Zorro's Fighting Legion

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Zorro’s Fighting Legion
A Legião dos Zorros[1] (PT)
Legião do Zorro[1]A Legião de Combate do Zorro[2] (BR)
 Estados Unidos
1939 •  Preto e branco •  212 min 
Direção John English
William Witney
Roteiro Ronald Davidson
Franklin Adreon
Morgan Cox
Sol Shor
Barney A. Sarecky
Baseado em Zorro de Johnston McCulley
Elenco Reed Hadley
Sheila Darcy
William Corson
Leander de Cordova
Gênero Aventura, capa e espada e faroeste
Companhia(s) produtora(s) Republic Pictures
Distribuição Republic Pictures
Lançamento Estados Unidos 16 de dezembro de 1939[3]
Estados Unidos 24 de março de 1958 (relançamento)[3]
Portugal 23 de dezembro de 1940
Finlândia 11 de novembro de 1949
Alemanha 13 de julho de 1951
Áustria 26 de outubro de 1951
Suécia 17 de novembro de 1952
Dinamarca 7 de setembro de 1953
Portugal 2 de novembro de 1953 (relançamento)[1]
Idioma Inglês
Cronologia
Dick Tracy's G-Men (1939)
Drums of Fu Manchu (1940)
Página no IMDb (em inglês)
Primeiro capítulo do seriado

Zorro’s Fighting Legion (no Brasil, Legião do Zorro ou A Legião de Combate do Zorro; em Portugal, A Legião dos Zorros) é uma produção estadunidense, de 1939, seriado em 12 episódios, gênero aventura e faroeste, dirigida por John English e William Witney, roteirizado por Ronald Davidson, Franklin Adreon, Morgan Cox, Sol Shor e Barney A. Sarecky. Foi o 16º dos 66 seriados produzidos pela Republic Pictures, e apresenta o ator Reed Hadley como o Zorro, personagem criado em 1919 pelo escritor pulp Johnston McCulley. Veiculou nos cinemas estadunidenses a partir de 16 de dezembro de 1939.

Uma marca deste seriado é o desaparecimento súbito de pelo menos um informante em cada episódio. A direção era idêntica para cada morte de informantes, criando uma fonte de humor involuntário: cada informante, ao proferir a frase “Don Del Oro é...”, é baleado por uma seta de ouro e morre antes de ser capaz de nomear o alter ego dos vilões. O seriado também é incomum por apresentar um personagem histórico real, o presidente mexicano Benito Juárez, que aparece como um personagem menor.[4]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O misterioso Don Del Oro, um ídolo dos índios Yaquis, surge e ataca o comércio de ouro da República do México, planejamento assumir o território e tornar-se imperador. Um homem chamado Francisco é encarregado de uma legião de luta para combater a tribo Yaqui e proteger o ouro, mas ele é atacado por homens que trabalham para Don Del Oro. Zorro vem em sua ajuda, mas é tarde demais para ele. Parceiro de Francisco reconhece Zorro como o fidalgo Don Diego Vega. Francisco pede a Diego, como Zorro, para assumir a luta e derrotar Don Del Oro.

O "Z" flamejante se torna o sinal para que Zorro e seus companheiros se reúnam, para combater as vilanices do vilão Don Del Oro.

Episódios[editar | editar código-fonte]

  1. The Golden God
  2. The Flaming Z
  3. Descending Doom
  4. The Bridge of Peril
  5. The Decoy
  6. Zorro to the Rescue
  7. The Fugitive
  8. Flowing Death
  9. The Golden Arrow
  10. Mystery Wagon
  11. Face to Face
  12. Unmasked

Elenco[editar | editar código-fonte]

Dublês[editar | editar código-fonte]

  • Dale Van Sickel dublando Reed Hadley
  • Yakima Canutt
  • James Fawcett
  • Ted Mapes
  • Ken Terrell

Produção[editar | editar código-fonte]

Zorro's Fighting Legion foi orçado em $137,826, mas seu custo final foi $144,419.[3] Foi filmado entre 15 de setembro e 14 de outubro de 1939, sob o título provisório Return of Zorro,[3] e foi a produção nº 898.[3]

Personagem Zorro[editar | editar código-fonte]

Cena de The Mark of Zorro (1920)
Cena de Zorro's Fighting Legion (1939)

A história toma algumas liberdades com a cronologia oficial do Zorro, uma vez que se passa em Baja, no México, em vez da Alta Califórnia. A data escolhida foi o ano de 1824, o que, por si só, estabelece que ela ocorre bem após aventuras de Zorro na Califórnia de Zorro, uma vez que o México teve a sua independência reconhecida em 1821.[5]

O seriado mistura capa e espada com faroeste, nele Dom Diego usa espada, chicote e armas de fogo, e ao invés do cavalo negro Tornado, possui um cavalo branco.[6] O herói aparece com um cavalo branco chamado Fantasma na segunda temporada da série da Disney de 1957,[7] e um outro cavalo branco no desenho japonês Kaiketsu Zorro de 1996, com o nome de Viento.[8]

Zorro veste uma máscara do disfarce, ao invés do bandana tradicional; os personagens Don Alejandro Vega (pai de Don Diego) e Bernardo também estão ausentes. No entanto, esta história é apresentada como mais uma aventura de Zorro, uma sequência para a história original tradicional "Mark of Zorro", originalmente estrelado por Douglas Fairbanks e Noah Beery, Sr., que seria refilmado um ano depois de Zorro's Fighting Legion, com Tyrone Power e Basil Rathbone: Don Diego está visitando o México, e o seriado intencionalmente não reconta a história de Zorro; em vez disso, mostra Zorro visitando o México porque a sua ajuda é necessária lá. O povo do México reconhece imediatamente Zorro quando ele aparece pela primeira vez, sugerindo fortemente que Zorro é um herói conhecido.

Idealizado pelo escritor norte-americano Johnston McCulley, a primeira aparição do lendário personagem Zorro aconteceu nas páginas da revista pulp All-Story Weekly, em 1919. Publicada em cinco edições, com o título de The Curse of Capistrano, a história acabou ganhando as telas do cinema no ano seguinte, no filme The Mark of Zorro. Em seguida, em virtude do enorme sucesso do filme, a McCulley relançou a história sob o formato de um romance, que acabou recebendo o mesmo título do filme: The Mark of Zorro.

O personagem Zorro foi adaptado pela primeira vez pelo estúdio em 1936 em The Bold Caballero, estrelado pelo ator Robert Livingston, que naquele mesmo ano havia interpretado Don Loring/The Eagle, um herói californiano parecido com Zorro no seriado The Vigilantes Are Coming, que também foi possivelmente inspirado no filme The Eagle (1925), estrelado por Rudolph Valentino.[9]

A Republic Pictures lançou vários seriados inspirados no Zorro: Zorro Rides Again, em 1937; Zorro's Fighting Legion, em 1939; Son of Zorro, em 1947; e Ghost of Zorro, em 1949. O seriado Daughter of Don Q apresenta a filha de Don Quantero, um herói parecido com Zorro, o título do seriado é uma referência ao filme Don Q, Son of Zorro de 1925, estrelado por Douglas Fairbanks,[10] que seria uma sequência de The Mark of Zorro de 1920 e é levemente baseado no romance de 1909, Don Q.'s Love Story, escrito por Hesketh Hesketh-Prichard e sua mãe, Kate O'Brien Ryall Prichard. O personagem do livro, Don Quebranta Huesos, era uma espécie de Robin Hood espanhol,[11] e Fairbanks interpreta Cesar, o filho de Don Diego Vega, personagem que ele mesmo interpretou no filme de 1920.[12] O seriado Zorro's Black Whip, de 1944, foi estrelado por uma mulher, a The Black Whip interpretada por Linda Stirling e, apesar de levar o nome de Zorro no título, o personagem Zorro não aparece em nenhum momento no seriado e nem ao menos é citado. Os seriados Don Daredevil Rides Again, de 1951, e Man with the Steel Whip, de 1954, utilizaram cenas de arquivo relativas ao herói mascarado.

Referências

  1. a b c Legião do Zorro no IMDB
  2. «A Legião de Combate do Zorro». e-pipoca 
  3. a b c d e Mathis, Jack (1995). Valley of the Cliffhangers Supplement. [S.l.]: Jack Mathis Advertising. pp. 3, 10, 42–43. ISBN 0-9632878-1-8 
  4. Rubens Ewald Filho. «A Legião de Combate do Zorro (1939)». UOL 
  5. Daniel Eagan (2011). America's Film Legacy, 2009-2010: A Viewer's Guide to the 50 Landmark Movies Added To The National Film Registry in 2009-10. [S.l.]: Bloomsbury Publishing USA. 66 páginas. 9781441193285 
  6. Toni Rodrigues (31 de março de 2005). «Ebal 60 anos: uma celebração». Universo HQ 
  7. Mitzi M. Brunsdale [et al.] (2010). Icons of Mystery and Crime Detection: From Sleuths to Superheroes. [S.l.]: ABC-CLIO. p. 740 a 746. 9780313345302 
  8. «The Legend of Zorro». MondoTv.it 
  9. Richard M. Hurst (2007). Republic Studios: Beyond Poverty Row and the Majors. [S.l.]: Scarecrow Press. 79 páginas. 9780810858862 
  10. Jim Harmon, Donald F. Glut (1972). The great movie serials: their sound and fury. [S.l.]: Doubleday 
  11. John Sutherland (2014). The Longman Companion to Victorian Fiction. [S.l.]: Routledge. 518 páginas. 9781317863335 
  12. Jeffrey Vance (2008). Douglas Fairbanks. [S.l.]: University of California Press. 184 páginas. 9780520256675 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • BARBOUR, Alan G. – Cliffhanger – A pictorial history of the motion picture serial – Citadel Press
  • MARTIN, Mick & POTTER, Marsha – Video Movie Guide 1997 – Ballantine Books

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Zorro's Fighting Legion