Ácido cerótico

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ácido cerótico
Alerta sobre risco à saúde
Cerotinsäure.svg
Nome IUPAC Ácido hexacosanoico
Outros nomes Ácido cerótico
Identificadores
Número CAS 506-46-7
PubChem 10469
Propriedades
Fórmula molecular C25H51COOH
Massa molar 396,70 g·mol−1
Aparência pó cristalino branco
Ponto de fusão

86–87 °C [1]

Farmacologia
Compostos relacionados
ácidos graxos relacionados Ácido lignocérico (C24:0)
Ácido montânico (C28:0)
Compostos relacionados 1-Hexacosanol (álcool cerílico)
Cerotato de miricila (cera de carnaúba)
Cerotato de cetila (cera de abelhas)
Excepto onde denotado, os dados referem-se a
materiais sob condições PTN

Referências e avisos gerais sobre esta caixa.
Alerta sobre risco à saúde.

O ácido cerótico ou ácido hexacosanoico é o ácido graxo saturado com 26 carbonos.[2] Também é chamado de ácido cerílico, ácido cérico, ácido cerínico, ácido ceratínico e ácido cerotínico,[3] formas não registradas no documento da IUPAC.[2]

Adrenoleucodistrofia[editar | editar código-fonte]

Pacientes com adrenoleucodistrofia apresentam altos níveis de ácidos graxos de cadeia muito longa (sigla em inglês, VLCFA), sendo que o C26:0 é o principal deles.[4]

No tratamento com o óleo de Lorenzo é recomendada a restrição da injestão do ácido cerótico.[5]

Referências

  1. Fluka-Katalog 2001/2002, S. 752.
  2. a b J. Beare-Rogers, A. Dieffenbacher e J. V. Holm, Lexicon of lipid nutrion (IUPAC technical report) [em linha]
  3. Hexacosanoic acid, site PubChem
  4. Moser HW, Moser AB, Frayer KK, et al. (outubro 1981). "Adrenoleukodystrophy: increased plasma content of saturated very long chain fatty acids". Neurology 31 (10): 1241–9. PMID 7202134.
  5. Doença genética ligada ao X, site revistas.unipar.br