Fire OS

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
FireOS
Versão do sistema operativo Unix; Linux
Produção Google Inc.,
Open Handset Alliance,
Amazon.com
Linguagem C (Núcleo), C++, Java
Modelo Software proprietário baseado em Open Source Android
Versão estável FireOS 5
6 de julho de 2015; há 2 anos[1]
Arquitetura(s) ARM, MIPS[2], Power[3], x86[4], x64[5]
Núcleo Monolítico (kernel Linux modificado)
Interface Gráfico
Licença Proprietário EULA, com base em Apache 2.0
Página oficial developer.amazon.com/public/solutions/platforms/android-fireos
Estado de desenvolvimento
Ativo

FireOS é um sistema operacional, baseado no Android, sendo bifurcado desse, produzido pela Amazon.com para seu telefone Fire Phone, Kindle Fire e outros dispositivos de distribuição de conteúdo, como Fire TV. FireOS centra principalmente sobre o consumo de conteúdo, com um interface do usuário personalizada e laços pesados ​​a conteúdo disponível a partir das próprias lojas e serviços da Amazon.

Características[editar | editar código-fonte]

FireOS usa uma interface de usuário personalizada projetada para promover de forma destacada o conteúdo disponível por meio de serviços da Amazon, como a Amazon Appstore, Amazon Video, Amazon MP3, e Kindle Store. Sua tela inicial apresenta um carrossel de conteúdo e aplicativos acessados ​​recentemente, com uma "prateleira favoritos" de aplicativos fixadas diretamente abaixo dele. Seções são fornecidos para diferentes tipos de conteúdo, tais como aplicativos, jogos, músicas, livros áudio e vídeo, entre outros. Uma função de pesquisa permite aos usuários pesquisar através de sua biblioteca de conteúdo local ou lojas da Amazon. Da mesma forma para Android, deslizando a partir do topo da tela expõe configurações rápidas e notificações. FireOS também fornece integração com Goodreads, Facebook e Twitter. X-Ray também está integrado nas suas funções de reprodução, permitindo que os usuários acessem informações suplementares sobre o que eles estão vendo atualmente. No Kindle Fire HDX e Fire Phone, uma função adicional chamada "Mayday" permite que os usuários se conectar diretamente a um agente de apoio à assistência através de uma via vídeo chat. Amazon afirma que a maioria das chamadas Mayday seriam respondidas dentro de 15 segundos. [6] O sistema operacional possui um sistema de usuário, juntamente com Kindle FreeTime, um conjunto de controles dos pais que permitem aos pais definir limites de tempo para a utilização de certos tipos de conteúdo. FireOS 4 adiciona suporte para perfis para permitir dispositivos de partilha entre vários utilizadores, Advanced Streaming e Previsão que prevê os meios de comunicação o usuário irá assistir e prepara a reprodução, inteligente Suspender que salva a digitalização da bateria e do item Firefly como encontrado em o incêndio de telefone.

Referências

  1. «Fire (5th Generation) Software Updates» 
  2. MIPS Technologies, Inc (2009). Android on MIPS, "MIPS Technologies" (em inglês). Acessado em 2011-05-21.
  3. PPCDroid (2010). PPCDroid, "PPCDroid" (em inglês). Acessado em 2011-05-21.
  4. Android-x86 (2010). Android-x86, "Android x86" (em idioma). Acessado em data.
  5. Android Lollipop. [1], "Android Lollipop|Android Developers" (em inglês). Acessado em 2014-11-20.
  6. Amazon Kindle Fire HDX 7 review". TechRadar. Retrieved December 13, 2013.