outras
Estado do desenvolvimento Ativo
Website www.gobolinux.org., acessado pela última vez há 227 semanas e 2 dias
Posição no Distrowatch 100ª (em inglês, em castelhano, em francês, em alemão, em tcheco/checo, em japonês e em chinês).
Origem comum  Brasil
Portal do Software Livre

GoboLinux é uma distribuição Linux criada no Brasil, atualmente mantida por uma comunidade de usuários de todo o mundo.

GoboLinux é uma distribuição alternativa, que redefine toda a hierarquia do sistema de arquivos. Ao invés de obedecer ao padrão FHS tradicionalmente usado por sistemas operacionais de tipo Unix, esta distribuição traz uma hierarquia de arquivos própria. O principal enfoque desta hierarquia é armazenar todos os arquivos pertencentes a uma aplicação em sua própria árvore de diretórios. Assim, o arquivo executável de um programa como o LibreOffice Writer encontraria-se em /Programs/LibreOffice Writer/3.4.0/bin, enquanto suas configurações encontrariam-se em /Programs/LibreOffice Writer/Settings. Em comparação, sistemas Unix tradicionais distribuem os componentes de um mesmo programa por diversos diretórios do sistema, como /usr, /bin e /etc. O GoboLinux garante a compatibilidade de sua hierarquia de arquivos com programas do ecossistema Unix através de links simbólicos que simulam a a hierarquia de arquivos Unix.

Para possibilitar que o sistema encontre esses arquivos, eles são agrupados de forma sistemática em diretórios como System/Index/bin, que contém os links para todos os arquivos executáveis dentro da hierarquia dos programas.

O GoboLinux introduz algumas outras mudanças, como um sistema de scripts de inicialização novo, diferente dos padrões System V e BSD, e um sistema de pacotes baseado diretamente no sistema de arquivos, sem a necessidade de utilizar uma base de dados. A ferramenta Compile utiliza "regras de compilação" que especificam como cada programa deve ser compilado.

Hierarquia de Arquivos[editar | editar código-fonte]

Na raiz da árvore de arquivos do GoboLinux, encontram-se seis diretórios: Programs (Programas), Users (Usuários), System (Sistema), Data (Dados), e Mount (Montagem). Os conteúdos de cada um desses diretórios dão descritos abaixo[1]:

  • /Programs/ - Contém um diretório para cada programa instalado no sistema. Cada um desses diretórios, por sua vez, conterão subdiretórios para as diversas versões do programa e, opcionalmente, subdiretórios para configurações (Settings) e variáveis (Variables). Exemplos de endereços de arquivos sob /Programs/ são /Programs/Bash/3.0/bin/bash e /Programs/Xorg-Server/Settings/X11/xorg.conf.
  • /Users/ - Contém os diretórios de usuário do sistema, dentro dos quais, tradicionalmente, são armazenados arquivos os pessoais.
  • /System/ - Contém os arquivos cruciais do sistema.
    • Index/ - O índex do sistema de arquivos. Contém links para diversos componentes de programas instalados.
      • bin/ - Links para os diretórios bin/ de cada programa.
      • include/ - Links para os diretórios include/ de cada programa.
      • lib/ - Links para os diretórios lib/ de cada programa.
      • share/ - Llinks para os diretórios share/ de cada programa.
    • Environment/ - Links para arquivos de variáveis de ambiente.
    • Tasks/ - Links para as tarefas de boot de cada programa, presentes em seus diretórios Resources/Tasks/
    • Settings/ - Arquivos de configuração e links para os diretórios Settings/ de cada programa.
    • Kernel/ - Arquivos e diretórios relacionados ao kernel.
    • Aliens/ - Arquivos administrados por administradores de pacotes de linguagens de programação.
  • /Data/ - Diretório que armazena dados que são usados por programas, porém não fazem parte de nenhum programa em si. Usualmente inclui fontes tipográficas, codecs e plugins.
  • /Mount/ - Diretório no qual sistemas de arquivo adicionais ou externas são montadas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Página oficial do GoboLinux

  1. «gobolinux/Documentation». GitHub (em inglês). Consultado em 29 de agosto de 2020