Alexandre Quintanilha

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Alexandre Tiedtke Quintanilha, Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada — GOSE (Lourenço Marques, atual Maputo, Moçambique, 9 de agosto de 1945), é um físico português de renome internacional e professor no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar.

Filho de pai português, o Prof. Doutor Aurélio Quintanilha, biólogo especialista em botânica, natural dos Açores, e de mãe alemã, Lucya Tiedtke, Alexandre Quintanilha completou os estudos secundários em Lourenço Marques, tendo prosseguido os estudos universitários na África do Sul.

Licenciado em Física Teórica em 1968 na Universidade de Witwatersrand, em Joanesburgo, e doutorado em Física do Estado Sólido em 1972, pela mesma universidade.

Trabalhou durante vários anos na Universidade da Califórnia, Berkeley, nos Estados Unidos, onde foi diretor do Centro de Estudos Ambientais, tendo desenvolvido investigação nessa área. Entre 1983 e 1990, foi diretor assistente no Laboratório Nacional Lawrence, secção de Energia e Ambiente, e, entre 1987 e 1990, desempenhou o cargo de diretor do Centro de Estudo de Tecnologia da Biosfera.

Em 1991 foi nomeado diretor do Centro de Citologia Experimental e professor no Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS), da Universidade do Porto. É professor catedrático do ICBAS, diretor do Centro de Citologia Experimental e coordenador do Instituto de Biologia Molecular e Celular, também no Porto.

Publicou perto de 100 artigos em várias revistas científicas de nível mundial, foi editor e autor de seis volumes em áreas da Biologia e Ambiente, foi consultor redatorial da Enciclopédia de Física Aplicada e escreveu dezenas de artigos e relatórios em livros, revistas e jornais de divulgação, sendo ainda coordenador e autor de vários trabalhos nas áreas da Biologia, do Ambiente e da Física Aplicada. A 17 de Março de 1993 foi feito Grande-Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.[1]

Vida privada[editar | editar código-fonte]

Assumidamente homossexual, mantém, desde 1978, uma relação amorosa com Richard Zimler, jornalista e professor norte-americano, naturalizado português em 2002. O casal, residente no Porto desde 1990[2] , foi um dos primeiros formados por figuras públicas a consorciar-se pela nova lei do casamento civil, que permite o casamento entre pessoas do mesmo sexo em Portugal.[3]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Personalidades, integrado no Projecto Grande Porto é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.