1. Fußball-Club Nürnberg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
1. FC Nürnberg
FC Nürnberg Logo.png
Nome 1. Fußball-Club Nürnberg
Alcunhas Der Club (O Clube)
Die Legende (A Lenda)
Der Ruhmreiche (O Glorioso)
Fundação 4 de maio de 1900 (114 anos)
Estádio Grundig Stadion
Capacidade 50.000
Localização Nuremberga
Treinador França Valérien Ismaël
Patrocinador Alemanha NKD
Material esportivo Alemanha Adidas
Competição Alemanha Campeonato Alemão
Divisão Fußball-Bundesliga 2013/2014
Website fcn.de
Kit left arm fcn1112h.png Kit body fcn1112h.png Kit right arm fcn1112h.png
Kit shorts fcn1112t.png
Kit socks fcn1112h.png
Uniforme
titular
Kit left arm aab10h.png Kit body fcn1011a.png Kit right arm aab10h.png
Kit shorts adidasonwhite.png
Kit socks color 3 stripes red.png
Uniforme
alternativo
Kit left arm rz1112t.png Kit body fcn1112t.png Kit right arm rz1112t.png
Kit shorts fcn1112t.png
Kit socks.png
Uniforme
alternativo
editar

1. FC Nürnberg, normalmente em português Nuremberga (português europeu) ou Nuremberg (português brasileiro), é uma agremiação esportiva alemã, fundada a 4 de maio de 1900, sediada em Nuremberg.

Introdução[editar | editar código-fonte]

Com nove títulos nacionais, o clube foi até ao ano de 1987, o ano em que foi ultrapassado pelo Bayern Munique, o time de futebol com mais títulos nacionais acumulados.

Desde meados dos anos de 1980, "O Club" não consegue se estabelecer na primeira alemã, e desce regularmente para a 2. Bundesliga, a segunda divisão alemã, acumulando a maior quantidade de rebaixamentos na Bundesliga, com sete quedas.

Após 39 anos sem conquistar um título nacional de expressão, o Nürnberg conquistou em 2007 a Copa da Alemanha, ao bater por 3 a 2, o campeão alemão VfB Stuttgart, na final disputada no Estádio Olímpico de Berlim.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundado em 1900 por um grupo de dezoito jovens que se reuniam em um bar local, o "Bürenhütte", com o objetivo de formar uma equipe de futebol e de rugby, um outro dos novos esportes ingleses que se difundiam no período. O clube compreende ainda equipes de pugilato, handebol, hockey, patinação na linha e no gelo, natação, esqui e tênis.

Joga as partidas no Frankenstadion de Nuremberg, com capacidade para 50.000 lugares, dos quais 37.967 sentados, que hospedou algumas partidas da Copa do Mundo FIFA de 2006.

Der Club deteve o título de Deutscher Rekordmeister, maior vencedora de campeonatos por mais de sessenta anos, ainda que as vezes tenha dividido a honra com o Schalke 04. Em 1987, no entanto, foi ultrapassado pelo Bayern de Munique.

A Federação de Futebol da Alemanha consentiu às agremiações campeãs do país de celebrar as vitórias com a exposição de estrelas na camisa, o "Verdiente Meistervereine". Uma estrela para três títulos, duas estrelas por cinco títulos e três por dez. Todavia, são reconhecidos como títulos apenas aqueles da Bundesliga, isto é, obtidos a partir do seu advento em 1963.

Por isso, o Nuremberg, ainda que tenha conquistado nove títulos, resultando a segunda equipe alemã em número de campeonatos vencidos, não foi ainda dignificado por nenhuma estrela.

A ascensão do Der Club[editar | editar código-fonte]

O time de 1902.
A primeira partida contra o Bayern de Munique em 1901.

Até 1909 o time tinha jogado o que se fazia esperar em relação à conquista do campeonato da Alemanha meridional. Depois da Primeira Guerra Mundial, de fato, o Nuremberg teria gradualmente imposto o próprio domínio sob a cena futebolística alemã.

Entre julho de 1918 e fevereiro de 1922 o time obteve um rastro de invencibilidade de 104 partidas oficiais. Já em julho de 1919 a sociedade era indicada com o nome Der Club (O Clube), um reconhecimento à habilidade e ao estilo do Nuremberg dentro e fora do campo, predestinado a se tornar uma das equipes mais populares e vencedoras.

No primeiro campeonato disputado depois do fim da Primeira Guerra Mundial, o Nuremberg afrontou na final o Spielvereinigung Greuther Fürth, campeão, batendo-o por 2 a 0. Foi esse o primeiro do cinco títulos que Der Club conquistaria no giro de oito anos. Em cada uma dessas vitórias o Nuremberg aniquilou os rivais.

A final de 1922 foi asperamente contestada entre o Nuremberg e o Hamburgo, mas não chegou nunca a uma conclusão no campo. O jogo foi interrompido após três horas e dez minutos de jogo com o placar em 2 a 2. A repetição da partida prosseguiu à prorrogação e, numa época que não havia substituições. Estava, portanto, em 1 a 1, quando o Nuremberg, então reduzido a apenas sete jogadores, o árbitro deu por encerrado o jogo. A DFB, Deutscher Fussball Bund, assinalou a vitória ao Hamburgo, a condição que este último renunciasse ao título em nome da "boa esportividade", decisão que o Hamburgo aceitou de má vontade. No fim, o troféu Viktoria naquele ano não foi apresentado oficialmente por razões políticas mais ou menos sórdidas.

Depois dos anos de glória[editar | editar código-fonte]

O domínio do 1. FCN estava já para distanciar-se quando conquistou o último troféu da época, em 1927. Com o futebol que desenvolvia em direção a um ritmo de jogo mais veloz, não se adaptava ao andamento lento e compassado da equipe. Enquanto o clube continuava a formar elencos fortes, outras sociedades chegaram à ribalta nacional. Na temporada 1933-1934, perdeu a final contra o Schalke 04, agremiação que se tornaria a mais forte na época do Terceiro Reich. O Nuremberg conquistou dois outros títulos nacionais, pouco antes, e logo depois da Segunda Guerra Mundial, nas temporadas 1935-1936 e 1947-1948, a sua primeira final do pós-guerra. O time venceu em 1935 e 1939, duas Tschammerpokal, a antecessora da atual Copa da Alemanha.

Época moderna[editar | editar código-fonte]

Hans Meyer, treinador de 2005 a 2008.

Em 1961, o Nuremberg venceu o seu oitavo título nacional e perdeu a final do campeonato do ano sucessivo, no qual, porém, se refez da derrota do ano anterior, obtendo a sua segunda Copa da Alemanha, em 1962. Os ótimos resultados tornaram natural a candidatura do Nuremberg entre as dezesseis melhores equipes da Alemanha escolhidas para formar a Bundesliga, a nova liga do futebol alemão, criada em 1963. Nos primeiros anos da Bundesliga, Der Club foi um time que normalmente ocupava a metade da tábua de classificação até a explosão de 1968.

O time passou ao comando da classificação na quinta rodada e a manteve até o fim da temporada, vencendo assim o seu primeiro campeonato na Bundesliga. O ano seguinte, porém, foi um desastre. O treinador Max Merkell, convencido que o time fosse já velho e incapaz de repetir a empresa, excluiu do elenco os atletas da temporada anterior e engajou uma dúzia de novatos. No fim da temporada, o time caiu para a segunda divisão.

Passaram-se nove anos antes que o time se reerguesse. Após uma série de eliminações nos play-offs para a promoção, o 1. FCN retornou à Bundesliga, em 1978, ma ao fim ficou na décima-sétima posição e retrocedeu novamente. No ano seguinte houve uma pronta recuperação, mas desde então a performance do clube na Bundesliga se caracterizou por muitas dificuldades e apresentações na parte baixa da tabela, alguns rebaixamentos e permanências na Zweite Bundesliga por um ano ou dois. A melhor apresentação recente é o quinto lugar conseguido em 1988.

Na metade dos anos 1990, o Nuremberg teve sérios problemas financeiros, culminados por uma penalização de seis pontos na temporada 1995-1996 na Zweite Bundesliga, uma penalidade que custou à equipe o rebaixamento à terceira divisão. Uma gestão apurada levou depois o Nuremberg novamente à Bundesliga.

Na temporada 1998-1999, porém, o Nuremberg foi alvo de uma das chacotas mais clamorosas da história da Bundesliga. Antes da última rodada, estava em décimo-segundo lugar com três pontos de vantagem e mais cinco de diferença de gols em relação ao Eintracht Frankfurt, que se encontrava no décimo-sexto posto, sério candidato ao rebaixamento. O Nuremberg fecharia a temporada tendo um confronto aparentemente fácil, contra o SC Freiburg, também empenhado em se salvar da degola do descenso. O Eintracht afrontava o 1. FC Kaiserslautern, campeão alemão, no ano precedente, e na luta por um lugar na Copa da Uefa. Frank Baumann desperdiçou uma ótima ocasião para assinalar no último minuto do jogo e o Nuremberg perdeu por 2 a 1. Todas as outras equipes rivais venceram, incluindo o Eintracht, que goleou o Kaiserslautern por 5 a 1. Com essa pontuação, o Eintracht conseguiu três pontos e igualou a diferença de gols do Nuremberg, que em décimo-sexto, caiu de maneira inesperada. Para decidir o descenso da equipe bávara foi, de fato, empregado o terceiro critério, a igualdade de pontos e diferença de gols. O Nuremberg caiu por ter assinalado menos gols em relação ao Eintracht.

Interior do Frankenstadion.

Depois do choque, o time reagiu logo e jogou duas outras temporadas na Bundesliga. Na temporada 2005-2006 conseguiu uma brilhante salvação, se classificando em oitavo no campeonato. Um ano depois ganhou o sexto lugar e conquistou a Copa da Alemanha, superando na final, o novo campeão nacional VfB Stuttgart, por 3 a 2, na prorrogação. Entretanto, na temporada 2007-2008, disputou o certame de maneira decepcionante, concluindo com um décimo-sexto lugar, e descendo novamente na última rodada, quando perdeu por 2 a 0 o confronto contra o Schalke 04.

No ano seguinte, a equipe conseguiu a sua volta à Bundesliga. Classificando-se em terceiro na 2. Bundesliga, se qualificou para o desempate contra a antepenúltima da primeira divisão, o Energie Cottbus, ganhando por 3 a 0 em Cottbus, e por 2 a 0 em Nuremberga.

Na temporada 2009-2010 da Bundesliga, o Nuremberg ficou na décima-sexta colocação, devendo jogar o play-out para permanecer na primeira liga. O desempate teve êxito positivo, pois o Nuremberg bateu o FC Augsburg e permaneceu na máxima divisão.

A temporada 2010-2011 se revelou bastante positiva. A equipe de Dieter Hecking, com efeito, no returno, conseguiu oito consecutivos bons resultados. O time lutou para chegar a Europa Liga, mas empatou no confronto direto com o Mainz (0 a 0) e não conseguiu jogar a segunda copa europeia.

Títulos[editar | editar código-fonte]

  • Nacionais

Alemanha Campeonato Alemão: 9: 1920, 1921, 1924, 1925, 1927, 1936, 1948, 1961 e 1968;

Alemanha Copa da Alemanha: 4: 1935, 1939, 1962 e 2007;

Alemanha 2. Bundesliga: 4: 1980, 1985, 2001, 2004;

Alemanha Campeão da Alemanha Meridional: 7: 1916, 1918, 1920, 1921, 1924, 1927, 1929;

Alemanha Oberliga Süd: 6 (recorde) : 1947, 1948, 1951, 1957, 1961, 1962;

Alemanha Campeonatos da Baviera: 1: 1907;

Alemanha Copa da Alemanha Meridional: 2: 1919, 1924;

Alemanha 2. Fußball-Bundesliga: 4 (recorde): 1980, 1985, 2001, 2004;

Alemanha Copa Intertoto: 1: 1968;

Elenco 2014/2015[editar | editar código-fonte]

Atualizado em 30 de Junho de 2014[1]

Goleiros
01 Polónia Alemanha Raphael Schäfer
22 Alemanha Patrick Rakovsky
32 Alemanha Benjamin Uphoff
Defensores
03 Noruega Even Hovland
04 Países Baixos Dave Bulthuis
06 Suíça Martin Angha
20 Alemanha Turquia Özgür Özdemir
25 Argentina Javier Pinola
29 Equador Cristian Ramírez
33 Alemanha Tobias Pachonik
Meio-campistas
07 Alemanha Danny Blum
08 República Checa Jan Polák
10 Alemanha Timo Gebhart
13 Japão Hiroshi Kiyotake
14 Eslováquia Róbert Mak
16 Alemanha Niklas Stark
18 Cazaquistão Alemanha Willi Evseev
19 Alemanha Filipinas Mike Ott
27 Alemanha Markus Mendler
28 Áustria Alessandro Schöpf
31 República Checa Ondrej Petrak
Atacantes
09 República Checa Tomáš Pekhart
11 Eslováquia Jakub Sylvestr
17 Alemanha Croácia Antonio-Mirko Colak
21 Polónia Mariusz Stępiński
24 Alemanha Niclas Füllkrug
Comissão técnica
França Valérien Ismaël


Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes atuais[editar | editar código-fonte]

  • 1º - Camisa grená, calção preta e meias grenas.
  • 2º - Camisa branca, calção e meias brancas.
  • 3º - Camisa laranja, calção preto e meias laranjas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Azul com detalhes brancos;
  • Amarelo com detalhes pretos;
  • Preto com detalhes brancos.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Uniformes anteriores[editar | editar código-fonte]

  • 2011-12
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo Uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Terceiro Uniforme
  • 2010-11
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
  • 2009-10
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
  • 2008-09
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
  • 2007-08
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
  • 2006-07
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time

Jogadores famosos[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Elenco 2014/2015, site oficial Nuremberg. Página visitada em 30 de Junho de 2014.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre 1. Fußball-Club Nürnberg