Ônibus 174

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ônibus 174
 Brasil
2002 • cor • 150 min 
Direção José Padilha
Codireção Felipe Lacerda
Roteiro José Padilha
Género Documentário, policial
Idioma Português
Música Sacha Amback
João Nabuco
Cinematografia Marcelo Duarte
Cézar Moraes
Edição Felipe Lacerda
Distribuição Zazen Produções
Lançamento 22 de outubro de 2002
Página no IMDb (em inglês)

Ônibus 174 é um filme documentário brasileiro de 2002, dirigido por José Padilha. Lançado em 22 de outubro de 2002, o documentário é sobre o sequestro do ônibus 174, que aconteceu em 12 de junho de 2000, por Sandro Barbosa do Nascimento, em plena zona sul do Rio de Janeiro. [1]

Sinopse[editar | editar código-fonte]

O sequestro do ônibus 174 foi filmado e transmitido ao vivo pela televisão, cujas imagens são mostradas no documentário, porém um dos argumentos sustentado pelo autor do filme é que o rapaz em foco tenha sido vítima de um processo de exclusão social a tal ponto, que ele tenha se bandeado para o crime, não por escolha própria, mas por abandono por parte das autoridades do Estado do Rio de Janeiro. O documentário mostra o processo de transformação da criança de rua em bandido e sugere as causas da violência nas grandes cidades do Brasil. [2]

Principais prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

O filme recebeu quatro indicações ao Grande Prêmio Cinema Brasil de 2003: melhor roteiro original, melhor documentário, melhor som e melhor montagem. [3]

Foi premiado no Festival de Havana de 2003 como o melhor documentário.

Foi premiado no Festival Internacional de Cinema do Rio de Janeiro de 2002 como o melhor filme brasileiro e melhor documentário.

Foi premiado no Mostra Internacional de Cinema São Paulo de 2002 como o melhor documentário.

Venceu o Emmy Awards de 2005 como melhor documentário.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]